quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Coritiba 1 x 1 Fluminense

Foto: Giuliano Gomes (Agência PR PRESS).

Amigos, eu nem vou mais reclamar da arbitragem: após a palhaçada da semana passada, já assimilei o fato de que há um item oculto no regulamento do Campeonato Brasileiro de 2015, forçando os juízes a prejudicarem o Fluminense. Nesta quarta-feira 9, contra o Coritiba, o gaúcho Leandro Pedro Vuaden não foi exceção, infelizmente.

No Couto Pereira, que recebeu público de 14.375 presentes (12.619 pagantes, renda de R$ 190.895,00), o Coritiba saiu na frente com Henrique Almeida, e o Fluminense empatou com Marcos Júnior. O onze tricolor pressionava para virar o jogo, até que Enderson Moreira resolveu que o empate estava bom e recuou o time. O Coritiba agradeceu o presente do treinador visitante, foi para cima nos minutos finais, e quase venceu o jogo. Entretanto, o placar de 1 a 1 permaneceu até o apito final.

Apesar do sufoco no fim, o Fluminense jogou melhor que os anfitriões, teve mais posse de bola, finalizou mais vezes, e poderia ter conquistado os três pontos. Com os meninos Gustavo Scarpa e Gérson na criação, o Fluminense possui muito mais poder de fogo. Que Enderson não volte a mandar o primeiro para a lateral-esquerda e o segundo para o banco de reservas. Se há uma salvação para a temporada tricolor, ela certamente passa pela manutenção dos dois jovens craques no meio-campo.

No domingo 13, o Fluminense será novamente visitante: encarará o Sport Recife, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Tomara que, na batalha no Nordeste, o nosso onze volte a vencer. Afinal, jejum de vitórias não é algo que combina com o clube mais tradicional do futebol brasileiro.

PCFilho

NOTAS DO ONZE:
Diego Cavalieri: Sem culpa no gol do Coritiba. 6,5
Wellington Silva: Bem no apoio e na marcação. 6,5
Gum: Sofreu falta não-marcada no lance do gol do Coritiba, mas preferiu reclamar a prestar atenção ao lance. 5,0
Antônio Carlos: Não teve muito trabalho com o ataque do Coritiba. 6,0
Victor Oliveira: Não comprometeu. 6,0
Douglas: Eficiente na proteção à zaga. 6,0
Jean: Cumpriu bem sua função, e quase marcou bonito gol de falta. 6,5
Gustavo Scarpa: Melhor jogador tricolor em campo, deu a assistência para o gol. 7,5
(Edson): Jogou pouco tempo. 6,0
Gérson: Fez boas jogadas no ataque. Contribuiu decisivamente no lance do gol. 7,0
(Osvaldo): Jogou pouco tempo. 6,0
Marcos Júnior: Perdeu um gol feito, mas fez um golaço, salvando um ponto precioso. 7,0
(Vinícius): Jogou pouco tempo. 6,0
Michael: Incomodou os zagueiros adversários. 6,0
T. Enderson Moreira: Escalou bem, mas matou o time nos últimos vinte minutos, recuando demais. 3,0

Árbitro Leandro Pedro Vuaden: Deixou de marcar pênalti claro para o Fluminense no primeiro tempo. Ignorou falta em Gum no lance do gol do Coritiba. Na distribuição dos cartões, adotou um peso para o Fluminense e outro para o Coritiba. ZERO

4 comentários:

  1. PC,

    Bom dia!

    Não vi o jogo todo, mas não ouvi nenhum comentário sobre erro de arbitragem ou mesmo alguma menção a isso nas páginas tricolores. Poderia informar de que lance específico está se referindo?

    Sobre o Fluminense em si: nosso técnico foi mal, muito mal ao recuar o time, quando estava melhor (alías vi do gol do Coritiba pra frente e o Flu jogou bem melhor - e me disseram que já estava assim antes do gol).

    Perdemos gol, conseguimos empatar e depois, bom depois, Nei Franco colocou o time dele pra frente e o Enderson colocou o nosso pra trás e depois claramente se contentando com o empate pediu para Victor Oliveira ganhar tempo no gramado, contrariando até mesmo o que o comentarista da televisão, que dizia não ver motivo para o Flu segurar o empate.

    Enfim, empatamos e interrompemos uma série de 4 derrotas, mas na verdade ficou aquela sensação de ter perdido 1 vitória e deixado escapar 2 pontos.

    Saudações tricolores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, só agora vi a análise dos jogadores e do árbitro: sinceramente não vi falta no gol do Coritiba. Quanto ao pênalti, não vi o lance.

      Excluir
    2. Acho que o Enderson poderia ter escalado o lateral da base Léo Pelé e não entendo pq não barra o Gum, ele tá precisando de um banco, mesmo sabendo que não temos zagueiros muito diferentes (seria bom testar o tal do Arthur ou alguém da base). Espero que o Marlon já volte na próxima. Ah, também não entendo a barração do Edson, mesmo o Douglas parecendo ser um bom jogador.

      Excluir
  2. Esse Tecnico é muito burro meu pai. Jé era pra ter ido embora. Covarde, burro, escala mal, e mexe mal. Ontem o time estava dominando a partida e estava se desenhando o gol do Flu nos minutos finais, mas eis que o nosso magnifico treinador me tira gerson e scarpa e recua o time!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! C O V A R D E !!!!! esse cara tem que ir embora não aguento mas!!

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.