quarta-feira, 12 de maio de 2010

Caro Thiago


Amigos, imaginem um zagueiro extraordinário. Imaginem um jogador que incorpora o espírito de um lutador incansável. Imaginem aquele cara que dá gosto de ver envergando a camisa do nosso time. Imaginem técnica apurada e garra inexcedível, misturadas num único atleta. Imaginem aquele defensor que, quando erra uma jogada em campo, corre atrás como um leão para recuperar a bola.

É claro que estou escrevendo sobre você, Thiago Silva. Ontem, o Brasil parou para assistir à convocação da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo. Thiago, cada torcedor pó-de-arroz, vivo ou morto, vibrou quando o teu nome surgiu na tela. Você será um pedacinho de Fluminense na África do Sul. Você continuará uma história de sucesso, que começou com Marcos Carneiro de Mendonça e Oswaldo Gomes, em 1914.

No dia 21 de julho de 1914, aniversário do Fluminense, ali em Laranjeiras, no campo do Fluminense, nascia a Seleção Brasileira, escalada com os dois tricolores citados. Foi de Oswaldo o primeiro gol do escrete. Cinco anos mais tarde, 1919, ali no mesmo local, agora um estádio, a Seleção levantaria sua primeira Copa América. Marcos ainda era o goleiro, Fortes jogava no meio. Em 1922, viria o bicampeonato, novamente em Laranjeiras, novamente com dois tricolores em campo: Fortes e Laís.

A primeira Copa do Mundo foi em 1930, no Uruguai. Lá estavam três jogadores do Fluminense: Velloso, Fernando e Preguinho. Foi do Prego o primeiro gol, na derrota para a Iugoslávia. Na vitória contra a Bolívia ele fez mais dois. Laranjeiras era a casa da Seleção Brasileira, e o Fluminense era o maior clube do Brasil. Tricolor e escrete se confundiam, pareciam um só.

Em 1938, o Fluminense seria tricampeão. E a Seleção fazia bonito na França, com um comemorado terceiro lugar. Nem preciso dizer que os tricolores estavam lá: Machado, Romeu e Hércules.

Nas décadas de 50 e 60, a Seleção conquistou suas duas primeiras Copas do Mundo. Lá estavam, é claro, os heróis tricolores: Castilho, Veludo, Pinheiro, Didi, Jair Marinho, Altair e Denílson. Em 1970, viria o tricampeonato, com Félix e Marco Antônio representando o Fluminense.

Nos anos seguintes, o Tricolor continuou fazendo parte da Seleção, com Rivellino, com Edinho, com o técnico Telê, cuja vida era o Fluminense. Depois viriam Paulo Victor, Ricardo e Branco. Impossível esquecer aquele jogo contra a Holanda em 1994, aquele golaço de falta do lateral-esquerdo do Fluminense, o gol mais importante da campanha do tetra, sob a batuta de Parreira, outro eterno pó-de-arroz.

Thiago Silva, em 2010 você continuará a escrever essa história, a história do Fluminense na Seleção Brasileira. Você será o representante da legião pó-de-arroz na África do Sul. Estamos na torcida por ti. Boa sorte, Monstro!

PC

12 comentários:

  1. SIMPLESMENTE O MELHOR DO MUNDO !!

    ResponderExcluir
  2. Thiago Silva representará com garra o Fluminense e o Brasil na Copa do Mundo!

    ResponderExcluir
  3. Monstro!

    E do jeito que o Juan tá meio "cambeta", sei não, hein? Pode rolar uma titularidade no meio da Copa...

    ST!

    ResponderExcluir
  4. TS3 é eterno ídolo tricolor \o/ vai demorar MUITO p passar outro c tanto talento, tanta garra, tanto amor pela camisa pelo Fluzão

    ResponderExcluir
  5. Comentários no Pavilhão Tricolor:

    1 Quarta, 12 Maio 2010 17:35 Will Cardoso
    Jogador que aceita esquema de empresários em transferência para o exterior para que todos ganhem mais - ele e os empresários -, mesmo que a atitude lese o clube - que diz que ama -, não é ídolo pra mim. É canalha. É muito pior que subir em alambrado e beijar o "pano cagado".

    O Flu deixou de ganhar US$ 10 milhões com a ida desse sujeito para o Milan. Culpa de Horcades? Sim, também. Horcades não assinou com o Milan sabendo que o Flu não ganharia a grana...

    ST,


    2 Quarta, 12 Maio 2010 21:47 Mauricio Mitidieri
    Caro Will

    Eu sou frequentador do PavTri apesar de não comentar muito, mas faço questão de aqui vir e te replicar. É impraticável que você fale alguma palavra desse rapaz, que jamais escondeu que queria sair para fazer carreira no exterior, mas que honrou a palavra e ficou até o fim do ano, diferente de outros Thiagos que por aqui passaram e trataram o clube como trampolim, mesmo sendo o Flu responsável por tira-lo do Japão.

    TS3 honrou as cores do Fluminense e é, na verdade, o único motivo pelo qual torcer pela seleção canarinho na Copa que chega. É também o melhor zagueiro que eu vi passar pelo Fluminense, fácil. E vai ser um dos melhores do mundo, isso se já não o é com seus apenas 24 anos.


    3 Quarta, 12 Maio 2010 21:54 Marcos Barreto
    ESSE SIM MERECE SER PRESIDENTE DO MEU FLUMINENSE...


    4 Quarta, 12 Maio 2010 21:54 Mario Vitor
    Dou meu pitaco como tricolor. Nada a ver com ser moderador, Coordenador, etecetara e tal: Concordo integralmente com o Maurício.


    Abraços,
    MV

    ResponderExcluir
  6. TS3 É REI!!!

    Acho que se eu fosse treinador da seleção, a minha seleção titular seria:

    Julio Cesar, Lucio, Juan e Thiago Silva; Daniel Alves, Thiago Motta, Alex (ou Ganso), Kaka e Marcelo; Luis Fabiano e Nilmar (ou Ronaldinho).

    Mas é a do momento, a alguns meses atrás seria outra em algumas posições.

    ResponderExcluir
  7. 5 Quinta, 13 Maio 2010 10:18 Leo_20
    Will, gostaria de saber quem seria seu ídolo no reino do laranjal....

    A atitude do Diego Souza é impagável !!! Menino, coitado. Tem como aceitar seu perdão e ve-lo campeão brasileiro esse ano pelo Flu. mas ainda assim é incomparável (negativamente), frente a negociação de Thiago Silva.

    TS3 é um ídolo intocável na história recente do Flu. Se hj vc torce pelo Flu, o faz por causa de quem? Acredita nesse time por causa de quem? O que move esse amor? FH, Dalton, Marquinho, Willians, Adeilson ????

    Thiago Silva faria milhoes após a Libertadores. Mas cumpriu o contrato até o jogo contra o Ipatinga...

    Enfim, opinião é de cada um... respeito a sua, mas acho que tem ódio demais contra aquele q é ídolo de todos os outros 99,9% da nação tricolor.

    Saudações, amigo.


    6 Quinta, 13 Maio 2010 11:05 Paulo Soares
    Will (????) Cardoso,
    Lave sua boca antes de falar absurdos como esses de Thiago Silva...
    Ou, no mínimo, lave as mãos que usa para e antes de digitar baboseiras em fóruns sérios como este!
    Vc tá no time errado amigo!


    7 Quinta, 13 Maio 2010 11:29 Mario Vitor
    Caro Paulo Soares,

    Conforme deixei subentendido, discordo, do Will.

    Mas o fato de sua opinião não ser lá muito popular, não dá o direito a ninguém - voce incluído -, de reagir de maneira ríspida.

    Como voce bem colocou, em fóruns sérios como este o sujeito pode opiniar à vontade sobre este ou aquele jogador. Até porque futebol é assim mesmo: Estamos sempre dando nossas opiniões com ares de "certeza".

    Discorde numa boa, meu caro.

    Abraços,
    Mario Vitor

    ResponderExcluir
  8. 8 Quinta, 13 Maio 2010 15:47 Nicholas Krajnc Alves de Miranda
    Idolo meu é aquele que veste a camisa mais bonita do mundo com orgulho, demonstrou raça e respeito durante sua passagem no fluminense e mesmo depois de deixar o clube. Não precisa nem ter técnica fora do normal. É triste, mas nos meus poucos 25 anos de idade só tenho 3: Super Ézio, Marcão (sim, ele mesmo, não engulo até hoje o fato dele ter sido preterido pelo Fabinho short legs) e, principalmente, o THIAGO SILVA.

    Mesmo sabendo que está valorizado, que iria para o Milan, cotado na seleção, ele nunca tirou o pé de dividida seja na final da libertadores ou contra o ipatinga, jogo que não valia nada. Isso tudo sabendo ser um dos melhores zagueiros do mundo!

    Até hoje o cara cita o fluminense em entrevistas para a midia italiana ou de onde quer que for. Comemorei a convocação dele como se fosse uma vitória do fluminense.

    "Thiago Silva é Rei, jamais esquecerei, o mito que a torcida consagrou"


    9 Quinta, 13 Maio 2010 17:37 Will Cardoso
    Caríssimos,

    Sou tricolor como os senhores. Nem mais nem menos, pois não acredito que alguém possa "ser do clube tantas vezes campeão" de maneira pouco apaixonada. Ainda não li o que MV escreveu sobre a "Mulambada", mas queria dizer que estou triste.

    Estou muito triste, na verdade. Torço para um clube que, nos últimos 25 anos foi mais vezes rebaixado do que campeão de torneios sérios (3x2). Torço para um clube que tem como maior ídolo recente um jogador de futebol pífio como Marcão (em 2008 fui professor de uma de suas filhas em um colégio no Recreio e a menina me ofereceu um autógrafo dele que prontamente recusei com o seguinte argumento: "seu pai me parece ser uma grande pessoa, mas representa, para mim, o que não quero para o Fluminense, a mediocridade."). E cuja torcida ficou extasiada quando um jogador mau caráter - sim, digo e repito, mau caráter -, que beija a camisa do clube, diz que o ama e assina um contrato com o Tombense para depois ser repassado ao Milan porque isso faria seu empresário ganhar mais dinheiro, mesmo que tal atitude impedisse o "clube que ama" de receber alguns milhões de dólares.

    Quem era Thiago Silva antes do Fluminense? Um bom zagueiro. Quem é depois? Um grande zagueiro, de nível mundial. O que era o Flu antes dele? Um gigante em decadência. O que é depois dele? Um gigante em decadência, com 1 troféu de Copa do Brasil e alguns milhões de dólares a mais de dívidas.

    Não torço para jogador algum. Torço para o Flu. Querem outro exemplo. Mulambos do "pano cagado" x Mulambos do Chile. Os "mulambos do pano cagado" perderam ontem? E daí? O Flu ganhou alguma coisa com isso? NÃO!

    Quero meu time campeão, não dou a mínima para jogador-que-ama-mais-o-empresário-que-o-clube-que-diz-que-ama num time que veste amarelo e disputa uma competição que o Flu não pode ganhar.

    ST,

    ResponderExcluir
  9. 10 Quinta, 13 Maio 2010 18:01 Bernardo Pinheiro Lins
    Não chego a ser tão radical como o Will, mas entendo seu ponto de vista e não coloco o Monstro como ídolo do Flu. Ele foi um garoto que rapidamente se identificou com o clube, batalhador, talentoso, mas não ficou tempo bastante no Fluminense para ser considerado como ídolo. Ídolo pra mim é devoção plena e absoluto com conquista de títulos, raro de se ver hoje em dia. Rogério Ceni e Marcos são os poucos atuais ídolos com a propriedade da palavra.

    TS, pra mim, é um cracaço e bastante identificado com o clube e, se ficasse mais tempo, tinha tudo pra se tornar um ídolo imortalizado na história do clube (seria muito bem pago pela UNIMED - recebia 300 mil reais em sua saída), mas preferiu seguir a carreira internacional num grande clube da Itália, não o culpo, pois o Fluminense não é tão atraente como outrora.

    Mesmo assim, sempre torcerei pelo sucesso desse menino.

    Avante TS.


    11 Quinta, 13 Maio 2010 18:03 Will Cardoso
    Faltou falar meu ídolo...

    Dentro das quatro linhas, o maior que vi foi Don Romero. Não vi Rivelino, Edinho ou Waldo, mas respeito demais cada um deles. Assis? Washington? Branco? Outros que foram grandes dentro de campo!

    Thiago Silva foi um monstro dentro de campo. E, assim como boa parte dos grandes jogadores que tivemos, um boçal fora dele.

    Para o sujeito ser meu ídolo não basta apresentar um grande futebol, trazer títulos para o clube, causar a admiração e o respeito dos torcedores e dos rivais. Tem que ser homem, ter caráter. E "ficar" com meninas de 16 anos com a esposa grávida ou "lamber" empresário e lesar o clube que diz que ama não é coisa de homem para mim.

    Preguinho é ídolo. Castilho é ídolo. Telê também. Thiago Silva poderia ser, mas preferiu um saco de dólares na conta de seu empresário...

    ST,

    ResponderExcluir
  10. 12 Sexta, 14 Maio 2010 13:15 Ivo
    O tricolor Will apresentou muitas idéias corretas, mas cometeu alguns equívocos. Acho extremamente acertado observar o estado lamentável no qual se encontra o Fluminense desde 1985, sem conquistas expressivas e sem ídolos. Comemorar a derrota do menguinho seria algo saudável caso estivéssemos ganhando títulos importantes, mas infelizmente não estamos. Entretanto, o caso Thiago Silva tem que ser pensado nas atuais circunstâncias, nas quais o jogador está preso ao empresário e segundo permanecer no Fluminense significava jogar num clube sem estrutura, sem projeto, sem dirigentes profissionais, ou seja, para a sua carreira poderia ser um desastre. Que nós continuemos torcendo por esta bandalha que se tornou o Fluminense é normal, mas querer um profissional arrisque sua carreira é cobrar do profissional uma atitude de torcedor. Thiago Silva apesar do pouco tempo no Fluminense teve atuações memoráveis, pena que o Fluminense não teve estrutura para segurá-lo por mais tempo tenho certeza que seria uma passagem ainda mais memorável. Tendo visto Rivelino, Edinho, Romerito e outros eu o escalaria tranquilamente no Fluminense de todos os tempos.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.