sábado, 15 de setembro de 2012

Resenha: Tricolor 1 x 2 Atlético Goianiense

Robin Hood.

Amigos, muita gente tentará descobrir a causa da derrota do Fluminense na tática, nos desfalques, na atuação espetacular do goleiro Márcio, e até na falta de sorte. Entretanto, todas estas questões foram meros detalhes. O motivo fundamental da catástrofe de Volta Redonda é psicológico: este excelente time do Fluminense não sabe enfrentar equipes tecnicamente inferiores. Ponham nosso onze diante de um Internacional no Beira-Rio, de um São Paulo no Morumbi, de um Corinthians no Pacaembu, e ele é capaz de atuações memoráveis, de triunfos épicos. Talvez vencesse até a Seleção de 70 em carne, osso e magia. Entretanto, ao enfrentar o humilde lanterninha do Brasileirão, o time não consegue se impor, e espantosamente tropeça. Esta equipe, forjada a sangue, suor e lágrimas em 2009, sofre do complexo de Robin Hood: tira dos ricos para dar aos pobres.


Os exemplos de empates e derrotas inacreditáveis se sucedem como vagões de um trem descarrilado. Em 2010, dois empates com o fraquíssimo Grêmio Prudente e outro com o Goiás quase fizeram a taça escapar das Laranjeiras. Em 2011, aconteceram seis derrotas surreais para América, Atlético e Bahia, e o troféu de fato escapou. Este ano, já se foram pontos preciosos para o Figueirense e agora o Atlético Goianiense.


Esqueçam, portanto, a tática, os desfalques e tudo mais. O problema do Fluminense neste sábado estava na mentalidade do time. A solução para o dilema? Talvez esteja em fingir que todo adversário é um Barcelona, um carrossel holandês, um escrete húngaro ou uma Seleção de 70. Imaginando adversários cheios de Messis, Cruijffs, Puskas, Tostões e Pelés, talvez o Fluminense não perca mais, nunca mais. E aí o onze tricolor será capaz de tudo, inclusive levantar este sonhado tetracampeonato.



PC


15 comentários:

  1. PC, fiquei somente esperando o seu comentário - mesmo antes de ouvir as desculpas sem fim que serão ouvidas de todo o time e comissão técnica depois dessa vergonha. parece que percisamos de um psicólogo.

    gravei o jogo na Sky na TV, mas confesso que fiquei com medo se querer quebrar alguma coisa a optei por apagar por cautela.

    agora alguém me diga por favor: o outro time mereceu? ou entregamos o jogo literalmente?




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vi o jogo. O comentário na CBN foi que o time jogou mal, ou seja, não encontrava “soluções“ para furar a retranca. Deu azar em tomar um golaço de falta, perder Carlinhos e Sobis durante o jogo. Pressionou na base do abafa, mas teve aquele papo de “melhor partida do Atl-GO, time heróico“. Pra mim a tradução foi: jogamod mal e ainda por cima os caras jogarm bem. Contra o líder a motivação é sempre outra. Toda vez que o time estiver no topo tem que se preparar pra isso.

      Excluir
    2. Não vi o jogo. O comentário na CBN foi que o time jogou mal, ou seja, não encontrava “soluções“ para furar a retranca. Deu azar em tomar um golaço de falta, perder Carlinhos e Sobis durante o jogo. Pressionou na base do abafa, mas teve aquele papo de “melhor partida do Atl-GO, time heróico“. Pra mim a tradução foi: jogamod mal e ainda por cima os caras jogarm bem. Contra o líder a motivação é sempre outra. Toda vez que o time estiver no topo tem que se preparar pra isso.

      Excluir
  2. A rodada não acabou e ainda tem MUITO campeonato pela frente.
    O que nos faz falta agora são os (pelo menos) 10 pontos perdidos no apito, três (um ponto foi prá eles) no confronto diretoi com o Atlético-MG.

    ResponderExcluir
  3. Quanto ao jogo de ontem, pouco se falou da sequência de jogos, com apenas dois dias de descanso e viagens no intervalo, Santos (Rio, 6/9), Inter (PA-RS, 9/9), Lusa(SP, 12/9) e ATL-GO (V. Redonda, 15/9). Jogos quinta/domingo/quarta/sábado. A intensidade caiu, e uma solução seria usar, de forma melhor, os reservas.
    Obs.: o jogo com o galo será o final de sequência parecida.

    ResponderExcluir
  4. Segundo jogo sem Deco ou Wagner, segundo fiasco produtivo do meio campo.

    Esse papo de Atlético Goianiense heróico é blablabla. Fizeram dois gols espíritas. Um chute que o maluco só vai acertar igual em 2018 e uma cabeçada pro meio muito mal executada, que por enorme cagada encobre o goleiro. O time é fraquíssimo.

    O problema é que não tínhamos meio campo. Eles sistematicamente nos entregavam a posse de bola, mas nosso time não criava o suficiente pra furar o ferrolho.

    ResponderExcluir
  5. TIIMBUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!

    O Atlético foi mais uma vez beneficiado. Vitor teria de ser expulso (último homem) no pênalti em Araújo.

    ResponderExcluir
  6. Engraçado é o pessoal metendo o malho no Wagner e quando ele sai do time a gente vê a diferença que ele faz no time.

    Acho que ontem faltou sorte e inspiração e o mais problemático é que os jogadores que foram convocados caíram de rendimento.

    Att,

    BMZ

    ResponderExcluir
  7. Concordo, Big!

    Nem estava irreconhecível. Pelo que disseram os repórteres o Carlinhos foi substituído por opção do Abel. Ele foi outro que esteve mal, errou tudo quando subiu e proporcionou a maioria dos contra-ataques que direta ou indiretamente definiram a partida.
    Thiago Neves é meio sumido mesmo, ele costuma aparecer naquelas cobranças de falta e escanteio espetaculares...mas ele não bateu nenhum. O que houve? Por que o melhor batedor de bola parada do país não foi o responsável pela bola parada?

    Até o garoto Higor bateu falta.

    Isso me irritou muito.

    Será que Abel precisa ser lembrado de que Thiago Neves foi o responsável por nossa ida às quartas da Libertadores?

    Enfim, tomara que a coisa melhore pro próximo jogo.

    ResponderExcluir
  8. O benefício ao Atlético Mineiro não foi só a não-expulsão do Victor. O goleiro se adiantou escandalosamente na cobrança, e o juiz não mandou voltar.

    Mais um exemplo de árbitro frouxo...

    ResponderExcluir
  9. Sobre Thiago Neves não ter cobrado nenhuma falta e nenhum escanteio, também estranhei. O que está acontecendo???

    ResponderExcluir
  10. Muita gastação:

    http://www.youtube.com/watch?v=OJdpLYf8FY

    ResponderExcluir
  11. Corrigindo

    http://youtu.be/OJdpLYf8FY8

    ResponderExcluir
  12. PQP ri muito, Big!

    Ai ai! Realmente ganhar do Barça com Edinho e Fabinho não é pra qualquer um.

    ResponderExcluir
  13. E o Edinho é demais
    Como ele não tem
    E esse Matheus Carvalho é irado, é dez
    Mas o melhor é o lateral para a área
    Eu sooo-o-ou
    Eu sou o Abel Braga

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.