sábado, 11 de setembro de 2010

Resenha: Atlético Goianiense 2 x 1 Tricolor


Bem que o meu personagem do sábado poderia ser Deco, que fez um primeiro tempo memorável no Serra Dourada, com três passes de antologia. Por azar do Fluminense, apenas uma das três jogadas terminou em gol: as outras duas caprichosamente beijaram a trave.

Mas eu não farei do gajo da camisa 20 o personagem do sábado, por um motivo muito simples: o Fluminense sofreu a virada, por exclusiva responsabilidade do goleiro Fernando Henrique, bizarramente fora de forma. No primeiro gol do Atlético Goianiense, o arqueiro estava muito mal posicionado, escancarando o canto para o atacante William. No segundo, ele apresentou uma recorrente falha de fundamento, com uma péssima saída do gol, permitindo o cruzamento de Diogo para o gol de Juninho. Com agravantes: era o último minuto do jogo, e o Fluminense tinha um homem a mais em campo.

A condição de titular de Fernando Henrique é absolutamente insustentável. Suas excessivas falhas estão custando pontos preciosos ao Fluminense, pontos que podem decidir o Campeonato Brasileiro. O Tricolor não levanta esta taça há inacreditáveis vinte e seis anos, e não pode deixá-la escapar novamente por causa de um goleiro.

Justo um goleiro, justo a posição mais épica da história do Tricolor...

Com Marcos Carneiro de Mendonça, conquistamos o espetacular tricampeonato em 1919, e a Taça Colombo até hoje sorri na Rua Álvaro Chaves.

Com Batatais, conquistamos cinco canecos em seis anos, de 1936 a 1941. Quando mais precisamos dele, no lendário Fla-Flu da Lagoa, encerrou a partida com o ombro deslocado. E mesmo assim realizou defesas de cinema, garantindo o Campeonato.

Com Castilho, conquistamos a Copa Rio, tantos Cariocas, o Rio-São Paulo. Em mais de 250 partidas, o mito fez de sua meta uma bastilha inexpugnável.

Com Félix, conquistamos o Campeonato Brasileiro de 1970, e alguns Cariocas. Félix veio da Portuguesa para se tornar um herói tricolor.

Com Paulo Victor, conquistamos o Campeonato Brasileiro de 1984, e o inesquecível tricampeonato em 1985. Duílio e Ricardo olhavam para trás e se sentiam seguros: havia uma muralha azul a guarnecer as traves.

O herdeiro desta escola de grandes goleiros não é Fernando Henrique, não pode ser Fernando Henrique. Em 263 jogos, o sujeito sofreu 325 gols, uma média elevadíssima de 1,24 por jogo. Os números de Rafael, 63 gols em 60 jogos, são muito melhores.

Por respeito ao Fluminense, Fernando Henrique tem que entregar a camisa de titular. No mínimo, reconheça que está em má forma, e treine mais. No mínimo!

Por sorte, ainda somos os líderes do Campeonato Brasileiro. O Grêmio de Renato Gaúcho salvou o dia, ao bater nosso rival Corinthians, em pleno Pacaembu.

Na quarta-feira, temos a final do Campeonato no Engenhão. Fluminense e Corinthians batalharão nos noventa minutos mais importantes do ano. A torcida tricolor, tenho certeza, se fará presente. Vivos, doentes e mortos: estaremos todos no Estádio Olímpico.

Só esperamos que a escalação de Muricy comece com R.

PC
(resenha publicada no PAVILHÃO TRICOLOR)

22 comentários:

  1. O Fluminense jogou muito no primeiro tempo e deu azar com duas bolas na trave. FH falha no gol. No segundo, o time jogou um pouco menos. O Atlético fez uma bela partida, teve um jogador expulso, FH falha novamente. E mais uma vez perdemos um jogo que estava empatado e com um homem a mais. No carioca, o 3 a 3 com o Flamengo com 10 jogadores se tornou 5 a 3 Fla após Cuca sacar um zagueiro pra ganhar a partida. Fica a lição. Essa zaga PRECISA de 3 jogadores EM TODO O DECORRER DO JOGO, ela NÃO FUNCIONA com 2.

    Por favor, Muricy. Não quero ver esse filme outra vez!

    Custa botar o Rodriguinho no lugar do Washington no fim da partida pra explorar os contra-ataques em velocidade?

    ResponderExcluir
  2. "exclusiva responsabilidade do goleiro Fernando Henrique,"

    Concordo que ofh falhou e vem demonstrando isnegurança no go ltricolor, mas atribuir a ele a culpa pra derrota é um erro, uma falha na compreensão do que foi o jogo.
    O time jogou muito aquem do que poderia jogar, tanto no [in[icio, como no segundo tempo todo.
    Muricy mexeu muito mal n otime. Colocou belletti e Marquinho. Encheu o meio de volantes, esvaziou a zaga e deixou o ataque solitário.
    J.César deveria sair pra entrada de um Rodriguinho, talvez um W.silva( acho que tava no banco).
    Não sei o que tá acontecendo com o Muriçoca. Todo jogo ele só pensa em botar volantes. Das últimas partidas, ele só colocou atacante no jogo em que o Emerson se machucou.

    Sobre a substituição de goleiros. Precisamos de outro, mas nào vejo esse outro sendo Rafael ou Ricardo Berna. Nunca demonstraram total segurança. A solução seria contratar outro, um goleiro bom, nível de seleção.
    Mas a grande questão é, deixar o fh contra o corinthians ou colocar um goleiro que não joga faz um tempão. É jogo decisivo. É rezar e torcer pro fh mesmo. Eu nào mudaria essa hora.

    ResponderExcluir
  3. Deco constrói, Belletti destrói!
    Do FH não falo mais nada. No flunáticas escrevi minhas últimas palavras... Preferia um cone!
    Agora, se tivesse certeza q o Belletti jogaria ao menos 5 min no jogo contra o Corinthians não compraria meu ingresso.
    Um recadinho pro Adilson Batista que secou o Flu. O macumbeiro disse q um dia o Flu perderia, mas o que ele não sabia q nesse mesmo dia seu time perderia em casa, acabando com sua invencibilidade, pro time do Renato Gaúcho e desperdicidando mais um penalti q não vi, mas nem preciso, tenho certeza q foi presentinho do apito amigo! Eu não consigo parar de rir... HAHAHAHAHAHAHA!
    Viu tricolores, nem tudo é tristeza!
    Com Ronaldo e RC em campo, o Flu tem tudo pra levar os 3 pontos. Só falta acabar com a símdrome do gol dos últimos minutos!!!
    ST

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Lamentável, mais uma vez. Perdi o primeiro tempo, mas vi os 'melhores momentos' e contemplei a grande bosta que FH fez. Esse cara é goleiro profissional mesmo? Nem eu, no alto dos meu 1,64m e sendo péssimo no futebol, deixaria todo aquele espaço pra o cara chutar.

    E ele demorou anos pra voltar para a trave no momento do segundo gol do Atl-GO.

    Precisamos de um goleiro efetivamente bom! Enquanto isso, acho que Rafael poderia tapar os buracos. O time é diferente do que jogava no início do ano, a zaga está menos insegura e talvez Rafael mostre serviço se retomar a nº 1.

    Falou!

    ResponderExcluir
  6. Concordo que FH tem de sair do time, mas Rafael nunca me passou segurança alguma. Se for pra arriscar de novo que seja com Berna...

    ResponderExcluir
  7. Fernando Henrique NÃO PODE MAIS ATUAR.

    A partir de hoje, quem defende a titularidade dele tem que ser INTERNADO.

    Ricardo Berna ou Rafael. Fernando Henrique não.

    ResponderExcluir
  8. O FH não estava numa seleção do campeonato postada aqui? Hehehe... ele é muito ruim de fato. Eu disse isso naquela época. EU AVISEI!

    Não consigo me lembrar de um time campeão brasileiro sem um grande goleiro. A sorte do Flu é que o Corinthians tampouco tem um bom n°1. Talvez o Fluminense consiga esse feito neste ano. Ou não, o Botafogo está aí!

    ResponderExcluir
  9. O FH pode ter falhado, mas mesmo correndo o risco de ser INTERNADO Pelo PC, não trocaria ele no próximo jogo. Manteria, sim, o time com 3 zagueiros. Antes do cara falhar, pq não colocamos um atacante ao invés de mais um jogador no meio? Marquinho e Beletti (que nem teve tempo de jogar) e quem mais no meio, pô??? Muricy, nesse caso, tb falhou. E o Conca não jogou tão bem, pq entramos com J.Cesar perdido entre o meio e a lateral. Matou o Carlinhos. Para quarta, eu deixaria o Carlinhos e colocava o JC no banco. O Bob (que nem morro de amores) deverá retornar e vamos pra guerra! Pq quarta contra essa mulambada paulista é guerra pura! E pode me INTERNAR, PC. Para o ano que vem, sim, temos que ter um goleiro de ponta, mas a essa altura, vamos de FH mesmo.
    *
    Ah, e me pareceu que no jogo de ontem, enquanto estava empate, os jogadores se poupavam para não levarem amarelo ou se machucar e ficarem de fora da verdadeira decisão. Me pareceu isso.
    *
    E por favor, quem for quarta, incentive o time. Quem quiser vaiar, ou vaie no final em caso de mau resultado (isola!!!) ou fiquem em casa, vendo pela TV.
    *
    Tenho dito!

    ResponderExcluir
  10. Caro PC,

    FH é ruim, irregular, pega bolas difíceis e entrega as fáceis. Falha sempre em faltas nas imediações da área (duas contra o Guarani e uma contra São Paulo). Não tem senso de colocação e não sabe sair do gol, mal que aflige também a Rafael e Berna. E aí é que pergunto: o que faz o treinador de goleiros? A meu ver também é incompetente.

    No jogo de ontem FH falhou feio no primeiro gol. Quanto ao segundo, atribuo a falha ao Muricy, que insiste em colocar o Belletti completamente fora de forma e o Marquinho, que nada acrescenta.

    Não esqueça de que se não fosse a lambança do Belletti, perdendo a bola infantilmente no meio campo, não teríamos tido o contra-ataque e o FH não teria tido a chance de falhar outra vez.

    Esse foi o tema do blog do Tricolor Verdadeiro, onde são computados os pontos perdidos por culpa exclusiva do Belletti e de quem o escala (cinco no total).

    Quanto aos goleiros (os três) são fracos e a culpa cabe a esses diretores incompetentes que não contratam um goleiro minimamente eficaz.

    Creio que se olharem com cuidado, acharão na Série B, alguém melhor do que essas três malas.

    Quanto à zaga, não conheço o potencial desse zagueiro que veio do Flamengo, mas não pode ser pior do que Gum e André Luiz.

    Quanto ao Renato Gaúcho, embora agradeça a vitória sobre o Corinthians, não consigo esquecer a Libertadores jogada fora pela insistência com o Ygor. Falando nisso, vc já viu qual será a próxima contratação do Grêmio? Ele mesmo, o PerYgor, o que dá forças aos comentários da época sobre a maracutaia.

    Abraços e saudações tricolores.

    ResponderExcluir
  11. Minoru, a "seleção" na qual aparecia o FH não era daqui, era da Revista Placar.

    ResponderExcluir
  12. Fazendo uma lista de vários goleiros que defenderam o Fluminense nos últimos 40 anos: Félix, Roberto, Nielsen, Renato, Wendell, Paulo Goulart, Paulo Victor, Ricardo Cruz, Wellerson, Diogo, Nei, Murilo, Kleber, FH, Diego, Rafael, Ricardo Berna.
    Na minha opinião, fazendo um ranking com todos eles, o FH seria o último. Paulo Victor, o melhor.
    Hoje, além dele temos problemas com a zaga (AL?) e com o os reservas para o meio (BLT?) e para o Emerson.
    Se passarmos por essa fase de suspensões e contusões entre os primeiros e o time for escalado com:
    Rafael (ou mesmo Berna), Mariano, Gum, LE, Carlinhos, Diogo, Diguinho, Deco e Conca, Emerson e Fred.
    Banco: Berna (ou Rafael ou mesmo Klever, pra não correr riscos), Thiago Salles, Julio Cesar, Valencia, Marquinho, Equi Gonzalez e Washington.
    Um dos quatro da frente cansou, lá pelos 15min do 2º tempo, coloca um do banco que corra.

    ResponderExcluir
  13. Caro amigo Leandro, você prefere ser internado no Pinel ou no Colibri?

    Se for no Pinel, prometo te visitar uma vez por semana, porque é pertinho aqui de casa. :)

    ResponderExcluir
  14. Caro PC, vc decidiu por mim. Assim, posso ficar lá e ser muito bem informado sobre o nosso Tricolor por vc! E ainda vai ter que ouvir eu contando as grandes defesas do FH no jogo contra o curingão!!! Eheheh...
    *
    E lembrem-se, pode piorar. Basta ver que depois do FHc veio o Lula!!!! Querem pior?

    ResponderExcluir
  15. RENATO GAUCHO!! RENATO GAUCHO!!!

    Depois que o FH parou de usar os pés com tanta freqüência, ele caiu muito de rendimento. Não que ele fosse um goleiro fantástico, mas não estava do jeito que está hoje. Nunca vi uma fase tão ruim do FH.

    Mais o problema é que nem o Rafael e muito menos o Berna tem condições de ser titular, eles são fracos também.

    Porém, o Fluminense já contratou um grande goleiro a pouco tempo, o Diego, mas parece que chegando ao Flu ele desaprendeu tudo, acho que a culpa das falhas esta em outro lugar.

    --

    Mudando de assunto, parece que o GEPE proibiu instrumentos na parte superior das arquibancas do engenhão, assim restrigindo as organizadas a ala sul do estádio, o que transforma o estádio em um campo neutro.

    http://flusocio.com.br/blog/2010/09/12/instrumentos-proibidos-no-engenhao/

    Acho que o problema do Fluminense não está só dentro de campo, parece que estamos sendo sabotados por todos, inclusive nós mesmos.

    []'s

    ResponderExcluir
  16. Amigos,
    Não acho que a partida contra o Corinthians será uma final antecipada, embora tenhamos que encará-la assim devido aos recentes tropeços. Mas ela seria como uma semifinal que nos levaria mais a frente a um confronto final contra outros 4 times que tb possuem elencos qualificados para serem campeões, caso de Cruzeiro, Botafogo, Santos e Internacional. O Fluminense tem que mudar urgentemente esse goleiro. Um goleiro tão irregular assim não pode continuar no Fluzão. Se compararmos nosso goleiro com os demais times candidatos ao título, seremos motivo de chacota por causa dele. Nenhum time pode perder 10 pontos descaradamente assim. FH deve sair agora, pelo bem do Fluminense.

    ResponderExcluir
  17. E ai PC, blz.
    Vou concordar com vc, FH foi mal pra caramba e pode colocar na conta dele essa derrota... mas não podemos esquecer que o Flu tinha um homem a mais e que não matou o jogo por erro dos atacantes.... quando o goleiro erra é ruim, quando o atacante erra é azar????

    BLOG DO CLEBER SOARES
    www.clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. PC, creio que o problema ta fora das quatro linhas, sendo bem direto no nosso treinador de goleiros. Há um bom tempo o Flu sofre a instabilidade da posição, nunca temos segurança no arqueiro titular, é so falhar seguidas vezes que já começamos as vaias.

    Pra esse campeonato as opçoes que temos são iguais: FH e Rafael tem altos e baixos e Berna faz figuração no elenco.

    abs,

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.