segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Os títulos do Fluminense na Copa São Paulo de Futebol Júnior

Foto: comemoração dos jovens tricolores levantando a Copa São Paulo de 1986.

Atendendo a muitos pedidos, resolvi escrever este post para relatar um pouco da história gloriosa do Fluminense na Copa São Paulo de Futebol Júnior, a Copinha, principal competição das categorias de base no Brasil. Vários atletas que tiveram bem-sucedidas carreiras profissionais, no Fluminense e/ou em outros clubes, além da Seleção Brasileira, foram revelados nestas campanhas, dentre os quais Carlos Alberto Pintinho, Edinho, Kléber, Mário Marques, Ricardo Pinto, Alexandre Torres, Eduardo, João Santos, Sílvio e Franklin.

Seguem abaixo os detalhes das cinco campanhas vitoriosas do Fluminense Football Club na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Tricolor sagrou-se campeão da Copinha nos anos de 1971, 1973, 1977, 1986 e 1989. É o segundo clube mais vitorioso da história da competição, atrás apenas do Corinthians, que tem 9 títulos. O Fluminense também tem dois vice-campeonatos na Copa São Paulo, nas edições de 1979 (Marília campeão) e 2012 (Corinthians campeão).

*****

I) Copa São Paulo 1971
19/12/1970 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 9 (Silvinho 3, Eduardo 3, Vanderlei, Té e Fernando), Nitro-Química/SP 1 (Rubinho)
09/01/1971 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 2, Ponte Preta 2
30/01/1971 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 0, Corinthians 0
13/02/1971 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 1 (Onofre), São Paulo 1 (Luiz Augusto) - na definição por pênaltis, vitória do Fluminense por 3 a 1
28/02/1971 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 2 (Antônio Carlos e José Augusto), Nacional/SP 1 (Vicente)
06/03/1971 - Centro Esportivo de Pirituba (São Paulo) - Fluminense 3 (Silvinho 2 e José Augusto), Botafogo 3 (Tuca, Galdino e Luizinho) - na prorrogação, Fluminense 1 (Onofre), Botafogo 1 (Edinho) - na definição por pênaltis, vitória do Fluminense por 4 a 3
FLUMINENSE CAMPEÃO!
(escalação do Fluminense na decisão: César Augusto; Dejair, Pogito, Carlos Gomes e Jorge Carlos; Jorge Henriques e Fernando; José Augusto, Silvinho, Eduardo (Onofre) e Antônio Carlos (Bequinha). O comando técnico do time era do ídolo Pinheiro.)

*****

II) Copa São Paulo 1973
11/11/1972 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 6 (Anselmo 2, Té 2, Kléber e Luiz Alberto), Nitro-Química/SP 0
14/11/1972 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 4 (Luiz Alberto 2, Marinho e Silvinho), Coritiba 1
09/01/1973 - Fluminense W x O Internacional (o clube gaúcho abandonou o torneio)
16/01/1973 - Parque São Jorge (São Paulo) - Fluminense 1 (Miranda), Nacional/SP 0
20/01/1973 - Parque São Jorge (São Paulo) - Fluminense 0, Grêmio 0 - na definição por pênaltis, vitória do Fluminense por 5 a 4 (gols tricolores na disputa marcados por Pogito, Carlos Alberto Pintinho, Kléber, Marinho e Té)
25/01/1973 - Parque São Jorge (São Paulo) - Fluminense 0, Corinthians 0 - na prorrogação, Fluminense 2 (Té e Silvinho), Corinthians 0
FLUMINENSE BICAMPEÃO!
(o segundo tempo e a prorrogação da final podem ser vistos no Youtube; escalação do Fluminense na decisão: Willys; Zé Maria, Jorge Henrique, Marinho e Carlinhos; Carlos Alberto Pintinho, Kléber e Anselmo (Erivelto); Té, Luiz Alberto (Silvinho) e Euclides. Como na conquista de 1971, comando técnico foi do ídolo Pinheiro. Carlos Alberto Pintinho foi eleito o craque da Copinha. Sobre o elenco campeão, O Estado de São Paulo escreveu: "Dos 18 jogadores que o Fluminense utilizou no campeonato, o que mais se destacou foi Carlos Alberto [Pintinho], de 19 anos, que começou no dente-de-leite do clube, em 1968, e já defendeu a Seleção Brasileira da categoria por duas vezes: em 1972, no torneio de Cannes, e na Olimpíada. Marinho, 20 anos, que já jogou no time principal algumas vezes; Nielsen Elias, 21 anos, [goleiro] que foi titular da Seleção olímpica; e Silvinho, centroavante, 20 anos, artilheiro do time, foram outros elementos de destaque.". Outro nome importante que estava no plantel campeão da Copinha de 1973 é o zagueiro Edinho, que viria a se tornar um ídolo tricolor nos anos seguintes, e disputaria três Copas do Mundo pela Seleção Brasileira. O lateral-esquerdo Carlinhos e o meia Kléber, titulares na conquista dessa Copinha, eram irmãos.)

Um lance da decisão: o goleiro tricolor Willys vence disputa com Ivan "Terrível".
O Fluminense derrotou o Corinthians em pleno Parque São Jorge, na prorrogação.

Pinheiro, uma lenda do Fluminense dentro e fora das quatro linhas.
É o treinador mais vitorioso da história da Copa São Paulo, campeão em 71, 73 e 77.

*****

III) Copa São Paulo 1977
11/01/1977 - Rua Comendador Souza (São Paulo) - Fluminense 2 (Edevaldo e Mário Marques), Grêmio 1
15/01/1977 - Rua Comendador Souza (São Paulo) - Fluminense 4 (Gilcimar, Robertinho, Gílson e Zezé), Cruzeiro 3
20/01/1977 - Fluminense 2 (Zezé 2), Internacional 1
23/01/1977 - Morumbi (São Paulo) - Fluminense 1 (Mário Marques), Ponte Preta 1 (João Carlos) - na prorrogação, Fluminense 1 (Bené), Ponte Preta 0
FLUMINENSE TRICAMPEÃO!
(escalação do Fluminense na decisão: Pavão; Edevaldo, Viler, Walter e Roberto; Dufrayer, Cléber e Mário Marques; Gilcimar, Robertinho (Bené) e Zezé. Assim como nas duas primeiras conquistas da Copinha, em 1971 e 1973, o comando técnico foi de Pinheiro. O público da final foi o maior da história da Copa São Paulo - 67.608 pagantes, que também assistiram ao amistoso da Seleção Brasileira contra a Bulgária, na sequência - o Brasil venceu por 1 a 0, gol de Roberto Dinamite.)

Fluminense tricampeão da Copinha, em 1977.

Fluminense tricampeão da Copinha em 1977, time titular.

Mário Marques, autor do primeiro gol tricolor na decisão, com a taça.
Naquele mesmo ano, ele estrearia na equipe principal do Fluminense..
Fez 200 jogos no profissional, entre 1977 e 1982. Foi campeão carioca em 1980.

Gols da decisão da Copa São Paulo de 1977, no Morumbi.

*****

IV) Copa São Paulo 1986
12/01/1986 - Fluminense 0, Santa Cruz 2
14/01/1986 - Fluminense 2, Guapira/SP 1
16/01/1986 - Fluminense 1, Palmeiras 0
18/01/1986 - Fluminense 1, Santo André 0
21/01/1986 - Rua Javari (São Paulo) - Fluminense 2, Bangu 0
23/01/1986 - Fluminense 1, América/SP 0
26/01/1986 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 2 (Eduardo e Fábio), Ponte Preta 0
FLUMINENSE TETRACAMPEÃO!
(escalação do Fluminense na decisão: Ricardo Pinto; Alexandre Torres, Rangel, João Carlos e Eduardo; João Santos, Muller e Anselmo (Cruz); Charles (Zé Maria), Fábio e Walbert. O comando técnico foi de Toninho Ângelo. O atacante Charles foi eleito o melhor jogador da Copinha. Ricardo Pinto é o goleiro que disputaria mais de 200 jogos como profissional do clube. Alexandre Torres é filho de Carlos Alberto Torres, ídolo do Fluminense e do Santos. Eduardo, autor do primeiro gol da final, é o lateral-esquerdo que jogou nas equipes profissionais de Fluminense, Cruzeiro, Vasco, Grêmio, Santos, Botafogo, Ponte Preta e Friburguense.)

Os tetracampeões da Copinha (site Melhores da Base).

Fluminense tetracampeão da Copinha, em 1986. (Gazeta Press)
Em pé: Muller, João Carlos, Alexandre Torres, Rangel, Ricardo Pinto e Eduardo.
Agachados: João Santos, Fábio, Anselmo, Charles e Walbert.


Gols da final da Copa São Paulo de 1986, no Pacaembu.

*****

V) Copa São Paulo 1989
07/01/1989 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 2, Nacional/SP 2 - nos pênaltis, vitória do Fluminense por 5 a 4
10/01/1989 - Canindé (São Paulo) - Fluminense 1, Portuguesa 0
12/01/1989 - Rua Javari (São Paulo) - Fluminense 1, XV de Piracicaba 2
14/01/1989 - Centro de Treinamento (São Paulo) - Fluminense 1 (Alexandre Gama (olímpico)), América/SP 0
16/01/1989 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 2 (Sílvio 2), Internacional 1 (Guedes)
19/01/1989 - Pacaembu (São Paulo) - Fluminense 1 (Sílvio (pênalti)), Juventus 0
FLUMINENSE PENTACAMPEÃO!
(escalação do Fluminense na decisão: Jeferson; China, Tito, Marcelo Barreto e César Diniz; Carlos André, Marcelo Gomes e Robert; Alexandre Gama (Nílson), Sílvio e Franklin. O comando técnico foi de Sebastião Rocha. Também participaram da campanha do título os atacantes César e Ronaldo Alfredo. O centroavante Sílvio, autor dos dois gols da semifinal e do gol do título, foi eleito o melhor jogador da Copinha.)

Os melhores momentos da final da Copa SP de 1989, e o gol de Sílvio, cobrando pênalti.

Fluminense pentacampeão da Copinha, em 1989. (Revista Placar)
Em pé: China, César Diniz, Marcelo Barreto, Tito, Jeferson e Carlos André.
Agachados: Alexandre Gama, Marcelo Gomes, Sílvio, Robert e Franklin.

Os campeões da Copa São Paulo de 1989 festejam com a taça. (Revista Placar)

*****

PCFilho

(fontes de pesquisa: acervo do Flu-Memória, Revista Placar, Site Melhores da Base, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil, Gazeta Press, RSSSF Brasil, Wikipedia e arquivos pessoais)

(agradecimentos especiais pela generosa colaboração: Alexandre Magno Barreto BerwangerDhaniel Cohen e Carlos Santoro)

Um comentário:

  1. Pena que nosso tricolor não ganha a Copinha há muito tempo e já foi ultrapassado e bem pelo Corinthians, mas pelo menos temos revelado muitos jovens, e aliás acho que isso tem ajudado muito o clube nessa era pós Unimed.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.