sábado, 8 de dezembro de 2012

Pelé nunca perdeu um pênalti?

Pelé, o maior jogador de futebol de todos os tempos.

Muitas vezes na vida, escutei a frase "Pelé nunca perdeu um pênalti". A assustadora afirmação contribui para a sensação geral de que o Negão está acima de tudo e todos no futebol. Mas será que é verdade?

Não é. Trata-se de um falso mito espalhado por aí, contado tantas vezes que parece um fato. Na verdade, Pelé perdeu pelo menos 24 pênaltis na carreira (fontes: site Pelejas e site Terceiro Tempo):
17/10/1956 – Santos 4 x 2 Jabaquara (Fininho defendeu)
30/01/1958 – Santos 2 x 5 Atlético-MG (Arizona defendeu)
07/12/1958 – Santos 6 x 1 Corinthians (Cabeção defendeu)
30/09/1962 – Santos 3 x 1 Comercial (Aníbal defendeu)
02/06/1963 – Santos 2 x 0 Schalke 04 (para fora)
07/05/1964 – Santos 2 x 1 Racing (Pelé cobrou com paradinha e o juiz anulou, marcando reversão)
30/09/1964 – Corinthians 1 x 1 Santos (Heitor defendeu)
15/11/1964 – Ferroviária 0 x 0 Santos (para fora)
18/11/1964 – Guarani 5 x 1 Santos (Sídnei defendeu)
25/03/1965 – Santos 5 x 4 Peñarol (Maidana defendeu)
14/07/1965 – Santos 6 x 2 Noroeste (para fora)
15/08/1965 – Santos 3 x 1 Prudentina (para fora)
07/10/1965 – Santos 4 x 2 São Bento (para fora)
26/11/1966 – Santos 2 x 1 Guarani (na trave)
29/01/1967 – Santos 2 x 4 River Plate (para fora)
26/03/1967 – Santos 1 x 2 Vasco (para fora)
01/04/1967 – Santos 1 x 1 São Paulo (para fora)
05/03/1969 – Guarani 1 x 0 Santos (na trave)
12/05/1971 – Santos 1 x 0 São Bento (Lourenço defendeu)
23/05/1971 – Santos 4 x 3 Oriente Petrolero (para fora)
03/10/1971 – Santos 1 x 0 Cruzeiro (Hélio defendeu)
03/03/1972 – Santos 2 x 0 Roma (Ginulfi defendeu)
29/04/1972 – Santos 1 x 0 Napoli (Pelé perdeu um com paradinha e o juiz anulou. Na nova cobrança, o Rei mandou na trave)

Seguem abaixo os registros de dois dos pênaltis perdidos pelo Rei:


30/09/1964 - Heitor, do Corinthians, defende pênalti cobrado por Pelé


05/03/1969 - Pelé chuta o pênalti no travessão contra o Guarani

PC

6 comentários:

  1. PC, mais uma pérola! vou compartilhar no Facebook! daqui a pouco o pessoal da TV vai te convidar pra fazer um programa tipo "Mito ou Verdade?"... abraços Fernando. ps- dado que naquela a média de gols por partida era maior, até que não está tão ruim assim, hein? a veio a pergunta: quem foi então o batedor mais eficiente?

    ResponderExcluir
  2. Pinheiro, cobrador de pênaltis do Fluminense na década de 50, perdia poucos pênaltis.

    Mas não tenho dados suficientes para determinar qual foi o cobrador mais eficiente...

    ResponderExcluir
  3. Depois de morto, qualquer malvado pode virar santo!

    Vide são luís...

    ResponderExcluir
  4. Pinheirão cobrava dando porrada, alto, no meio dp gol.

    Uma vez, acertou o travessão, a bola foi parar quase na nossa área...

    hehehe...

    RAPADURA É DOCE, MAS NÃO É MOLE, NÃO....

    ResponderExcluir
  5. Eu já ouvi a mesma lenda a respeito de Carlos Alberto Torres. Já ouvi dizer que ele nunca perdeu um pênalti. Seria verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não é verdade. Carlos Alberto Torres de fato era um excelente cobrador de pênaltis. No entanto, pelo menos um pênalti eu sei que ele perdeu. Na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1976, o famoso jogo da invasão corinthiana no Maracanã, houve empate em 1 a 1, e na disputa de pênaltis o Corinthians venceu o Fluminense por 4 a 1. Uma das cobranças do Fluminense foi de Carlos Alberto Torres: o goleiro corinthiano Tobias defendeu.

      Excluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.