sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

História - Vasco na Copa Libertadores


Além da Copa dos Campeões Sul-Americanos de 1948, até 2012 o Vasco da Gama participou de 8 edições da Copa Libertadores da América, tendo sido campeão em 1998.

Incluindo os 6 jogos do torneio de 1948 (4 vitórias e 2 empates), o Vasco possui 71 partidas disputadas na Copa Libertadores até hoje. Ao todo, o Gigante da Colina soma 30 vitórias, 23 empates e 18 derrotas, com 93 gols-pró e 67 gols-contra.

Copa dos Campeões Sul-Americanos 1948
14/02/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Vasco 2 (Lelé 2), El Litoral 1 (Sandoval)
18/02/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Vasco 4 (Ademir, Maneca, Danilo e Friaça), Nacional 1 (Walter Gómez)
25/02/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Vasco 4 (Lelé, Friaça 2 e Ismael), Deportivo Municipal/PER 0
28/02/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Vasco 1 (Ismael), Emelec 0
07/03/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Colo Colo 1 (Farías), Vasco 1 (Friaça)
14/03/1948 - Estádio Nacional (Santiago) - Vasco 0, River Plate 0
CAMPEÃO.

I) Copa Libertadores da América 1975
23/02/1975 - Mineirão (Belo Horizonte) - Cruzeiro 3 (Palhinha 2 e Nelinho), Vasco 2 (Jair Pereira e Roberto Dinamite)
09/03/1975 - Atanasio Girardot (Medellín) - Atlético Nacional 1 (Lóndero), Vasco 1 (Alcir)
13/03/1975 - Pascual Guerrero (Cali) - Deportivo Cali 2 (Barona e Caicedo), Vasco 1 (Jair Pereira)
23/03/1975 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Luis Carlos), Cruzeiro 1 (Vanderlei)
06/04/1975 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Deportivo Cali 0
10/04/1975 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Galdino e Roberto), Atlético Nacional 0
Eliminado na primeira fase.

II) Copa Libertadores da América 1980
23/03/1980 - Maracanã (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Internacional 0
13/04/1980 - Olímpico (Caracas) - Deportivo Galicia 0, Vasco 0
17/04/1980 - Pueblo Nuevo (San Cristóbal) - Deportivo Táchira 0, Vasco 1 (Perivaldo)
20/04/1980 - Beira-Rio (Porto Alegre) - Internacional 2 (Jair e Cléo), Vasco 1 (Mendonça)
27/04/1980 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 4 (Perivaldo 2, Mendonça e Paulinho), Deportivo Galicia 0
30/04/1980 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Mendonça), Deportivo Táchira 0
Eliminado na primeira fase.

III) Copa Libertadores da América 1985
23/07/1985 - Maracanã (Rio de Janeiro) - Fluminense 3 (Romerito 2 e Leomir), Vasco 3 (Roberto e Nenê 2)
02/08/1985 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Mauricinho), Argentinos Juniors 2 (Ereros e José A. Castro)
06/08/1985 - Estádio do Ferro Carril Oeste (Buenos Aires) - Ferro Carril Oeste 2 (Esteban F. González 2), Vasco 0
09/08/1985 - Estádio do Ferro Carril Oeste (Buenos Aires) - Argentinos Juniors 2 (Borghi e Domenech), Vasco 2 (Mendoza contra e Silvinho)
15/08/1985 - Maracanã (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Fluminense 0
30/08/1985 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Ferro Carril Oeste 2 (Oscar R. Acosta e Esteban F. González)
Eliminado na primeira fase.

IV) Copa Libertadores da América 1990
14/03/1990 - Olímpico (Porto Alegre) - Grêmio 2 (Nilson e Darci), Vasco 0
03/04/1990 - Defensores del Chaco (Asunción) - Olimpia 2 (González e Samaniego), Vasco 1 (Tita)
06/04/1990 - Defensores del Chaco (Asunción) - Cerro Porteño 1 (Sanabria), Vasco 1 (Tita)
18/04/1990 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Grêmio 0
24/04/1990 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Tita e Bebeto), Cerro Porteño 0
27/04/1990 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Sorato), Olimpia 0
08/08/1990 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Colo Colo 0
15/08/1990 - Estádio Nacional (Santiago) - Colo Colo 3 (Espinoza 2(1p) e Barticiotto), Vasco 3 (Bismarck, Roberto Dinamite e William) - (disputa de pênaltis: Vasco 5 a 4. Díaz, Pizarro, Vilchez e Pasten converteram para o Colo Colo. Acácio defendeu a cobrança de Espinoza. Sorato, Bismarck, William, Roberto Dinamite e Célio converteram para o Vasco)
22/08/1990 - Maracanã (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Atlético Nacional 0
29/08/1990 - Atanasio Girardot (Medellín) - Atlético Nacional 2 (García e Fajardo), Vasco 0*
13/09/1990 - Santa Laura (Santiago) - Atlético Nacional 1 (Arboleda), Vasco 0
Eliminado nas quartas-de-final.
* A pedido do Vasco, o jogo de 29/08/1990 foi anulado, devido a ameaças telefônicas recebidas pelo árbitro uruguaio Juan Daniel Cardellino nas 24 horas que antecederam a partida. O jogo foi repetido em 13/09/1990, no campo neutro do Santa Laura, em Santiago do Chile. O Vasco perdeu novamente. As duas partidas estão contando para a estatística desta postagem.

V) Copa Libertadores da América 1998
04/03/1998 - Olímpico (Porto Alegre) - Grêmio 1 (Guilherme), Vasco 0
17/03/1998 - Jalisco (Guadalajara) - Guadalajara 1 (Jesús Ramírez), Vasco 0
20/03/1998 - Azteca (Cidade do México) - América do México 1 (Néstor G. Cedrés), Vasco 1 (Ramón)
26/03/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 3 (Luizão 2 e Donizete), Grêmio 0
03/04/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Luizão 2), Guadalajara 0
09/04/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Richardson), América do México 1 (Alberto García Aspe (p))
15/04/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Luizão e Donizete), Cruzeiro 1 (Marcelo)
02/05/1998 - Mineirão (Belo Horizonte) - Cruzeiro 0, Vasco 0
03/06/1998 - Olímpico (Porto Alegre) - Grêmio 1 (Guilherme), Vasco 1 (Pedrinho)
06/06/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Pedrinho), Grêmio 0
16/07/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Donizete), River Plate 0
22/07/1998 - Monumental de Núñez (Buenos Aires) - River Plate 1 (Juan P. Sorín), Vasco 1 (Juninho)
12/08/1998 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Donizete e Luizão), Barcelona de Guayaquil 0
26/08/1998 - Eng. Isidro Romero (Guayaquil) - Barcelona de Guayaquil 1 (Antony de Ávila), Vasco 2 (Luizão e Donizete)
CAMPEÃO.

VI) Copa Libertadores da América 1999
14/04/1999 - Palestra Itália (São Paulo) - Palmeiras 1 (Oséas), Vasco 1 (Guilherme)
21/04/1999 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Luizão e Ramon), Palmeiras 4 (Paulo Nunes, Alex 2 e Francisco Arce)
Eliminado nas oitavas-de-final.

VII) Copa Libertadores da América 2001
14/03/2001 - Pascual Guerrero (Cali) - América de Cali 0, Vasco 3 (Juninho Paulista, Clebson e Euller)
21/03/2001 - Pueblo Nuevo (San Cristóbal) - Deportivo Táchira 0, Vasco 1 (Euller)
05/04/2001 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Viola 2), Peñarol 1 (Guillermo Giacomazzi)
12/04/2001 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 4 (John Viáfara contra, Clebson, Romário e Jorginho Paulista), América de Cali 1 (Jersson González (p))
21/04/2001 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 3 (Romário 2 (1p) e Dedé), Deportivo Táchira 2 (Manuel Ponte e José González)
02/05/2001 - Centenário (Montevideo) - Peñarol 1 (Oscar Aguirregaray), Vasco 3 (Dedé 2 e Viola)
09/05/2001 - Municipal de Avenida Ignacio Collao (Concepción) - Deportes Concepción 1 (Carlos Verdugo), Vasco 3 (Juninho Paulista 2 e Romário)
16/05/2001 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Juninho Paulista), Deportes Concepción 0
23/05/2001 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Boca Juniors 1 (Guillermo Barros Schelotto)
30/05/2001 - La Bombonera (Buenos Aires) - Boca Juniors 3 (Aníbal Matellán e Guillermo Barros Schelotto 2 (1p)), Vasco 0
Eliminado nas quartas-de-final.

VIII) Copa Libertadores da América 2012
08/02/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Alecsandro), Nacional do Uruguai 2 (Dedé contra e Sánchez)
06/03/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 3 (Christian Ramos contra, Dedé e Juninho Pernambucano), Alianza Lima 2 (Jonathan Charquero e Ibáñez)
14/03/2012 - Nicolás Leoz (Asunción) - Libertad 1 (Nuñez), Vasco 1 (Diego Souza)
21/03/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Juninho Pernambucano e Alecsandro), Libertad 0
03/04/2012 - Alejandro Villanueva (Lima) - Alianza Lima 1 (Curiel), Vasco 2 (Felipe Bastos 2)
12/04/2012 - Parque Central (Montevideo) - Nacional do Uruguai 0, Vasco 1 (Diego Souza)
02/05/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Alecsandro e Diego Souza), Lanús 1 (Regueiro)
09/05/2012 - La Fortaleza (Lanús) - Lanús 2 (Pavone e Gutiérrez), Vasco 1 (Nilton)
Definição por pênaltis: Vasco 5 a 4. Para o Lanús converteram Regueiro, Velázquez, Camoranesi e Fritzler, com Romero chutando no travessão. Para o Vasco converteram Felipe, Juninho Pernambucano, Carlos Alberto, Renato Silva e Alecsandro.
16/05/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Corinthians 0
23/05/2012 - Pacaembu (São Paulo) - Corinthians 1 (Paulinho), Vasco 0
Eliminado nas quartas-de-final.

PC

Um comentário:

  1. Campanha completa do Vasco da Gama em 2012:

    VIII) Copa Libertadores da América 2012
    08/02/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 1 (Alecsandro), Nacional do Uruguai 2 (Dedé contra e Sánchez)
    06/03/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 3 (Christian Ramos contra, Dedé e Juninho Pernambucano), Alianza Lima 2 (Jonathan Charquero e Ibáñez)
    14/03/2012 - Nicolás Leoz (Asunción) - Libertad 1 (Nuñez), Vasco 1 (Diego Souza)
    21/03/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Juninho Pernambucano e Alecsandro), Libertad 0
    03/04/2012 - Alejandro Villanueva (Lima) - Alianza Lima 1 (Curiel), Vasco 2 (Felipe Bastos 2)
    12/04/2012 - Parque Central (Montevideo) - Nacional do Uruguai 0, Vasco 1 (Diego Souza)
    02/05/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 2 (Alecsandro e Diego Souza), Lanús 1 (Regueiro)
    09/05/2012 - La Fortaleza (Lanús) - Lanús 2 (Pavone e Gutiérrez), Vasco 1 (Nilton)
    Definição por pênaltis: Vasco 5 a 4. Para o Lanús converteram Regueiro, Velázquez, Camoranesi e Fritzler, com Romero chutando no travessão. Para o Vasco converteram Felipe, Juninho Pernambucano, Carlos Alberto, Renato Silva e Alecsandro.
    16/05/2012 - São Januário (Rio de Janeiro) - Vasco 0, Corinthians 0
    23/05/2012 - Pacaembu (São Paulo) - Corinthians 1 (Paulinho), Vasco 0
    Eliminado nas quartas-de-final.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.