domingo, 22 de abril de 2012

Resenha: Vasco 3 x 2 Flamengo

Em um jogo eletrizante no Engenhão, o Vasco eliminou o Flamengo pela segunda vez em 2012. Mesmo marcando um gol logo no começo, com Vagner Love, o rubro-negro permitiu a virada do rival ainda no primeiro tempo, com gols de Éder Luís e Felipe. Logo no começo da segunda etapa, Felipe ampliou para o Vasco, cobrando pênalti. Kleberson ainda descontou, mas o placar ficou nisso: Vasco 3, Flamengo 2.

No próximo domingo, Vasco e Botafogo duelam pela Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O vencedor do encontro encara o Fluminense nos dois domingos seguintes, pelo título máximo do futebol do Rio de Janeiro em 2012.

**********

A grande surpresa da semifinal foi a boa atuação do árbitro Marcelo de Lima Henrique, famoso pela impressionante "sorte" que dá ao Flamengo (antes deste Flamengo x Vasco, apitara 12 clássicos ou decisões do rubro-negro: 10 vitórias do Fla, 1 empate e 1 derrota, retrospecto muito superior ao do mesmo Flamengo com outros árbitros). Estaria o árbitro tomando vergonha na cara, deixando de lado sua paixão clubística? Tomara, tomara!

Em tempo: a análise estatística não deixa de valer por causa de um jogo. Mesmo contando a derrota deste domingo, o retrospecto do Flamengo sob o apito de Lima Henrique ainda é bastante comprometedor, e sem paralelos na história do futebol carioca.

Algumas observações:
- hoje foi a primeira vez que o Flamengo saiu eliminado de uma partida apitada por Lima Henrique. Nas partidas decisivas anteriores, vencera o Madureira na final da Taça Guanabara de 2007, o Botafogo na final da Taça Guanabara de 2008, o Fluminense na semifinal da Taça Rio de 2009, e o Boavista na final da Taça Guanabara de 2011.
- a última (e até hoje única) derrota do Flamengo em clássico comandado por Lima Henrique fora para o Fluminense, no Brasileirão de 2010, há 1 ano e 11 meses. Nesta partida, eu levei uma faixa ao Maracanã, com os dizeres "O Ministério da Safadeza adverte: roube com moderação" (que, infelizmente, ficou poucos minutos exposta, após uma inaceitável censura dos policiais responsáveis pela partida).

**********

Cabe ressaltar que minha implicância não é apenas com Marcelo de Lima Henrique. Muitos outros árbitros da Federação do Rio de Janeiro já prejudicaram o Fluminense, conforme já demonstrei aqui. Péricles Bassols, Rodrigo Nunes de Sá, Felipe Gomes da Silva, Luís Antônio Silva dos Santos, William de Souza Nery e Antônio Schneider são alguns dos nomes que, em meu governo, estariam proibidos de chegar perto de um estádio com jogo do Fluminense.

**********

Os árbitros para os dois jogos da finalíssima do Campeonato Carioca serão sorteados entre Marcelo de Lima Henrique, Péricles Bassols e Luís Antônio Silva dos Santos. Sim, os três estão na lista dos que deveriam ser obrigados pela Justiça a permanecer fora de um raio de 10 quilômetros em torno do Engenhão nos dias dos jogos.

Não torço contra eles, pelo contrário: quero mais é que tenham uma atuação imparcial, como a que Lima Henrique teve hoje. E desejo-lhes boa sorte.

PC

8 comentários:

  1. http://blogdopcguima.blogspot.com.br/2012/04/idolo-flamenguista-e-demitido-apos.html

    --

    Foi pênalti ou não foi pênalti?

    ResponderExcluir
  2. Claro que foi pênalti. E a expulsão do Felipe não seria exagero...

    ResponderExcluir
  3. Márcio Sacramento @MSACRAMENTOS24 de abril de 2012 12:21

    A vitória do vasco foi irrefutável, principalmente pelo volume de jogo e chances. Mas você me dizer que tem certeza que foi pênalti, é excesso de bairrismo. Mesmo com muita boa vontade de achar que o juiz não foi pressionado com o excessivo chororô antecipado dos adversários e a estatística formulada em posts anteriores, em momento algum consigo ver pênalti claro no referido lance.

    Bem, paciência né?

    ResponderExcluir
  4. Aquelas estatísticas já forma mostradas antes de N jogos e nunca causaram efeito nenhum em MLH.

    ResponderExcluir
  5. O goleiro se deita no chão, estica a perna e derruba o atacante, dentro da área.

    Se isso não é pênalti, o que é pênalti?

    ResponderExcluir
  6. Repito: a expulsão do goleiro não seria exagero.

    ResponderExcluir
  7. Márcio Sacramento @MSACRAMENTOS25 de abril de 2012 12:50

    Bem, se o juiz viu pênalti, de fato devia mesmo expulsar o goleiro. Faltou critério. Mas a falta certamente, não fora tão clara assim. As duas pernas do Felipe passaram por entra as pernas do Alecssandro, tocando-se apenas após a conclusão, o seja, do chute. Independente disso, reconheço a superioridade do vasco e falta de competência do Fla em se defender e produzir. O pênalti marcado indevidamente não invalida a vitória vascaína.

    Abracettas.

    ResponderExcluir
  8. Não interessa que o choque tenha sido após o chute do atacante. Importa é que houve o contato. É falta.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.