quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 29 de fevereiro



1908: Fluminense, Botafogo, America, Paysandu, Rio Cricket e Riachuelo refundaram a Liga Metropolitana de Sports Athléticos (LMSA), em substituição à entidade anterior, que fora extinta na polêmica do Campeonato Carioca de 1907. Francis Henry Walter, presidente do Fluminense, foi escolhido o primeiro mandatário da LMSA. O Fluminense conquistaria os dois primeiros Campeonatos organizados pela nova Liga, em 1908 e 1909, ambos de maneira invicta.

1924: Fluminense, Flamengo, Botafogo, Bangu e America fundaram a Associação Metropolitana de Esportes Athléticos (AMEA), escolhendo o presidente tricolor Arnaldo Guinle como mandatário da nova entidade. Os fundadores da AMEA haviam se desfiliado da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres (LMDT), por divergências na questão do chamado "amadorismo marrom", praticado por alguns clubes. (Apesar de a ata da fundação estar datada de 1º de março, a reunião de fato ocorreu em 29 de fevereiro, naquele ano bissexto.) O Fluminense seria o primeiro campeão da nova entidade.

1956: em jogo válido pelo terceiro turno do Campeonato Carioca de 1955, diante de 94.816 presentes (87.510 pagantes) no Maracanã, o Fluminense derrotou o Flamengo por 3 a 2, graças aos gols de Paulinho (dois) e Escurinho. A vitória tricolor foi bastante celebrada, porque era uma questão de honra, após o trágico revés por 6 a 1 no duelo do segundo turno (vide 18 de dezembro).

1984: em partida válida pela primeira fase do Campeonato Brasileiro, em São Januário, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Ferroviário de Fortaleza, com dois gols de Wilsinho. Com cinco vitórias, dois empates e uma derrota, o Tricolor iniciava a campanha da conquista do segundo Brasileirão da sua história.

2012: no primeiro jogo do segundo turno do Campeonato Carioca, no Raulino de Oliveira, o Fluminense perdeu por 2 a 1 para o Resende (Rafael Sobis marcou o gol tricolor). O árbitro Rodrigo Nunes de Sá ignorou pênalti claro para o Fluminense. O Tricolor, campeão do primeiro turno, já estava classificado para a decisão da competição, e terminaria campeão (vide 6 e 13 de maio).

PCFilho

Efemérides tricolores - 28 de fevereiro


1971: na quarta rodada da primeira fase da Copa Libertadores, o Fluminense obteve sua quarta vitória: 4 a 1 sobre o Deportivo Galícia, da Venezuela, diante de 41.092 pagantes no Maracanã. Os gols da vitória tricolor foram anotados por Flávio (dois, um de pênalti) e Samarone (dois).

1994: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Olaria, gols de Branco (de falta), Wallace e Ézio.

2007: na partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil, no Maracanã, o Fluminense venceu a Adesg, do Acre, por 6 a 0, gols de Alex Dias, Cícero, Thiago Neves (dois), Thiago Silva e Lenny, confirmando sua classificação à segunda fase. Era o início da campanha que culminaria na conquista do título da competição, após final contra o Figueirense (vide 6 de junho).

2010: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense derrotou o Friburguense por 5 a 1, graças aos gols de Fred, Wellington Silva, Éverton, Darío Conca e André Lima.

****

Aniversariantes do dia:

Humberto Cardoso da Silva, o Betinho (1967), meio-campista que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1999, tendo participado da conquista da Série C do Campeonato Brasileiro.

Rogério Fidélis Régis, o Rogério (1976), lateral-direito e meio-campista paulista, natural de Campinas, com 2 gols marcados em 36 jogos pelo Fluminense, na temporada de 2006. Seus gols com a camisa tricolor foram contra o Madureira e o Atlético Paranaense.

PCFilho

Ranking: atores que mais venceram o Oscar

Katharine Hepburn, a maior vencedora da história.

Ganhar um Oscar já é uma façanha na carreira de um ator, que o coloca no panteão dos maiores da história do cinema. Há, porém, um grupo ainda mais seleto: o daqueles que possuem duas ou mais estatuetas em suas estantes. São os quarenta e um nomes listados abaixo.

1º. Katharine Hepburn: 4 vitórias em 12 indicações:
- melhor atriz, "Morning Glory" (1933);
- melhor atriz, "Guess Who's Coming to Dinner" (1967);
- melhor atriz, "The Lion in Winter" (1968);
- melhor atriz, "On Golden Pond" (1981).

2º. Meryl Streep: 3 vitórias em 21 indicações*:
- melhor atriz coadjuvante, "Kramer vs. Kramer" (1979);
- melhor atriz, "Sophie's Choice" (1982);
- melhor atriz, "The Iron Lady" (2011).
* a 21ª indicação de Meryl Streep é deste ano, para melhor atriz, em "The Post" (2018).

3º. Jack Nicholson: 3 vitórias em 12 indicações:
- melhor ator, "One Flew Over the Cuckoo's Nest" (1975);
- melhor ator coadjuvante, "Terms of Endearment" (1983);
- melhor ator, "As Good as It Gets" (1997).

4º. Ingrid Bergman: 3 vitórias em 7 indicações:
- melhor atriz, "Gaslight" (1944);
- melhor atriz, "Anastasia" (1956);
- melhor atriz coadjuvante, "Murder on the Orient Express" (1974).

5º. Daniel Day-Lewis: 3 vitórias em 6 indicações*:
- melhor ator, "My Left Foot" (1989);
- melhor ator, "There Will Be Blood" (2007);
- melhor ator, "Lincoln" (2012).
* a 6ª indicação de Daniel Day-Lewis é deste ano, para melhor ator, em "Phantom Thread" (2018).

6º. Walter Brennan, 3 vitórias em 4 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Come and Get It" (1936);
- melhor ator coadjuvante, "Kentucky" (1938);
- melhor ator coadjuvante, "The Westerner" (1940).

7º. Bette Davis, 2 vitórias em 10 indicações:
- melhor atriz, "Dangerous" (1935);
- melhor atriz, "Jezebel" (1938).

8º. Spencer Tracy, 2 vitórias em 9 indicações:
- melhor ator, "Captains Courageous" (1937);
- melhor ator, "Boys Town" (1938).

9º. Marlon Brando, 2 vitórias em 8 indicações:
- melhor ator, "On the Waterfront" (1954);
- melhor ator, "The Godfather" (1972).

10º. Jack Lemmon, 2 vitórias em 8 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Mister Roberts" (1955);
- melhor ator, "Save the Tiger" (1973).

10º. Denzel Washington, 2 vitórias em 8 indicações*:
- melhor ator coadjuvante, "Glory" (1989);
- melhor ator, "Training Day" (2001).
* a 8ª indicação de Denzel Washington é deste ano, para melhor ator, em "Roman J. Israel, Esq." (2018).

12º. Jane Fonda, 2 vitórias em 7 indicações:
- melhor atriz, "Klute" (1971);
- melhor atriz, "Coming Home" (1978).

12º. Dustin Hoffman, 2 vitórias em 7 indicações:
- melhor ator, "Kramer vs. Kramer" (1979);
- melhor ator, "Rain Man" (1988).

14º. Cate Blanchett, 2 vitórias em 7 indicações:
- melhor atriz coadjuvante, "The Aviator" (2004);
- melhor atriz, "Blue Jasmine" (2013).

14º. Robert de Niro, 2 vitórias em 7 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "The Godfather Part II" (1974);
- melhor ator, "Raging Bull" (1980).

16º. Jessica Lange, 2 vitórias em 6 indicações:
- melhor atriz coadjuvante, "Tootsie" (1982);
- melhor atriz, "Blue Sky" (1994).

16º. Maggie Smith, 2 vitórias em 6 indicações:
- melhor atriz, "The Prime of Miss Jean Brodie" (1969);
- melhor atriz coadjuvante, "California Suite" (1978).

18º. Michael Caine, 2 vitórias em 6 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Hannah and Her Sisters" (1986);
- melhor ator coadjuvante, "The Cider House Rules" (1999).

19º. Olivia de Havilland, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor atriz, "To Each His Own" (1946);
- melhor atriz, "The Heiress" (1949).

19º. Elizabeth Taylor, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor atriz, "Butterfield 8" (1960);
- melhor atriz, "Who's Afraid of Virginia Woolf?" (1966).

19º. Frances McDormand, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor atriz, "Fargo" (1997);
- melhor atriz, "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" (2018).

19º. Fredric March, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor ator, "Dr. Jekyll and Mr. Hyde" (1931);
- melhor ator, "The Best Years of Our Lives" (1946).

19º. Gary Cooper, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor ator, "Sergeant York" (1941);
- melhor ator, "High Noon" (1952).

19º. Tom Hanks, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor ator, "Philadelphia" (1993);
- melhor ator, "Forrest Gump" (1994).

19º. Sean Penn, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor ator, "Mystic River" (2003);
- melhor ator, "Milk" (2008).

26º. Gene Hackman, 2 vitórias em 5 indicações:
- melhor ator, "The French Connection" (1971);
- melhor ator coadjuvante, "Unforgiven" (1992).

27º. Glenda Jackson, 2 vitórias em 4 indicações:
- melhor atriz, "Women in Love" (1970);
- melhor atriz, "A Touch of Class" (1973).

27º. Jodie Foster, 2 vitórias em 4 indicações:
- melhor atriz, "The Accused" (1988);
- melhor atriz, "The Silence of the Lambs" (1991).

29º. Shelley Winters, 2 vitórias em 4 indicações:
- melhor atriz coadjuvante, "The Diary of Anne Frank" (1959);
- melhor atriz coadjuvante, "A Patch of Blue" (1965).

29º. Anthony Quinn, 2 vitórias em 4 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Viva Zapata!" (1952);
- melhor ator coadjuvante, "Lust for Life" (1956).

31º. Sally Field, 2 vitórias em 3 indicações:
- melhor atriz, "Norma Rae" (1980);
- melhor atriz, "Places in the Heart" (1985).

32º. Dianne Wiest, 2 vitórias em 3 indicações:
- melhor atriz coadjuvante, "Hannah and Her Sisters" (1986);
- melhor atriz coadjuvante, "Bullets over Broadway" (1994).

32º. Peter Ustinov, 2 vitórias em 3 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Spartacus" (1960);
- melhor ator coadjuvante, "Topkapi" (1964).

32º. Jason Robards, 2 vitórias em 3 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "All the President's Men" (1976);
- melhor ator coadjuvante, "Julia" (1977).

32º. Melvyn Douglas, 2 vitórias em 3 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Hud" (1963);
- melhor ator coadjuvante, "Being There" (1979).

36º. Luise Rainer, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor atriz, "The Great Ziegfeld" (1936);
- melhor atriz, "The Good Earth" (1937).

36º. Vivien Leigh, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor atriz, "Gone with the Wind" (1939);
- melhor atriz, "A Streetcar Named Desire" (1951).

36º. Hilary Swank, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor atriz, "Boys Don't Cry" (1999);
- melhor atriz, "Million Dollar Baby" (2004).

39º. Helen Hayes, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor atriz, "The Sin of Madelon Claudet" (1931);
- melhor atriz coadjuvante, "Airport" (1970).

39º. Kevin Spacey, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "The Usual Suspects" (1995);
- melhor ator, "American Beauty" (1999).

41º. Christoph Waltz, 2 vitórias em 2 indicações:
- melhor ator coadjuvante, "Inglorious Basterds" (2009);
- melhor ator coadjuvante, "Django Unchained" (2012).

PCFilho

Xadrez - Mate em 13! (Tigran Gorgiev)

Tigran Gorgiev, Chess in the USSR, 1937.
Código FEN: k4r2/PpP1p3/1P2P1q1/6P1/P5B1/3p2P1/3Pp3/4K2Q w - - 0 1.

Na estipulação original: as Brancas jogam e vencem [na verdade, dão xeque-mate em 13 lances]!

(In the original stipulation: White to play and win [in fact, give checkmate in 13 moves]!)

PCFilho

Palpites da Loteca - Concurso 789



Amigos e amigas, seguem abaixo os porcentuais estimados de apostas nas 14 partidas que compõem o concurso número 789 da Loteca. Nos parênteses ao lado de cada jogo, há três porcentuais: o primeiro refere-se às apostas na vitória do time mandante, o segundo refere-se às apostas no empate, e o terceiro refere-se às apostas na vitória do time visitante:
1) Flamengo x Botafogo (55% 25% 20%)
2) Joinville x Avaí (35% 35% 30%)
3) Santos x Corinthians (35% 35% 30%)
4) Campinense x Treze (55% 25% 20%)
5) Atlético Mineiro x Cruzeiro (25% 30% 45%)
6) Juventude x Grêmio (15% 20% 65%)
7) Fluminense x Volta Redonda (90% 5% 5%)
8) Salgueiro x Sport Recife (15% 20% 65%)
9) Coritiba x Maringá (85% 10% 5%)
10) Santo André x Botafogo de Ribeirão Preto (40% 35% 25%)
11) Barcelona x Atlético Madrid (75% 15% 10%)
12) Liverpool x Newcastle (85% 10% 5%)
13) Milan x Internazionale (50% 30% 20%)
14) Manchester City x Chelsea (75% 15% 10%)

Os porcentuais são a base do método que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

As apostas neste concurso 789 da Loteca podem ser registradas até as 14:00 de Brasília do sábado 3, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. A estimativa de prêmio para um ganhador único com 14 acertos é de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais). Os rateios das premiações para as faixas de 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa em seu site, na tarde da segunda-feira 5.

Vocês concordam com os porcentuais acima? Discordam deles? Qual será a grande zebra do concurso 789? Qual é a aposta ideal para abocanhar o prêmio deste concurso da Loteca? Será um prazer receber os seus comentários abaixo!

Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos! Apostem com moderação!

PCFilho

História - Flamengo x River Plate

Foto: duelo entre os clubes no ano 2000.

Nesta quarta-feira 28, o Flamengo, do Brasil, e o River Plate, da Argentina, se enfrentam pela fase de grupos da Copa Libertadores de 2018, em partida com portões fechados, no Engenhão.

Ao longo da história, os dois clubes já se enfrentaram 15 vezes, com 7 vitórias do Flamengo, 2 empates e 6 vitórias do River Plate, 25 gols do Flamengo e 21 gols do River Plate.

Confiram abaixo a lista com datas, resultados e locais de todas as partidas da história do duelo:
03/02/1959 - Flamengo 4 x 1 River Plate - Estádio Nacional (Lima, Peru)
22/12/1959 - Flamengo 2 x 1 River Plate - Maracanã (Rio de Janeiro)
20/02/1960 - River Plate 1 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
23/02/1960 - River Plate 4 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
15/01/1961 - River Plate 0 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
22/10/1982 - River Plate 0 x 3 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
02/11/1982 - Flamengo 4 x 2 River Plate - Maracanã (Rio de Janeiro)
16/10/1991 - River Plate 1 x 0 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
23/10/1991 - Flamengo 2 x 1 River Plate [PK 3 x 4] - Maracanã (Rio de Janeiro)
20/10/1993 - River Plate 2 x 1 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
27/10/1993 - Flamengo 1 x 0 River Plate [PK 6 x 5] - Maracanã (Rio de Janeiro)
22/08/2000 - Flamengo 1 x 2 River Plate - Maracanã (Rio de Janeiro)
26/09/2000 - River Plate 0 x 0 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
31/10/2000 - Flamengo 1 x 2 River Plate - Maracanã (Rio de Janeiro)
08/11/2000 - River Plate 4 x 3 Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)
28/02/2018 - Flamengo x River Plate - Engenhão (Rio de Janeiro) [portões fechados]
23/05/2018 - River Plate x Flamengo - Monumental de Núñez (Buenos Aires)

Posts relacionados:

PCFilho

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 27 de fevereiro


1926: o presidente Arnaldo Guinle foi reeleito para mais um mandato no cargo máximo do Fluminense, agora com o poder de escolher seus diretores. O vice-presidente Mário Pollo também foi reeleito.

1946: em amistoso interestadual, disputado no campo da Avenida da Graça, em Salvador, o Fluminense ganhou por 5 a 0 do Vitória, com dois gols de Pinhegas e dois gols de Geraldino, além de um gol-contra.

1960: em partida disputada no Estádio Nacional do Chile, em Santiago, o Fluminense empatou em 0 a 0 com a Seleção do Chile - que, dois anos depois, seria anfitriã e semifinalista da Copa do Mundo. Esta foi a última partida da excursão tricolor pelas Américas, que terminou com o retrospecto de sete vitórias, um empate e três derrotas

1966: em jogo válido pelo Torneio Rio-São Paulo, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 3 a 2 do Botafogo, graças aos gols de Gílson Nunes (dois, um de pênalti) e Amoroso.

1980: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro (Taça de Ouro), no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, o Fluminense venceu o Guarani por 2 a 1, com dois gols de Robertinho.

2002: no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, no Estádio Leônidas de Castro, em Belém, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Paysandu. Os gols da vitória tricolor foram de Régis e Paulo Isidoro - o último aos 49 minutos do segundo tempo.

2005: na segunda rodada do segundo turno do Campeonato Carioca (Taça Rio), o Fluminense perdeu por 2 a 1 para o Vasco, diante de 44.214 presentes (18.892 pagantes) no Maracanã. Tuta marcou o gol tricolor na partida. Os rivais voltariam a se enfrentar na semifinal do turno, e o resultado seria diferente (vide 26 de março).

2013: na sequência da fase de grupos da Copa Libertadores, o Fluminense venceu o Huachipato por 2 a 1, de virada, no Estádio CAP, em Talcahuano, no Chile. Os gols da vitória tricolor foram assinalados no segundo tempo, por Wellington Nem (aos 21) e Wagner (aos 30). O Huachipato era o campeão chileno, vencedor do Torneo Clausura 2012. O Fluminense somava agora duas vitórias e uma derrota - o Tricolor se classificaria às oitavas-de-final da competição, como primeiro lugar do grupo.

****

Aniversariantes do dia:

Antônio Irineu Venâncio Machado, o Irineu (1940), atacante que integrou o elenco do Fluminense entre 1960 e 1961.

Carlos Alberto Gomes Parreira (1943), treinador histórico do Fluminense, com cinco passagens no comando técnico do time profissional. Participou das conquistas do Campeonato Carioca de 1975, do Campeonato Brasileiro de 1984 e da Série C do Campeonato Brasileiro de 1999 (sendo um dos responsáveis pelo retorno do Tricolor à elite do futebol brasileiro). Na Seleção Brasileira, foi o treinador campeão da Copa do Mundo de 1994. Classificou cinco seleções diferentes para Copas do Mundo - é o recordista desse quesito, ao lado de Bora Milutinovic.

José Odail Patrício Júnior, o Daíco (1962), atacante que atuou em três partidas pelo time principal do Fluminense, todas na campanha do título do Campeonato Brasileiro de 1984.

César Salustiano de Jesus, o César (1973), zagueiro com 7 gols marcados em 75 jogos pelo Fluminense, entre 1996 e 1998. Participou da conquista da Copa Rio de Janeiro de 1998.

Thiago Neves Augusto, o Thiago Neves (1985), meia-atacante paranaense, com três passagens pelo Fluminense. Na primeira, entre 2007 e 2008, conquistou a Copa do Brasil de 2007 e foi o grande craque da memorável campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2008. A segunda passagem, em 2009, foi curta. Na terceira passagem, entre 2012 e 2013, conquistou os Campeonatos Carioca e Brasileiro de 2012. Thiago Neves tem ao todo 50 gols em 174 jogos com a camisa tricolor.


Jonathan Cícero Moreira, o Jonathan (1986), lateral-direito mineiro, natural de Conselheiro Lafaiete, que atuou no Fluminense entre 2015 e 2016. Fez 28 jogos com a camisa tricolor, e participou da conquista da Copa da Primeira Liga de 2016.

PCFilho

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 26 de fevereiro


1923: o presidente Arnaldo Guinle foi reeleito para mais dois anos de mandato no cargo máximo do Fluminense. Na mesma reunião, foram tomadas outras decisões importantes, como a extinção do Ground Committee, a comissão técnica que era a responsável pela escalação do time desde 1903, função que agora seria oficialmente do treinador da equipe. Outra decisão foi a criação de sete novos cargos: diretor geral de esportes (Affonso de Castro), diretor de futebol (Laís), e diretores dos outros cinco esportes praticados no clube (Tiro, Natação, Tênis, Atletismo e Basquete). Também foi decidida a homenagem com o título de beneméritos a sete jogadores do time tricampeão de 1917-1918-1919: Marcos, Vidal, Chico Netto, Laís, Fortes, Zezé e Welfare (Oswaldo Gomes já havia recebido a honraria). Nesta gestão de Arnaldo Guinle, o Fluminense voltaria a conquistar o Campeonato Carioca, em 1924.

1956: diante de 66.952 presentes (60.286 pagantes) no Maracanã, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Vasco, em partida válida pelo terceiro turno do Campeonato Carioca de 1955. O ponta Escurinho e o centroavante Waldo marcaram os gols da vitória tricolor.

1969: em amistoso disputado no Estádio do Petropolitano, na região serrana do Rio de Janeiro, o Fluminense ganhou por 3 a 2 da Seleção de Petrópolis. Os gols da vitória tricolor foram anotados por Suingue, Wilton e Lula, o último aos 42 minutos do segundo tempo.

1972: o Fluminense estreou com uma vitória, de virada, no Campeonato Carioca: 2 a 1 sobre a Portuguesa da Ilha do Governador, no Estádio do Maracanã. Os gols do triunfo tricolor foram de Ivair e Toninho Baiano.

1984: na sequência da primeira fase do Campeonato Brasileiro, o Fluminense perdeu por 1 a 0 para o Santos, no Maracanã, gol de Gersinho. Foi a primeira de poucas derrotas daquela campanha, que terminaria com a conquista do segundo Brasileirão da história do Fluminense.

2003: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, o Fluminense empatou em 3 a 3 com o Americano de Campos. Os gols tricolores foram de Fábio Bala (dois) e Carlos Alberto (de pênalti). Este foi o último jogo oficial de competição do time principal do Fluminense no Estádio de Laranjeiras.

2012: na decisão da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Vasco por 3 a 1, diante de 36.374 presentes (31.276 pagantes) no Engenhão, e conquistou o troféu do turno e a vaga na final da competição. Os gols da vitória tricolor foram assinalados por Fred (dois, um de pênalti) e Deco. Na final, em maio, o Fluminense venceria os dois jogos contra o Botafogo, e conquistaria seu 31º Campeonato Carioca (vide 6 e 13 de maio).
A Taça Guanabara, sorrindo porque repousará em Álvaro Chaves.

****

Aniversariantes do dia:

Getúlio Costa de Oliveira, o Getúlio (1954), lateral-direito mineiro, natural de Belo Horizonte, que jogou no Fluminense entre 1984 e 1985. Marcou 2 gols em 35 jogos com a camisa tricolor, e participou da conquista do Campeonato Brasileiro de 1984.
Getúlio em ação num Fla-Flu.

Gilberto Alves da Silva, o Gil Baiano (1971), meio-campista natural de Salvador, que integrou o plantel do Fluminense na temporada de 1998, com 5 gols marcados em 28 jogos com a camisa tricolor.

Sandro Cristian Airet (1974), goleiro argentino, que jogou no Fluminense em 1999. Curiosamente, todas as 4 partidas que Airet fez com a camisa tricolor foram no exterior, na viagem do time ao México e à Espanha.

Júlio César da Silva e Souza, o Júlio César (1980), centroavante natural de Itaguaí, revelado pelo Fluminense. Marcou 18 gols em 62 jogos pelo time profissional tricolor, entre as temporadas de 1999 e 2002 (o primeiro deles já em sua partida de estreia, contra o Flamengo - vide 23 de maio). Participou das conquistas da Série C do Campeonato Brasileiro de 1999 e do Campeonato Carioca de 2002. É considerado ídolo do AEK de Atenas, clube pelo qual marcou 100 gols, um deles o da vitória sobre o Milan, em 2006, pela Champions' League.
Em sua estreia, Júlio César deixou sua marca, contra o Flamengo
(foto: Jornal do Brasil).

PCFilho

Xadrez - Mate em 27! (Sam Loyd)

Samuel Loyd (dedicado a Charles H. Waterbury), American Chess Journal, 06/1879.
Código FEN: 8/6pp/1b6/7p/6pr/2N1Pprp/3K1ppn/R4bqk w - - 0 1.

As Brancas jogam e dão xeque-mate em 27 lances!

(White to play and give checkmate in 27 moves!)

PCFilho

Júlio César se aproxima de um recorde na meta do Fluminense

Wellerson aponta para seu recorde, na sala de troféus do Fluminense.

Sem levar gols há 5 partidas completas, o goleiro Júlio César está se aproximando dos recordistas históricos de invencibilidade na meta do Fluminense. Ele não sofre um gol desde 28 de janeiro, quando William marcou para o Madureira, na vitória do Fluminense por 2 a 1, no Estádio de Los Larios, aos 13 minutos do primeiro tempo. Desde então, Júlio César contabilizou mais 5 partidas sem ser vazado, totalizando 527 minutos de meta intacta. Na vitória por 4 a 0 sobre o Flamengo, ele superou os 444 minutos de Marcos Carneiro de Mendonça (em 1917), os 460 e os 465 minutos de Diego Cavalieri (ambas marcas de 2014), os 474 minutos de Diogo (em 1999) e os 503 minutos de Félix (em 1972). Agora, ele tem a sexta maior invencibilidade da história dos goleiros tricolores.

Wellerson é o detentor do recorde de minutos sem sofrer gol na história do Fluminense. A incrível marca de 759 minutos (12 horas e 39 minutos!) foi alcançada durante a arrancada do octogonal final do Campeonato Carioca de 1995. Wellerson sofreu três gols no Fla-Flu do primeiro turno, na vitória do Fluminense por 4 a 3, tendo sido o terceiro gol rubro-negro anotado por Marquinhos, aos 32 minutos da etapa inicial. Depois, o goleiro permaneceu mais 7 jogos completos sem ser vazado, até o Fla-Flu decisivo da última rodada, em que Romário marcou aos 26 minutos da etapa final, enfim quebrando sua sequência invicta. Paulo Victor (com 661 minutos de invencibilidade em 1988), Castilho (635 minutos em 1956), Ricardo Pinto (589 minutos em 1991) e Diogo (575 minutos entre 1998 e 1999) estão entre a segunda e a quinta posições nesse ranking:
1°. Wellerson (759 minutos)
2°. Paulo Victor (661 minutos)
3°. Castilho (635 minutos)
4º. Ricardo Pinto (589 minutos)
5º. Diogo (575 minutos)
6°. Júlio César (527 minutos)
7º. Félix (503 minutos)
8º. Diogo (474 minutos)
9º. Diego Cavalieri (465 minutos)
10º. Diego Cavalieri (460 minutos)
11º. Marcos Carneiro de Mendonça (444 minutos)
12º. Castilho (432 minutos)

****

1º. Wellerson (759 minutos)

30/04/1995 - Flamengo 3 x 4 Fluminense (Marquinhos, aos 32 do 1º tempo)
07/05/1995 - Bangu 0 x 1 Fluminense
14/05/1995 - Fluminense 1 x 0 America
21/05/1995 - Fluminense 0 x 0 Botafogo
27/05/1995 - Fluminense 1 x 0 Bangu
04/06/1995 - Fluminense 0 x 0 Vasco
11/06/1995 - Fluminense 2 x 0 Volta Redonda
18/06/1995 - Entrerriense 0 x 3 Fluminense
25/06/1995 - Fluminense 3 x 2 Flamengo (Romário, aos 26 do 2º tempo)
Wellerson.

****

2º. Paulo Victor (661 minutos)

17/03/1988 - Fluminense 2 x 2 Botafogo (Luisinho, aos 25 do 2º tempo)
20/03/1988 - Fluminense 0 x 0 Americano
23/03/1988 - Volta Redonda 0 x 1 Fluminense
27/03/1988 - Flamengo 0 x 1 Fluminense
02/04/1988 - Fluminense 4 x 0 Friburguense
09/04/1988 - Fluminense 4 x 0 Volta Redonda
14/04/1988 - Fluminense 2 x 0 America
17/04/1988 - Botafogo 0 x 2 Fluminense
20/04/1988 - Porto Alegre 1 x 1 Fluminense (Renato, aos 11 do 1º tempo)
Paulo Victor.

****

3º. Castilho (635 minutos)

16/09/1956 - Fluminense 0 x 1 Flamengo (Babá, aos 41 do 2º tempo)
22/09/1956 - Portuguesa RJ 0 x 2 Fluminense
30/09/1956 - Fluminense 1 x 0 America
06/10/1956 - Bonsucesso 0 x 3 Fluminense
14/10/1956 - Fluminense 6 x 0 Canto do Rio
21/10/1956 - Olaria 0 x 5 Fluminense
28/10/1956 - Fluminense 4 x 0 Portuguesa RJ
04/11/1956 - Fluminense 3 x 0 Madureira
11/11/1956 - Bangu 3 x 1 Fluminense (Wilson Macaco, a 1 do 1º tempo)
Castilho.

****

4º. Ricardo Pinto (589 minutos)

08/09/1991 - Fluminense 1 x 2 Botafogo (Valdeir, aos 25 do 2º tempo)
11/09/1991 - Fluminense 3 x 0 Portuguesa RJ
14/09/1991 - Bangu 0 x 0 Fluminense
18/09/1991 - Fluminense 3 x 0 Itaperuna
22/09/1991 - Fluminense 1 x 0 Vasco
29/09/1991 - Fluminense 0 x 0 America
06/10/1991 - Fluminense 0 x 0 Americano
14/10/1991 - Goytacaz 2 x 1 Fluminense (Gilmar, aos 29 do 1º tempo)
Ricardo Pinto.

****

5º. Diogo (575 minutos)

01/11/1998 - Desportiva 2 x 0 Fluminense (Índio, aos 45 do 1º tempo)
08/11/1998 - Olaria 0 x 3 Fluminense
13/12/1998 - Botafogo de Macaé 0 x 1 Fluminense
15/12/1998 - Fluminense 2 x 0 Botafogo de Macaé
19/12/1998 - Fluminense 4 x 0 São Cristóvão (com 30 minutos de prorrogação)
30/01/1999 - Fluminense 4 x 0 Palmeiras
06/02/1999 - Palmeiras 2 x 1 Fluminense (Jackson, aos 5 do 2º tempo)
(observação: o Fluminense disputou outras partidas nesse período, mas com outros goleiros na meta)
Diogo.

****

6º. Júlio César (527 minutos, ainda contando)

28/01/2018 - Madureira 1 x 2 Fluminense (William, aos 13 do 1º tempo)
31/01/2018 - Caldense 0 x 1 Fluminense
03/02/2018 - Fluminense 1 x 0 Macaé
15/02/2018 - Fluminense 5 x 0 Salgueiro
21/02/2018 - Bangu 0 x 4 Fluminense
25/02/2018 - Fluminense 4 x 0 Flamengo
01/03/2018 - Fluminense x Avaí
Júlio César.

****

7º. Félix (503 minutos) - recorde do Fluminense em Campeonatos Brasileiros

19/11/1972 - Botafogo 2 x 1 Fluminense (Jairzinho, aos 16 do 2º tempo)
23/11/1972 - Fluminense 0 x 0 Internacional
26/11/1972 - Fluminense 0 x 0 Vasco
29/11/1972 - Remo 0 x 0 Fluminense
03/12/1972 - Nacional de Manaus 0 x 1 Fluminense
09/12/1972 - Fluminense 0 x 0 Ceará
13/12/1972 - Fluminense 2 x 3 Atlético Mineiro (Bibi, aos 24 do 1º tempo)
Félix.

****

8º. Diogo (474 minutos)

15/05/1999 - Fluminense 2 x 3 Friburguense (Marcelo Sander, aos 43 do 2º tempo)
19/05/1999 - Itaperuna 0 x 1 Fluminense
23/05/1999 - Fluminense 2 x 0 Flamengo
26/05/1999 - Olaria 0 x 0 Fluminense
29/05/1999 - Fluminense 0 x 0 Bangu
03/06/1999 - Botafogo 0 x 2 Fluminense
30/06/1999 - Seleção de El Salvador 2 x 3 Fluminense (Elías Montes, aos 22 do 1º tempo)

****

9º. Diego Cavalieri (465 minutos)

16/07/2014 - Criciúma 3 x 2 Fluminense (Serginho, aos 22 do 2º tempo)
20/07/2014 - Fluminense 1 x 0 Santos
27/07/2014 - Atlético Paranaense 0 x 3 Fluminense
03/08/2014 - Fluminense 2 x 0 Goiás
06/08/2014 - América de Natal 0 x 3 Fluminense
09/08/2014 - Fluminense 1 x 1 Coritiba (Germano, aos 37 do 2º tempo)

****

10º. Diego Cavalieri (460 minutos)

30/03/2014 - Fluminense 0 x 1 Vasco (Edmilson, aos 44 do 1º tempo)
10/04/2014 - Fluminense 5 x 0 Horizonte
19/04/2014 - Fluminense 3 x 0 Figueirense
23/04/2014 - Tupi 0 x 3 Fluminense
26/04/2014 - Palmeiras 0 x 1 Fluminense
03/05/2014 - Fluminense 1 x 2 Vitória (Marquinhos, aos 9 do 2º tempo)

Diego Cavalieri.

****

11º. Marcos Carneiro de Mendonça (444 minutos)

15/08/1917 - Botafogo 2 x 4 Fluminense (Serra, 26 do 2º tempo)
26/08/1917 - Fluminense 4 x 0 Villa Isabel
02/09/1917 - Mangueira 0 x 0 Fluminense
09/09/1917 - Fluminense 1 x 0 America
16/09/1917 - Fluminense 4 x 0 Mangueira
04/11/1917 - Fluminense 1 x 0 Carioca
11/11/1917 - São Cristóvão 4 x 1 Fluminense (Sílvio, aos 30 do 1º tempo)
(observação: nesta época, as partidas tinham duração de 80 minutos, não de 90, como atualmente)
Marcos Carneiro de Mendonça.

****

12º. Castilho (432 minutos)

14/11/1959 - Fluminense 2 x 1 Canto do Rio (Zequinha, aos 26 do 2º tempo)
22/11/1959 - Fluminense 2 x 0 Flamengo
28/11/1959 - Fluminense 5 x 0 Bonsucesso
06/12/1959 - Fluminense 0 x 0 Bangu
12/12/1959 - Fluminense 2 x 0 Madureira
20/12/1959 - Fluminense 3 x 3 Botafogo (Quarentinha, aos 8 do 2º tempo)

PCFilho
(com grande colaboração de Bruno Vargas Costa, que realizou uma parte do levantamento e sugeriu a publicação do post)

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 25 de fevereiro


1954: em sua última partida na Copa Montevideo, o Fluminense venceu o Alianza Lima, do Peru, por 3 a 1, graças aos gols de Villalobos (dois) e Esquerdinha. O jogo aconteceu no Estádio Centenário, na capital do Uruguai. A campanha tricolor no torneio internacional foi de 3 vitórias, 1 empate e 3 derrotas, 17 gols-pró e 11 gols-contra - o Fluminense terminou em terceiro lugar dentre os oito participantes, atrás somente dos anfitriões Peñarol e Nacional.

1959: em novo amistoso, a Seleção Carioca voltou a vencer a Seleção Paulista, desta vez no Pacaembu, em São Paulo, por 1 a 0. Dois atletas do Fluminense participaram do time do Rio de Janeiro: o goleiro Castilho foi titular, e o centroavante Waldo entrou no decorrer da partida. Castilho teve excelente atuação - nem mesmo Pelé conseguiu vazar sua meta. Três dias antes, no Maracanã, os cariocas já haviam vencido os paulistas, por 5 a 1 (vide 22 de fevereiro).

1976: em amistoso internacional, no Estádio Municipal de Concepción, no Chile, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Deportes Concepción, gols de Paulo Cezar Caju, Gil (dois) e Rodrigues Neto.

1981: em amistoso disputado no Estádio Ninho da Cobra, em Cascavel, no Paraná, o Fluminense ganhou por 3 a 1 do Cascavel, graças aos gols de Robertinho e Cláudio Adão (dois).

1987: o Fluminense estreou no Campeonato Carioca com vitória: 2 a 1 sobre a Cabofriense, no Estádio de Laranjeiras. Os gols tricolores foram de Romerito e Leomir.

1993: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio Godofredo Cruz, em Campos, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do Americano. Os gols da vitória tricolor foram de Wagner e Lira (de falta).

1997: em sua estreia na Copa do Brasil, no Almeidão, em João Pessoa, o Fluminense venceu o Santa Cruz, da Paraíba, por 4 a 0, gols de Jorge Luís, Roni, Marcelo Rocha e Lima, classificando-se para a etapa seguinte da competição.

****

Aniversariantes do dia:

Genivaldo (1929), goleiro revelado pelo Fluminense, campeão carioca de juniores em 1951. Posteriormente, jogou no Cruzeiro, de Belo Horizonte, fazendo parte do time tricampeão mineiro em 1959, 1960 e 1961.

José Cláudio Duarte, o Zé Cláudio (1966), atacante gaúcho, que integrou o elenco do Fluminense na temporada de 1996.

Samuel Rosa Gonçalves, o Samuel (1991), centroavante revelado pelo Fluminense, com 15 gols marcados em 84 partidas pelo time profissional tricolor, entre 2012 e 2016. Participou das campanhas vitoriosas nos Campeonatos Carioca e Brasileiro de 2012.
Samuel, centroavante revelado pelo Flu.

PCFilho

Das 12 últimas goleadas em Fla-Flus, 8 foram tricolores

Marcos Júnior, autor de dois gols na vitória por 4 a 0 em 2018.

Nos últimos 25 anos, aconteceram ao todo 12 goleadas nos Fla-Flus, das quais 8 foram aplicadas pelo Fluminense. Apenas duas das goleadas tiveram diferença superior a 3 gols: as vitórias do Fluminense por 4 a 0 em 2003 e em 2018.

Confiram abaixo a lista com as 12 últimas goleadas em Fla-Flus:
04/09/2002 - Flamengo 5 x 2 Fluminense - Maracanã (Rio de Janeiro)
13/04/2003 - Flamengo 4 x 1 Fluminense - Maracanã (Rio de Janeiro)
03/04/2005 - Fluminense 4 x 1 Flamengo - Maracanã (Rio de Janeiro)
04/10/2006 - Flamengo 4 x 1 Fluminense - Maracanã (Rio de Janeiro)

A lista com os resultados de todos os 404 Fla-Flus disputados até hoje na história pode ser encontrada aqui.

PCFilho

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Resultados da Loteca - Concurso 788


Amigos e amigas, seguem abaixo os resultados dos jogos do concurso 788 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Os jogos, neste fim de semana (sábado 24 e domingo 25), são válidos por Campeonatos Estaduais e Campeonatos Nacionais europeus. As horas abaixo estão todas no fuso horário de verão de Brasília, e as partidas já encerradas estão em negrito:
1) Fluminense 4 x 0 Flamengo (encerrado)
2) Criciúma 0 x 1 Figueirense (encerrado)
3) Corinthians 2 x 0 Palmeiras (encerrado)
4) Grêmio 3 x 0 Novo Hamburgo (encerrado)
5) Goiás 2 x 1 Itumbiara (encerrado)
6) Atlético Goianiense 1 x 1 Vila Nova (encerrado)
7) São Paulo 0 x 0 Ferroviária (encerrado)
8) Campinense 0 x 0 Serrano PB (encerrado)
9) Ferroviário 1 x 3 Fortaleza (encerrado)
10) Mirassol 1 x 0 Ponte Preta (encerrado)
11) Roma 0 x 2 Milan (encerrado)
12) Manchester United 2 x 1 Chelsea (encerrado)
13) Paris Saint-Germain 3 x 0 Olympique Marseille (encerrado)
14) Sevilla 2 x 5 Atlético Madrid (encerrado)

Os rateios dos prêmios para 14 e 13 acertos serão divulgados pela Caixa Econômica Federal em seu site oficial, na tarde da segunda-feira 26.

Para conferir antecipadamente a grade com os 14 jogos do próximo concurso da Loteca, vide meu post: Programação da Loteca - Concurso 789.

Obrigado pelo prestígio ao Jornalheiros, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho

PS: estou escrevendo o e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando minuciosamente a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Efemérides tricolores - 24 de fevereiro


1946: em partida amistosa disputada no campo da Avenida da Graça, em Salvador, o Fluminense venceu o Bahia por 3 a 0, gols de Pinhegas (dois) e Orlando Pingo de Ouro. Foi o segundo duelo entre os clubes na história, e a segunda vitória tricolor.

1988: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Porto Alegre, gol do centroavante Washington.

1995: na sequência da primeira fase do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense ganhou por 3 a 0 do Madureira, gols de Lima (de cabeça), Djair e Lira (de falta). Com seis vitórias, um empate e uma derrota (para o mesmo Madureira), o Fluminense iniciava a campanha que culminaria na conquista do título estadual, na rodada derradeira do octogonal final (vide 25 de junho).

2001: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no Estádio do Maracanã, o Fluminense derrotou o Americano de Campos por 1 a 0, gol do centroavante Agnaldo.

2018: em partida válida pela Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, o Fluminense derrotou o Flamengo por 4 a 0, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Os gols da vitória tricolor foram assinalados por Marcos Júnior (dois), Pedro e Gilberto. O resultado interrompeu uma sequência de nove Fla-Flus sem vitória. Igualou também as maiores goleadas do Fluminense sobre o Flamengo na história (4 a 0 em 21/12/1919; 5 a 1 em 24/03/1943; 4 a 0 em 11/04/1945; e 4 a 0 em 15/03/2003).

****

Aniversariantes do dia:

Othon de Figueiredo Baena, o Baena (1894), goleiro do time do Fluminense que conquistou o Campeonato Carioca de 1911. Ele foi um dos nove tricolores dissidentes, que acabaram fundando o futebol do Flamengo, no ano seguinte.
Baena, goleiro campeão em 1911.

José Antônio Corrêa, o Zezinho (1959), lateral-direito com 17 atuações pelo Fluminense, na temporada de 1981.

Franklin Spencer Miguel Bittencourt, o Franklin (1969), atacante revelado pelo Fluminense, campeão da Copa São Paulo de Juniores de 1989. No time profissional tricolor, somou 30 partidas e 3 gols, entre as temporadas de 1988 e 1990.
Franklin.

Milton Rogério Harassen do Ó, o Milton do Ó (1979), zagueiro com 2 gols marcados em 17 jogos pelo Fluminense, no segundo semestre de 2005.

PCFilho

Programação da Loteca - Concurso 789


Amigos e amigas, confiram a seguir a programação com as 14 partidas que compõem o concurso número 789 da Loteca, a loteria esportiva da Caixa Econômica Federal. Elas serão disputadas no sábado 3 e no domingo 4 de março. Dez são de Campeonatos Estaduais, e quatro de Campeonatos Nacionais europeus. Os horários estão todos no fuso de Brasília:
1) Flamengo x Botafogo (sábado, 17:00, a definir)
2) Joinville x Avaí (domingo, 17:00, Arena Joinville)
3) Santos x Corinthians (domingo, 17:00, Pacaembu)
4) Campinense x Treze (domingo, 16:00, Amigão)
5) Atlético Mineiro x Cruzeiro (domingo, 11:00, Independência)
6) Juventude x Grêmio (domingo, 16:00, Alfredo Jaconi)
7) Fluminense x Volta Redonda (domingo, 17:00, a definir)
8) Salgueiro x Sport Recife (domingo, 16:00, Cornélio de Barros)
9) Coritiba x Maringá (domingo, 16:00, Couto Pereira)
10) Santo André x Botafogo de Ribeirão Preto (sábado, 19:00, Bruno José Daniel)
11) Barcelona x Atlético Madrid (domingo, 12:15, Camp Nou)
12) Liverpool x Newcastle (sábado, 14:30, Anfield)
13) Milan x Internazionale (domingo, 16:45, San Siro)
14) Manchester City x Chelsea (domingo, 13:00, Etihad Stadium)

Os bilhetes deste concurso 789 da Loteca poderão ser registrados a partir da manhã da segunda-feira 26, até as 14:00 de Brasília do sábado 3, em qualquer casa lotérica do território brasileiro. Recomendamos que os leitores registrem suas apostas com a máxima antecedência possível, a fim de evitar filas e outros transtornos.

Confiram aqui no Jornalheiros os porcentuais estimados das apostas para os 14 jogos. Os porcentuais são a base do método de apostas que explico no e-book "Um método inteligente para apostar na Loteca", detalhando a estratégia que desenvolvi para a loteria esportiva. Interessados, por favor entrar em contato por e-mail: pcfilho@gmail.com, ou nos comentários abaixo. Ainda é possível adquirir o e-book com desconto.

Em cada um dos 14 jogos, o apostador deve escolher um dos três resultados possíveis: coluna 1 (vitória do mandante), coluna do meio (empate) ou coluna 2 (vitória do visitante). A aposta mínima na Loteca dá direito a um palpite duplo e custa R$ 2,00 (dois reais). Para cada palpite duplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 2. Para cada palpite triplo marcado a mais, multiplica-se o preço da aposta por 3. Abaixo, a tabela com as apostas possíveis e seus respectivos preços:

Abaixo, a seção dos comentários está sempre aberta para que vocês façam suas observações. Qual será a grande zebra do concurso 789? Qual time não perderá de jeito nenhum? Qual será o seu jogo? Esperamos as suas opiniões! Muito obrigado a todos vocês pelo prestígio a este blog Jornalheiros! Apostem com moderação, e boa sorte rumo aos 14 acertos!

PCFilho

Atletas que ganharam ouro em esportes diferentes na mesma Olimpíada

Ester Ledecká, a Rainha da Neve.

A atleta tcheca Ester Ledecká entrou para a história nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, em 2018, ao conquistar medalhas de ouro em dois esportes diferentes: o Slalom Gigante Paralelo do Snowboard e o Super-G do Esqui Alpino. Trata-se de um feito impressionante, obtido por pouquíssimos atletas ao longo da história olímpica.

O primeiro a conseguir a façanha foi o alemão Carl Schuhmann, o atleta mais bem-sucedido dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 1896: ele conquistou uma medalha de ouro na Luta Greco-Romana e três medalhas de ouro na Ginástica Artística (uma individual e duas por equipe).

Nos Jogos Olímpicos de Paris, em 1900, o britânico John Arthur Jarvis conquistou duas medalhas de ouro na Natação (nas provas de 1000 metros e 4000 metros), e uma medalha de ouro com o time de Pólo Aquático da Grã-Bretanha.

Nos Jogos Olímpicos de St. Louis, em 1904, três atletas dos Estados Unidos conquistaram medalhas de ouro na Natação (revezamento 4 × 50 jardas) e no Pólo Aquático (com a seleção norte-americana): Leo Joseph GoodwinLouis de Breda HandleyJoseph Aloysius Ruddy.

O nadador Paolo Francesco Radmilovic também colocou seu nome nesta lista seleta, ao conquistar medalhas de ouro na Natação (revezamento 4 × 200 metros) e no Pólo Aquático (com o time da Grã-Bretanha), nos Jogos Olímpicos de 1908, em Londres.

Nos Jogos Olímpicos de 1920, na Antuérpia, o atleta Morris Marshall Kirksey, dos Estados Unidos, ganhou a medalha de ouro no Atletismo (4 × 100 metros) e no Rugby (com o time norte-americano). Ele também ganhou a medalha de prata nos 100 metros rasos do Atletismo.

Nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1924, em Chamonix, o norueguês Thorleif Haug conquistou duas medalhas de ouro no Esqui Cross Country (18 km e 50 km), e também venceu o Combinado Nórdico.

O norueguês Johan Hagbart Pedersen Grøttumsbraaten ganhou as medalhas de ouro no Esqui Cross Country (18 km) e no Combinado Nórdico, nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1928, em St. Moritz.

Depois de 1928, nenhum outro atleta conseguiu repetir a proeza, até esta semana. Aos 22 anos de idade, Ester Ledecká já é, portanto, uma lenda do esporte.

Duas observações finais:

- dos atletas listados acima, somente Ester Ledecká, Carl Schuhmann, Thorleif Haug e Johan Hagbart Pedersen Grøttumsbraaten realizaram o feito em dois esportes individuais.

- não estou considerando para essa postagem atletas que venceram modalidades diferentes de um mesmo esporte - assim, por exemplo, o lendário Carl Lewis fica de fora, pois conquistou suas medalhas em modalidades diferentes de um mesmo esporte, o Atletismo (corrida e salto em distância).

PCFilho

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Efemérides tricolores - 23 de fevereiro


1983: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, diante de 24.388 pagantes no Estádio Rei Pelé, em Maceió, o Fluminense ganhou por 2 a 1 do CSA, com dois gols do centroavante Jason.

1986: em jogo válido pelo Campeonato Carioca, na rua Bariri, o Fluminense venceu o Olaria por 2 a 0, gols de Romerito e Washington.

1992: em uma grande exibição no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense derrotou o Santos por 4 a 0, gols de Ézio (dois, um de pênalti), Julinho e Renato Carioca, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro.

2000: na segunda partida da Taça Amizade Tricolor, o Fluminense venceu o Grêmio por 1 a 0, no Estádio Olímpico de Porto Alegre, graças a um gol do centroavante Magno Alves. Com duas vitórias nos dois jogos, o Fluminense conquistou o bonito troféu.

2003: na despedida de Romário, que passaria três meses no futebol árabe, o Fluminense derrotou o Botafogo por 5 a 0, no Maracanã, com três gols dele (um de pênalti), um de Alex Oliveira e um de Fábio Bala. Ao fim do jogo, que valeu pelo Campeonato Carioca, o Baixinho se emocionou ao ouvir o pedido da arquibancada: "fica por favor, o Romário é a alegria tricolor!". Ainda assim, não desistiu dos petrodólares, e só voltaria atuar pelo Fluminense em junho.

2005: em sua estreia no segundo turno do Campeonato Carioca (Taça Rio), no Maracanã, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do America, gols de Diego Souza, Juan, Antônio Carlos e Felipe (de pênalti). O Tricolor conquistaria a Taça Rio, e depois derrotaria o Volta Redonda na decisão do Campeonato Carioca, para conquistar seu trigésimo título na história da competição.

2011: em partida válida pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no Engenhão, o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Nacional de Montevideo. Com dois empates em casa, o campeão brasileiro começava mal sua campanha na competição continental. Ainda assim, conseguiria se classificar às oitavas-de-final.

2012: na semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca (Taça Guanabara), o Fluminense empatou em 1 a 1 com o Botafogo, e se classificou para a decisão vencendo a disputa de pênaltis por 4 a 3. O gol tricolor com bola rolando foi de Leandro Euzébio. Na definição por pênaltis, o goleiro tricolor Diego Cavalieri brilhou, defendendo as cobranças de Lucas e Loco Abreu. Três dias depois, o Fluminense derrotaria o Vasco e conquistaria a Taça Guanabara (vide 26 de fevereiro). Posteriormente, na final da competição, o Fluminense venceria o Botafogo e se sagraria campeão (vide 6 e 13 de maio).

****

Aniversariantes do dia:

Raimundo Nonato da Silva, o Nonato (1967), lateral-esquerdo potiguar, com 52 atuações pelo Fluminense, entre as temporadas de 1998 e 1999.

Paulo Henrique Andrioli, o Paulinho Andreolli (1968), meio-campista gaúcho, natural de Novo Hamburgo, com 10 gols em 66 jogos pelo Fluminense, entre 1987 e 1990.
Paulinho Andreolli.

Luiz Gustavo Silva de Aviz, o Luiz Gustavo (1972), meio-campista mineiro, natural de Belo Horizonte, que  atuou no Fluminense no ano 2000, com 2 gols marcados em 5 partidas com a camisa tricolor.

Alexandre Luiz Reame, o Xandão (1988), zagueiro que integrou o elenco do Fluminense no primeiro semestre de 2009, mas não chegou a disputar partidas oficiais com a camisa tricolor.

PCFilho