terça-feira, 8 de maio de 2007

Futebol - A verdade sobre 1996

Meu propósito aqui é esclarecer o que aconteceu no futebol brasileiro em 1996. Onze anos depois, o ano é lembrado por todos como o ano em que o Fluminense “virou a mesa”, isto é, recorreu aos tribunais para não cair para a Segunda Divisão. Mas será que o Flu é mesmo o grande vilão da história?
Antes de mais nada, vou deixar bem claro: o time tricolor em 1996 era ridículo. Muito ruim, mesmo. Merecia o rebaixamento, por mais que nós, seus sofridos torcedores, não merecêssemos. Não estou defendendo aquele time deprimente, nem aquela diretoria mais deprimente ainda.
Relembrando os fatos: com os resultados em campo, o Fluminense terminou em 23º lugar, entre os 24 times participantes. Junto com o Bragantino (último lugar), seria rebaixado à Segunda Divisão em 1997. Porém, nesse ano estourou um escândalo no futebol brasileiro, o caso Ivens Mendes. Foi algo similar ao que aconteceu em 2006 na Itália: manipulação de resultados. Lá na Europa, coisas assim são punidas; nem mesmo os poderosos escapam. A Juventus e o Milan, os 2 maiores clubes italianos, foram severamente punidos; a Juventus foi até rebaixada.
Em 1996, escutas telefônicas comprovaram que o sr. Ivens Mendes, então presidente da Conaf (Comissão Nacional de Arbitragem de Futebol), combinou resultados com os dirigentes de Corinthians e Atlético Paranaense. Isto é, o campeonato daquele ano estava comprometido. Evidentemente, Fluminense e Bragantino - os maiores prejudicados do campeonato - entraram na Justiça pedindo a anulação do mesmo. Em um país sério, Corinthians e Atlético Paranaense teriam sido rebaixados (no mínimo), e seus dirigentes banidos do esporte. (FYI, o sr. Celso Petraglia - então presidente do Atlético Paranaense - permanece no quadro diretor do clube até hoje).
Em resumo, o que deveria ter acontecido: Corinthians e Atlético-PR rebaixados por manipulação de resultados; Fluminense e Bragantino mantidos na Primeira Divisão, apesar de suas pífias campanhas. O que aconteceu? Corinthians e Atlético-PR não foram punidos...* mais um caso de impunidade em nosso país. O campeonato do ano seguinte inchou para 26 clubes, e ficou tudo por isso mesmo.
Portanto, houve sim “virada de mesa”. Mas o Fluminense não foi o vilão da história. A mesa foi virada por Corinthians e Atlético Paranaense. A mesa caiu em cima do torcedor, como quase sempre acontece no Brasil. Quem levou a culpa foi um inocente, como quase sempre acontece no Brasil. Os criminosos continuaram impunes, como quase sempre acontece no Brasil.
A Itália deve servir de exemplo. Às vésperas da Copa de 1982, um escândalo de manipulação de resultados foi severamente punido. A Copa foi vencida pela Itália. Coincidentemente, outro escândalo parecido estourou às vésperas da Copa de 2006, e também foi punido com rigor. Novamente, a Itália sagrou-se campeã. Esse tipo de punição só beneficia o esporte!
Escrevi especificamente sobre o futebol, mas vale para todas as áreas. A impunidade é a mãe dos crimes. Os criminosos se sentem incentivados a continuar agindo, se sabem que não serão punidos. É por causa da impunidade que nossos juízes e policiais são corrompidos, que nossos políticos nos roubam, que nossos bandidos estão cada vez mais ousados, que nossos presídios se transformaram em centrais de tele-marketing do golpe do seqüestro...
Acabei desviando do futebol, assunto inicial do texto. Desculpem meu desabafo!

* Na verdade, o Atlético-PR recebeu uma punição branda: perdeu 5 pontos no Campeonato de 1997.

Uma observação: mesmo brigando contra o rebaixamento, o Fluminense se recusou a ir ao tribunal para ganhar os pontos da partida perdida para o Santos, que escalara o colombiano Usuriaga de maneira irregular [caso citado aqui]. Mas isso os detratores preferem não lembrar...

45 comentários:

  1. O certo seria os 4 times caírem...
    O episódio de 1996 não foi o único envolvendo o poder da diretoria do Fluminense. Quem não se lembra do atalho que o Fluminense pegou para sair direto da segundona para a primeirona? Ainda bem que isso não virou moda! Botafogo, Palmeiras, Atlético Mineiro e Grêmio não se rebaixaram a isso e brigaram dignamente pela volta à primeira divisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te falta muito informação amigo. O caso da copa João Havelange se deu com o Botafogo revertendo no STJD um resultado o qual tomou de 6 x 1 do São Paulo, alegando a escalação irregular do Sandro Hiroshi. O certo é se cumprir o regulamento e se punir os culpados. Esse é o certo...

      Excluir
    2. Falando de 1996, ao meu ver, teriam que ser rebaixados Corinthinas, Atlético Pr, Bragantino e Fluminense, Corinthians e Furacão pelas viradas de mesa, e Bragantino e Fluminense pela falta de competência, afinal se tivessem competência teriam se mantido independentemente da manipulação de resultados ou não!!!

      Excluir
    3. Nada disso. Num Campeonato cheio de jogos manipulados, rebaixar clubes por resultados em campo seria de uma injustiça brutal.

      O Campeonato deveria até ter sido anulado por completo...

      Excluir
  2. Sobre 1996: o certo era seguir o regulamento, caindo os 2 times que manipularam resultados e vergonhosamente não foram punidos!

    Sobre o "poder" da diretoria do Fluminense: quem acompanha o futebol brasileiro sabe que o Fluminense não tem nenhuma influência nos bastidores. Em 2000, o Fluminense foi convidado a disputar a "primeira divisão" (entre aspas pq naquele ano não havia "divisões"), por causa de uma disputa jurídica envolvendo o Gama e o Botafogo (o último foi rebaixado no campo e recorreu ao tapetão para rebaixar o primeiro).

    O Flu não tem nenhum poder nos bastidores da CBF, como têm Flamengo e Vasco, por exemplo. Se um desses times caírem, tenho certeza de que não jogam a segunda divisão. Aliás, só não caíram ainda por causa do seu poder nos bastidores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho q vc errou em relação ao Vasco hein kkk

      Excluir
    2. Felizmente, o futebol brasileiro está (um pouco) mais sério... :)

      Excluir
  3. Uma correção: o Atlético-PR foi, sim, punido pelo escândalo, com a perda de 5 pontos no Campeonato de 1997. Uma punição branda, mas ao menos foi uma punição.

    ResponderExcluir
  4. Se o campeonato teve arranjos de arbitragem, compra de juízes... tudo o que aconteceu em campo perde o seu valor. Perde a credibilidade. Logo o Flu não foi rebaixado com total justiça. Quem teria que sofrer isso eram os Clubes envolvidos no episódio. E o Flu foi convidado a participar da Copa João Havelange. Por causa do caso "Sandro Hiroshi". Se o Flu tivesse força política muita coisa não teria acontecido.(ou melhor: acontecido)

    ResponderExcluir
  5. http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=28077&tid=5356209021906927901

    ResponderExcluir
  6. Excelente texto do amigo Dieguinho:

    • Mas agora vamos ao que interessa, vocês são os que mais falam do Fluminense sobre virada de mesa, sobre tapetão, o Fluminense caiu em 97? caiu. O Fluminense ganhou honestamente a Série C? ganhou.

    • Agora vamos aos fatos, o Fluminense ganhou a terceira divisão e iria disputar a série B no ano seguinte.

    • Suposto retorno da série C para a A
    Isso nunca aconteceu. O Fluminense jogou a série C e foi campeão em 99. Deveriamos jogar a série B em 2000. Infelizmente isso não foi possível uma vez que o Botafogo arrumou pontos com uma mutreta que envolvia o jogador Sandro Hiroshi do São Paulo e que acabou por impedir que a CBF realiza-se o Brasileiro de 2000, culminando na copa João Havelange.
    O Fluminense terminou tal copa em 8 lugar. Sendo eliminado nas oitavas de final pelo São Caetano. O que gerou grande chacota na época pois o São Caetano era da Série B. Porém o São Caetano eliminaria ainda Grêmio e Palmeiras e acabaria sendo Vice-Campeão naquela final que terminou em 2001 devido a confusão em São Januário.
    O Fluminense jogaria a série B em 2001. Só que a CBF tinha mais problemas a resolver:
    - Não havia critérios de rebaixamento e ascensão na copa JH.
    - O que fazer com o São Caetano que era vice-campeão? Mandar de volta pra série B?
    - E o Bahia? Que assim como o Fluminense foi eliminado pelo Vasco nas oitavas? Voltava pra série B também?
    - E o Corinthians? Que terminou a competição em penúltimo lugar com 4 vitórias 4 empates e 16 derrotas? Rebaixava o Corinthians???
    Resultado: Ninguem caiu e subiram Fluminense, São Caetano e Bahia. Todo mundo saiu feliz.

    Agora o que vocês tanto falam quando estão discutindo com torcedores do Fluminense Football Club.

    ■ 1986 - Vasco e Botafogo novamente não atingem o índice da taça de ouro mas continuam na primeira divisão.

    ■ 1987 - Em 1987, a CBF decidiu diminuir o número de clubes participantes de 80, como foi em 1986, para 28. Com isso, o Botafogo e Coritiba cairiam para a segunda divisão. Os dois clubes entraram na Justiça contra o campeonato, e o Clube dos 13, organização que reune os 13 mais importantes clubes do Brasil, resolveu organizar o campeonato. Seus 13 membros, mais o Coritiba, o Goiás e o Santa Cruz participam da chamada "Copa União".

    • Em 1987 aconteceu praticamente a mesma coisa que em 2000, em 2000 o Fluminense era pra disputar a segunda divisão e no ano de 1987 o Botafogo era pra cair a luz do dia se não mudasse o regulamento.

    • Copa João Havelange : O campeão foi o Vasco da Gama, que conseguiu o seu quarto título nacional, repetindo os feitos de 1974, 1989 e 1997. O vice-campeão, surpreendentemente, foi o São Caetano, que havia sido fundado há pouco mais de 10 anos e que começou a disputa no Módulo Amarelo (correspondente à Série B), mas que chegou à final eliminando equipes tradicionais como Fluminense, Palmeiras e Grêmio.

    → Como queriam que o Fluminense disputasse a segunda divisão se não existiu praticamente série B no ano? e falando em Série B no ano de 2000 aqui uma curiosidade quem iria tá la junto com o Fluminense.

    ■ 1999 - O Botafogo (junto com o Internacional) ganha pontos no STJD e passa a frente do Gama, assim o clube do Distrito Federal cai no lugar do carioca. Foi o estopim para a criação da Copa João Havelange.

    Traduzindo: A Copa João Havelange foi praticamente o mesmo regulamento da copa união, o Botafogo era pra cair em 1987 e 1999 se não mudassem o regulamento da competição, se o Fluminense foi uma virada de mesa o que falar disso?

    O Vasco ganhou a Copa João Havelange. Na final pegou o São Caetano que era de outro modulo, o famoso modulo série B. O mesmo que em 1987 quando Sport foi campeão de 1 e Flamengo do outro, só que o mais sujo do brasil não fez como o Vasco, não quis jogar a partida. Mas deixa que esse tal de Flamengo vai pagar um dia que tudo que ja fez e to fazendo um texto sobre eles e do Vasco da Gama que ja teve tantas viradas de mesas também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. texto perfeito meu parceiro, perfeito !. Muitas pessoas não sabem da historia e são alienadas pela mídia.

      Excluir
  7. Fontes do Dieguinho:
    - http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_carioca
    - http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Brasileiro_de_Futebol
    - www.futebolbrasileiro.com

    ResponderExcluir
  8. http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=28077&tid=5381348817910633686&na=1&nst=1

    Dívida com a série B?

    Vamos a uma "pequena" lista de viradas de mesa na história do futebol brasileiro:

    - 1981: o Palmeiras saiu da Segunda pra Primeira no mesmo ano.

    - 1983: Santos, Vasco e Guarani não se classificaram para o campeonato brasileiro, e entraram pela janela.

    - 1986: o Santos, penúltimo em 86, foi salvo pela Copa União. O Botafogo também.

    - 1987: Flamengo e Internacional descumpriram o regulamento, e deveriam ser rebaixados por isso, como foi o Coritiba em 1989.

    - 1992: o Grêmio ficou em oitavo na Segundona, e o que fez dona CBF? Mudou o regulamento para subir 8 times!

    - 1993: Botafogo e Atlético-MG ficaram nas últimas posições, mas não foram rebaixados.

    - 1996: a virada de mesa da vez salvou Corinthians e Atlético-PR, envolvidos em um escândalo de arbitragem.

    - 1999: a Copa João Havelange foi criada para salvar São Paulo (que escalou Sandro Hiroshi irregular), Botafogo e Internacional (clubes que fugiram do descenso no tapetão).

    - 2000: o Corinthians termina a JH em último, mas também não é rebaixado.

    Portanto, se quiserem rebaixar o Fluminense em nome da "moralização", por favor nos rebaixem! Mas a gente leva todo mundo junto!

    ResponderExcluir
  9. Caro PC
    Gostaria de pedir autorização sua para postar no meu blog o conteudo do seu post de hoje(citando a fonte e postando o link,claro).Você conseguiu em 1 post exprimir com brilhantismo tudo que houve em 96 e que todos que ouvem relutam em acreditar,preferindo nos rotular como "o time da virada de mesa".
    Caso aceite meu pedido,pretendo fazê-lo o quanto antes,já que é imperativo que todo tricolor saiba a verdade por trás dos fatos do campeonato de 1996 e 2000.
    Abraço,Saudações Tricolores!!

    ResponderExcluir
  10. Esse post já é bem antigo na verdade.

    Pode postar sim, Rafael. Me passe o link depois.

    Abraço,
    PC

    ResponderExcluir
  11. PC
    postei isso na comu mas vou perguntar aqui tbm

    não lembro se foi mesmo em 2005.. mas sei q teve um ano em que o flamengo não ficou entre os 8 primeiros no campeonato carioca... e nesse caso ele não iria para a copa do Brasil do ano seguinte. Só que isso não aconteceu (é claro)... tiraram a vaga do madureira que iria disputar a copa do Brasil e ninguém falou nada!
    resultado?? flamengo campeão em 2006

    isso seria tbm uma virada de mesa, não seria?

    ResponderExcluir
  12. Gabriel, você está certíssimo.

    O Flamengo não obteve no campo a vaga para a Copa do Brasil de 2006.

    A CBF inventou um ranking para poder classificar o Flamengo, e assim tirou o Friburguense da Copa.

    (não foi o Madureira, foi o Friburguense)

    Mas você está certíssimo.

    ResponderExcluir
  13. Citação ao post no blog de Rafael Rigaud: http://visoesdemundo.blogspot.com/2009/09/verdade-por-tras-dos-fatos.html

    ResponderExcluir
  14. caro PCfilho, chega a beirar o ridículo o fato de um torcedor apaixonado como você, querer explicar explicar a história através do seu ponto de vista claramente parcial e defensor do seu clube do coração. Sendo assim, naturalmente contaminado por sua paixão e portanto sem qualquer credibilidade.
    Mas vejamos o que diz o notável ilibado e respeitado jornalista Vitor Birner sobre esses casos em: http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2008/03/28/os-times-beneficiados-pelas-viradas-de-mesa/

    e ainda outros veículos informativos como: https://www.google.com.br/search?q=virada+de+mesa+96&ie=utf-8&oe=utf-8&rls=org.mozilla:pt-BR:official&client=firefox-a&gws_rd=cr&ei=XK5_UsOPF-z64APf0oHQDA

    o que observamos aqui é que ao invés de ocorrer a mea-culpa por parte dos torcedores do fluminense, em sua defesa partem para o ataque usando-se da velha prática de perseguição aos dois clubes de maior torcida do Brasil: flamengo e corinthians que em investigação séria feita por um jornalista de notória e reconhecida competência como Birner, jamais apresentam qualquer envolvimento em "viradas de mesa"
    Portanto, caro Pc fica óbvio que apenas torcedores apaixonados do fluminense que querem "tapar o sol com a peneira" e não compreender a realidade haverão de concordar com suas afirmações de cunho puramente parcial e ainda que de maneira sútil: passional.

    um abraço

    ResponderExcluir
  15. Prezado anônimo,

    Pra começo de conversa, o fato de você não assinar o seu comentário, por si só, já compromete a credibilidade do que vc diz.

    Quem vc acha que é, pra vir aqui neste blog, que é meu, vomitar besteiras e inverdades sobre minhas "credibilidade e imparcialidade"?

    O jornalista Vitor Birner, que vc citou, é tão qualificado quanto eu ou qualquer outro torcedor do futebol brasileiro para opinar sobre viradas de mesa. É torcedor do São Paulo, fato amplamente conhecido, que ele mesmo não faz questão de esconder. O que ele esconde, por exemplo, é que o seu querido São Paulo deveria ter sido rebaixado em 1999, pela escalação do jogador irregular Sandro Hiroshi em várias partidas (mas convenientemente só perdeu os pontos no tribunal dos jogos contra Botafogo e Inter, os grandes que brigavam pra não cair).

    Em 1996, quem era pra cair eram Corinthians e Atlético PR, que manipularam os resultados, COMPROVADAMENTE, conforme demonstrado nas escutas telefônicas da época. Você, sem apresentar nenhum argumento ou prova, tenta contestar esse fato, mas tudo que faz é me atacar, gratuitamente. Tática típica dos idiotas que não têm argumentos: tentar desqualificar o interlocutor.

    A verdade é que os clubes grandes - todos, sem exceção - sempre apoiaram todas as viradas de mesa, com a ideia de que, se um dia acontecesse com eles, também seriam beneficiados.

    Deixe de ser ridículo, e mostre as provas do que diz, ao invés de simplesmente me atacar de forma gratuita.

    Um abraço,
    PCFilho

    ResponderExcluir

  16. LEITURA COMPLEMENTAR, QUE DEVE CONSTAR NESTE POST, TÃO VISITADO QUE É POR QUEM QUER SE INFORMAR COM QUALIDADE:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/fluminense/noticia/2013/12/pague-serie-b-frase-que-ganhou-fama-entre-os-rivais-e-persegue-o-flu.html

    ResponderExcluir
  17. Post de alguém visivelmente apaixonado pelo time e, portanto, completamente parcial.

    ResponderExcluir
  18. Wilian,

    Adoro quando vem alguém aqui e tenta me desqualificar, sem atacar os pontos defendidos no texto.

    Sabe por quê?

    Porque só prova que escrevi a verdade.

    Quem ataca o interlocutor, é porque não consegue atacar os argumentos.

    Portanto, muito obrigado por seu comentário.

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Meu nome é Wilton Carvalho. Deu como desconhecido o loguin pelo Google.

    ResponderExcluir
  21. Muito bom seus argumentos, perdoe me de responder aqui também depois de anos postado. Ao fato da João Havelange ocorreu sim uma tratativa de colocar o Flu na série A. Ficou definido pela CBF que o modulo azul que representava a 1 divisão, ninguém cairia. E curiosamente, o Flu foi posto pelo clube dos 13 (O mesmo de 87 a qual seu time faz parte) no modulo azul. Onde estavam os times da primeira e alguns que deveriam ter caido e nao cairam como Gama e Botafogo (Sandro Hiroshi) e Juventude. Mas como o Fluminense acendia da série C era para ter entrado no modulo amarelo e disputado o mata-mata. A CBF manteve os 25 do modulo azul na primeira divisão (Fluminense no meio) convidou o Paraná e o Botafogo de SP para não ser injusto, ja que os rebaixados de 99 juventude e gama disputaram o modulo Azul. E incluíram o vice campeão são caetano. E foi assim que o Fluminense veio da série C pra A. A Diferença entre 2000 e 87, o de 2000 as REGRAS foram formada antes de o campeonato acontecer, e de 87 foi modificado a bel prazer da CBF pra atender a politicagem. Já que havia sido definido em 86 que os 24 primeiros iriam compor a primeira divisão de 87. e o SPORT ficou na 28 posição fora da classificação. Devido a CBF não ter dinheiro de realizar o Campeonato de 87, o clube dos 13 a qual sua agremiação fazia parte e também assinou o não CRUZAMENTO dos módulos (Foi antes do Flamengo ser Campeão), Realizou o campeonato chamado os clubes de maiores expressão (torcidas $$$) Por isso o SANTA CRUZ foi convidado a fazer parte. O América RJ 4º colocado não gostou de ter ficado fora da disputa nacional e acionou a CBF assim como outros clubes (O campeonato já havia começado) e decidiu fazer um campeonato paralelo. A primeiro modelo definia que o Campeão Brasileiro daquele ano seria o Campeão do Módulo VERDE. A FIFA pressionou a CBF para indicar os representantes para a Libertadores, e para não prejudicar os do módulo amarelo, havia decidido o Cruzamento dos módulos para definir os representantes da Libertadores. O que o Clube dos 13 não aceitou mas Eurico assinou. Mesmo assim o Clube dos 13 onde Juvenal do São Paulo era o presidente e TODOS os representantes do Clube dos 13 (inclui o Fluminense) decidiu manter o não cruzamento. Flamengo e Inter, acataram a decisão do Grupo que também formaram, de não entrar em campo. Essa é a Verdade dos fatos.

    ResponderExcluir
  22. O Vasco ganhou a Copa João Havelange. Na final pegou o São Caetano que era de outro modulo, o famoso modulo série B.

    Olha o ABSURDO que você escreveu, se esse era o módulo Série B, porque o Fluminense jogou o Módulo série A?
    Se fosse pela moral, o Fluminense jogaria o modulo amarelo. E o Módulo Azul teria 24 clubes, os que escaparam da queda em 99 e os que subiram em 99. Mas não, surgiu um 25° do além, o Fluminense. Baita moral né

    ResponderExcluir
  23. PC filho, Caso você se lembre, o caso da Itália, os clubes foram severamente punidos, 4 se não me engano, somente a Juventus foi rebaixada, os demais perderam suas vagas e levaram punição pro ano seguinte. Desse modo, o Corinthians e o CAP poderiam ter levado uma punição severa pro ano seguinte. Não se esqueça de detalhar os fatos e não usar somente o que lhe interessa sobre uma decisão que afetou 4 clubes italianos. Isso mostra o desespero pra tentar achar outros culpados e limpar a alma do Fluminense.

    ResponderExcluir
  24. Resposta ao Wilton Carvalho: a história de 1987 não aconteceu da forma como você está contando, não. Vide post A verdade sobre 1987.

    ResponderExcluir
  25. Resposta ao "yuriz2011":

    Eu não escrevi nada de "módulo Série A" ou "módulo Série B", até porque isso não existiu em 2000. A Copa João Havelange teve mais de 100 participantes, TODOS NA PRIMEIRA DIVISÃO. Tanto que o São Caetano não estava no "módulo da elite" e mesmo assim foi finalista.

    O Fluminense, neste "módulo de elite" em 2000, terminou NA TERCEIRA COLOCAÇÃO. O que você sugeriria? Que ele disputasse a Série B em 2001? Sério!!!!!?????

    "Baita moral", né?

    No caso da Itália, eu escrevi exatamente o que aconteceu: a Juventus foi rebaixada, e os demais receberam punições severas. Não manipulei os fatos, como você ridiculamente sugeriu que eu fiz. Caso queira saber os detalhes, as punições na Itália foram as seguintes, de acordo com o nível de participação de cada clube no escândalo:
    - Juventus: rebaixada para a Série B, começando com 17 pontos a menos;
    - Fiorentina: 19 pontos a menos na Série A seguinte;
    - Lazio: 11 pontos a menos na Série A seguinte;
    - Milan: 8 pontos a menos na Série A seguinte.

    Aqui, por escândalo parecido:
    - Atlético Paranaense: 5 pontos a menos na Série A seguinte;
    - Corinthians: NENHUMA PUNIÇÃO.

    (curiosidade: se o Corinthians tivesse recebido a mesma punição do Atlético Paranaense, teria sido rebaixado no Campeonato Brasileiro de 1997, no lugar do Fluminense)

    Logo se vê, pela comparação, a piada que foi a "punição" aos clubes brasileiros, né?

    Espero que tenha ficado claro que eu não estou tentando limpar a alma do Fluminense.

    Seja honesto: num Campeonato manipulado, em que nem os clubes manipuladores foram rebaixados, seria justo o Fluminense e o Bragantino, SEM NENHUMA PARTICIPAÇÃO NO ESCÂNDALO, caírem?

    Claro que não, né?

    ResponderExcluir
  26. Melhorando o final do último comentário:

    Seja honesto: num Campeonato manipulado, em que nem os clubes manipuladores foram rebaixados (OU MESMO PUNIDOS), seria justo o Fluminense e o Bragantino, SEM NENHUMA PARTICIPAÇÃO NO ESCÂNDALO, caírem?

    Claro que não, né?

    ResponderExcluir
  27. Acrescentei agora uma relevante informação ao texto, como observação:

    Mesmo brigando contra o rebaixamento, o Fluminense se recusou a ir ao tribunal para ganhar os pontos da partida perdida para o Santos, que escalara o colombiano Usuriaga de maneira irregular. Mas isso os detratores preferem não lembrar...

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  30. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  31. Caro Pc Filho,


    Conheço-lhe do blog do pc e creio ser você uma pessoa decente e de bom senso que esta cometendo erros em prol de sua paixão clubistica, eis os erros:


    1. O caso Ives mendes ocorreu em maio de 1997 e não em 1996( ano do rebaixamento tricolor)

    2. As ligações eram para manipulação de resultado na copa do brasil de 1997 e não no brasileirão de 1996( onde o flu foi rebaixado)


    Dadas as correções, vamos às questões:


    1.O caso ocorreu em 1997, por que foram mexer justamente no rebaixamento de 1996?????

    2. O caso ocorreu na copa do brasil de 1997 porque foram mexer no rebaixamento do brasileirão de 1996( competições diferentes)??

    Para as respostas acima,na época foi dito (friso) "que a lisura do futebol brasileiro estava manchada, por isso não deveria ter rebaixamento 1 ano antes"....

    Que frase bonita né!!! Mas vamos as questões:

    1. Se a lisura do futebol brasileiro estava manchada, todos os resultados estavam manchados, concorda? então era de se imaginar que o campeão brasileiro de 1996, o grêmio, tbm deveria ser impugnado e não apenas os rebaixados.

    2. se a lisura do futebol brasileiro estava manchada os resultados da copa do brasil de 1997( exatamente onde houve a compra de resultados) tbm estariam manchados, concorda?? Mas, por que não mexeram nos resultados da copa do brasil e apenas no rebaixamento do ano anterior???

    3. Se a lisura do futebol brasileiro estava manchada por que os "compradores de resultados" ( corinthans e atletico-pr) não foram rebaixados???



    POR FIM: PORQUE TODA VEZ QUE O FLU CAI ALGO DE EXTRAORDINÁRIO ACONTECE E O SALVA????


    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado, não sei qual é o seu nome, mas obrigado pelos questionamentos. É sempre um prazer esclarecer os fatos. Você está bastante mal informado sobre o caso Ivens Mendes. Vou apontar os acertos e erros nos seus comentários.

      1. O caso Ives mendes ocorreu em maio de 1997 e não em 1996 (ano do rebaixamento tricolor)
      Isso é verdade, o caso foi descoberto apenas em maio de 1997.

      2. As ligações eram para manipulação de resultado na copa do brasil de 1997 e não no brasileirão de 1996 (onde o Flu foi rebaixado)
      Aqui está o seu primeiro erro: as manipulações de resultados se referiam às duas competições: a Copa do Brasil de 1997 e o Campeonato Brasileiro de 1996. Isso foi amplamente noticiado na época. Foram jogos das duas competições.

      1.O caso ocorreu em 1997, por que foram mexer justamente no rebaixamento de 1996?????
      Pelo que expus acima: o esquema só foi descoberto em 1997, mas se referia a diversos jogos do Campeonato Brasileiro de 1996, também.

      2. O caso ocorreu na copa do brasil de 1997 porque foram mexer no rebaixamento do brasileirão de 1996(competições diferentes)??
      Novamente: o rebaixamento do Brasileirão de 1996 foi "mexido" justamente porque a suspeita de manipulação recaiu sobre vários jogos do Campeonato.

      1. Se a lisura do futebol brasileiro estava manchada, todos os resultados estavam manchados, concorda? então era de se imaginar que o campeão brasileiro de 1996, o Grêmio, tbm deveria ser impugnado e não apenas os rebaixados.
      Nisso, eu concordo 100% com você: acho que o Campeonato inteiro deveria ter sido anulado, não apenas o rebaixamento. Porém, na época eu tinha apenas 12 anos de idade, e não cabia a mim a decisão. ;)

      2. se a lisura do futebol brasileiro estava manchada os resultados da copa do brasil de 1997( exatamente onde houve a compra de resultados) tbm estariam manchados, concorda?? Mas, por que não mexeram nos resultados da copa do brasil e apenas no rebaixamento do ano anterior???
      Outra ótima questão, na qual eu concordo com você. Eu também acho que os resultados da Copa do Brasil deveriam ter sido modificados.

      3. Se a lisura do futebol brasileiro estava manchada por que os "compradores de resultados" ( Corinthians e Atlético-PR) não foram rebaixados???
      O Atlético Paranaense foi punido, ainda que timidamente, com a perda de 5 pontos no Campeonato Brasileiro de 1997. O poderoso Corinthians, nem isso (se tivesse recebido a mesma punição do outro envolvido, teria sido rebaixado em 1997). Eu concordo que as punições deveriam ter sido muito mais severas. Escrevi isso no meu post, você deve ter lido. Por mim, os dois clubes teriam sido os rebaixados daquele ano, no lugar de Fluminense e Bragantino, que não tinham nada a ver com a história.

      POR FIM: PORQUE TODA VEZ QUE O FLU CAI ALGO DE EXTRAORDINÁRIO ACONTECE E O SALVA????
      Bom, isso não é verdade, é apenas uma afirmação "clubista" de pessoas que têm algo contra o Fluminense. O Tricolor foi rebaixado em 1997, e cumpriu normalmente o rebaixamento em 1998. Foi rebaixado em 1998, e cumpriu normalmente o rebaixamento em 1999. Nessas duas ocasiões, não aconteceu nada de extraordinário, e o Fluminense cumpriu as regras, como SEMPRE FEZ, desde a sua fundação, em 21 de julho de 1902. Se, em 1996, 1999 e 2013, outros clubes descumpriram as regras, a culpa não é do Fluminense.

      Cabe lembrar que "coisas extraordinárias" já aconteceram DEZENAS DE VEZES no futebol brasileiro, beneficiando diversos outros clubes. Para citar um exemplo, em 1986, o Botafogo foi rebaixado - no entanto, estava na primeira divisão em 1987, como se nada tivesse acontecido. Para citar outro exemplo, em 1992 o Grêmio terminou a segunda divisão em 8º lugar, mas dona CBF resolveu subir 12 clubes para a primeira divisão, em vez dos 2 ou 4 habituais. E há, repito, dezenas de outros casos.

      Estou à disposição para demais esclarecimentos.

      Abraços!
      PC

      Excluir
    2. Grato pela réplica.

      Eis a tréplica:

      1. Comprometimento da lisura do brasileirão 96.

      Procurei um uns 6 sites sobre o assunto e em nenhum deles achei menção a resultados de 1996, todos eles apenas se referiam a 1997. Se puder citar fonte para consulta de seus argumentos, agradeceria.


      2. Os rebaixamentos cumpridos pelo flu.

      Se já é vergonhoso um clube "driblar" regras e, principalmente, o bom senso espórtivo para virar a mesa, creio eu que fazer isso logo após um rebaixamento salvo ( 1996) seria muito imoral.

      Por tal, creio que não houve intento para salvar o flu em 1997 e 1998.

      Obs.: Meu nome é Marco Camejo, sou flamenguista e me envergonho profundamente do meu clube ter sido envolvido no escandalo das papeletas amarelas, bem como ter vencido botafogo em 2007 e vasco em 2014 com erros dos assopradores de apito.

      Abraços.

      Excluir
  32. Muito pior é tomar WO e depois recorrer ao STJD para lá ficar por 30 anos tentando virar a mesa e mudar o resultado de campo. A crítica ao Fluminense é completamente descabida e parcial. Não vejo ninguém vociferar contra o Flamengo pelas papeletas amarelas, contra Botafogo por 86 e 99, conta o Corinthians e Atlético PR por 96 ou Gremio por 93. Só pra citar alguns dos maiores descalabros e viradas de mesa das últimas décadas...e o problema é que um time escala jogador irregular, acaba rebaixado e o culpado é o Fluminense.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.