segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

As maiores vendas da história do futebol carioca

Gérson, o jogador mais caro já vendido por um clube do Rio de Janeiro.
A Roma desembolsou o equivalente a 61 milhões de reais por ele, em 2015.

Na última quinta-feira, 26, o Flamengo anunciou a negociação do lateral-esquerdo Jorge para o Monaco, por cerca de 27 milhões de reais. Este foi o maior valor nominal que o clube rubro-negro já recebeu por um atleta em toda a sua história, superando os 25 milhões de reais da venda de Renato Augusto, em 2008.

Segue abaixo a lista com as maiores vendas da história do futebol carioca, pelos valores nominais em reais, na época de cada transação. Naturalmente, só aparecem as transações a partir de 1994, quando o real passou a ser a moeda brasileira, dando fim à loucura da hiperinflação. Os valores são os divulgados pela imprensa nas respectivas ocasiões:
1º. Gérson (Fluminense – Roma, 2015), R$ 61 milhões.
2º. Thiago Silva (Fluminense – Milan, 2008), R$ 32,1 milhões.
3º. Kenedy (Fluminense – Chelsea, 2015), R$ 31,2 milhões.
4º. Vitinho (Botafogo – CSKA Moskva, 2013), R$ 31 milhões.
5º. Dória (Botafogo – Olympique Marseille, 2014), R$ 29,5 milhões.
6º. Jorge (Flamengo – Monaco, 2017), R$ 27 milhões.
7º. Wellington Nem (Fluminense – Shakhtar Donetsk, 2013), R$ 25,4 milhões.
8º. Renato Augusto (Flamengo – Bayer Leverkusen, 2008), R$ 25 milhões.
9º. Thiago Neves (Fluminense – Hamburgo, 2008), R$ 22 milhões.
10º. Rômulo (Vasco – Spartak Moskva, 2012), R$ 20 milhões.
11º. Marlon (Fluminense – Barcelona, 2016), R$ 20 milhões.
12º. Roger Flores (Fluminense – Benfica, 2000), R$ 19,6 milhões.
13º. Thiago Neves (Fluminense – Al Hilal, 2013), R$ 18 milhões.
14º. Vagner Love (Flamengo – CSKA Moskva, 2013), R$ 16,2 milhões.
15º. Marcelo (Fluminense – Real Madrid, 2007), R$ 16 milhões.
16º. Samir (Flamengo – Udinese, 2015), R$ 16 milhões.
17º. Elkeson (Botafogo – Guangzhou Evergrande, 2013), R$ 15,6 milhões.
18º. Adriano (Flamengo – Internazionale, 2001), R$ 15,5 milhões.
19º. Darío Conca (Fluminense – Guangzhou Evergrande, 2011), R$ 15,5 milhões.
20º. Alex Teixeira (Vasco – Shakhtar Donetsk, 2009), R$ 15,3 milhões.
21º. Wallace (Fluminense – Chelsea, 2013), R$ 14,3 milhões.
22º. Wagner (Fluminense – Tianjin Teda, 2015), R$ 14,2 milhões.
23º. Dedé (Vasco – Cruzeiro, 2013), R$ 14 milhões.
24º. Hernane (Flamengo – Al Nassr, 2014), R$ 13,6 milhões.
25º. Danilo (Vasco – Braga, 2013), R$ 13,5 milhões
26º. Maicosuel (Botafogo – Hoffenheim, 2009), R$ 13 milhões.
27º. Maicosuel (Botafogo – Udinese, 2012), R$ 13 milhões.
28º. Dodô (Botafogo – Al Ain, 2006), R$ 12,5 milhões.
29º. Diego Souza (Vasco – Al-Ittihad, 2012), R$ 12,3 milhões.
30º. Douglas (Vasco – Dnipro Dnipropetrovsk, 2013), R$ 11 milhões.
31º. Carlos Alberto (Fluminense – Porto, 2004), R$ 10 milhões.
32º. Philippe Coutinho (Vasco – Internazionale, 2008), R$ 10 milhões.
33º. Wellington Silva (Fluminense – Arsenal, 2010), R$ 10 milhões.
34º. Darío Conca (Fluminense – Shanghai SIPG, 2015), R$ 9,2 milhões.
35º. Marquinho (Fluminense – Roma, 2012), R$ 9,1 milhões.
36º. Fábio Pereira (Fluminense – Manchester United, 2008), R$ 9 milhões.
37º. Rafael Pereira (Fluminense – Manchester United, 2008), R$ 9 milhões.
38º. Lucas Ribamar (Botafogo – 1860 München, 2016), R$ 9 milhões.
39º. Mariano (Fluminense – Bordeaux, 2011), R$ 8,5 milhões.
40º. Alan (Fluminense – Red Bull Salzburg, 2010), R$ 8,1 milhões.
41º. Cortês (Botafogo – São Paulo, 2011), R$ 8 milhões.
42º. Souza (Vasco – Porto, 2010), R$ 7,7 milhões.
43º. Ibson (Flamengo – Porto, 2005), R$ 7,5 milhões.
44º. Allan (Vasco – Udinese, 2012), R$ 7,5 milhões.
45º. Kayke (Flamengo – Yokohama Marinos, 2016), R$ 7,5 milhões.
46º. Gilberto (Botafogo – Fiorentina, 2015), R$ 7,1 milhões.
47º. Fellipe Bastos (Vasco – Al Ain, 2015), R$ 7 milhões.

Estatística das vendas por clube:
1º. Fluminense, 20 entre as 47 maiores (5 entre as 10 maiores).
2º. Vasco, 10 entre as 47 maiores (1 entre as 10 maiores).
3º. Botafogo, 9 entre as 47 maiores (2 entre as 10 maiores).
4º. Flamengo, 8 entre as 47 maiores (2 entre as 10 maiores).

Diferenças para demais rankings publicados em outros sites se devem aos seguintes fatores:
- moeda adotada para os preços (devido à variação das cotações ao longo do tempo, o valor de um atleta em euros pode ser maior que o de outro, ainda que o valor em reais seja menor);
- divergências nas notícias (a mesma negociação às vezes aparece com valores diferentes em cada notícia - aqui, adotamos o valor que pareceu mais razoável, quando havia divergências);
- diferentes correções monetárias adotadas para corrigir as distorções causadas pela inflação (aqui, não aplicamos nenhuma correção monetária);
- diferentes critérios quanto aos valores (aqui, consideramos o valor total da transação - alguns rankings consideram apenas o valor recebido efetivamente pelo clube).

Se algum nome estiver faltando na lista, pedimos que nos avisem nos comentários, para que seja feita a devida correção. Agradecemos antecipadamente pela colaboração.

PCFilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.