quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Recordar é viver - Fluminense Campeão Brasileiro de 1984


(texto especialmente feito para o FLUMINENSE & ETC)

Rio de Janeiro, 27 de maio de 1984.

Pela primeira vez na história, dois clubes da mesma cidade decidiam o Campeonato Brasileiro. Claro, o palco desta finalíssima tinha que ser o Rio de Janeiro. A festa no Estádio do Maracanã estava belíssima: mais de 128 mil testemunhas vibravam nas arquibancadas, cadeiras e gerais. Alguns corações batiam pelo Vasco, outros pelo Fluminense.

Durante a execução do Hino Nacional, que mal se ouvia, a torcida do Fluminense puxou o coro, e os vascaínos acompanharam: "um, dois, três, quatro, cinco, mil, queremos eleger o presidente do Brasil". Era a campanha das Diretas Já, que tomava conta do país, pelo fim da ditadura militar.

A vantagem inicial era tricolor. No primeiro jogo, realizado na noite de quinta-feira, o Fluminense havia vencido por 1 a 0, gol do craque paraguaio Romerito, após cruzamento preciso de Assis. Talvez isso explique o fato de a torcida pó-de-arroz ter sido mais vibrante, durante os noventa minutos da finalíssima.

O Vasco tenta atacar, mas sempre pára no bem armado sistema defensivo do Fluminense. O mérito é do treinador tricolor Carlos Alberto Parreira, que conseguiu impor uma consciência tática à equipe. Cada jogador do Fluminense sabe o que fazer em campo, com e sem a bola. No JB, Sandro Moreyra descreveu bem: o Tricolor possui "o jogo solidário, o toque de bola consciente, a confiança e a frieza de quem tem uma boa vantagem, e sabe que com ela chegará ao título".

Nos instantes finais, ainda haveria um susto derradeiro: Arturzinho penetrou livre e chutou, e Paulo Victor defendeu com os pés, de forma espetacular. Foi uma intervenção monumental, amigos. Faltando dois minutos para o fim, o Fluminense chegou duas vezes com perigo, com Washington e Assis. Foi a senha para a arquibancada tricolor começar a soltar o grito: "é campeão!". Momentos depois, o juiz Romualdo Arpi Filho apitaria o final da partida. Ainda no gramado, o capitão Duílio ergueu a Copa Brasil: o Fluminense é, de fato, o glorioso Campeão Brasileiro de 1984.

PC

Ficha Técnica: Fluminense 0 x 0 Vasco
Local: Estádio do Maracanã (Rio de Janeiro).
Data: 27/05/1984.
Árbitro: Romualdo Arpi Filho (SP).
Renda: Cr$ 638.160.000,00.
Público: 128.781 pagantes.
FFC: Paulo Victor; Aldo, Duílio, Ricardo e Branco; Jandir, Delei e Assis; Romerito, Washington e Tato. Técnico: Carlos Alberto Parreira.
CRVG: Roberto Costa; Edvaldo, Ivan, Daniel González e Aírton; Pires, Arturzinho e Mário; Mauricinho, Roberto Dinamite e Marquinho. Técnico: Edu Coimbra.
Cartões amarelos: Roberto Dinamite, Romerito, Daniel González, Aldo, Mário e Jandir.

O crédito da imagem é do Jornal do Brasil, edição de 28 de maio de 1984.

Melhores momentos do segundo jogo da final (Fluminense 0 x 0 Vasco):

Melhores momentos do primeiro jogo da final (Fluminense 1 x 0 Vasco):

10 comentários:

  1. Eu estava nesse jogo. Foi uma das maiores emoções da minha vida em termos de futebol. Acho que esse título, em emoção, só "perde" mesmo para o gol do Assis, em 1983, sobre o Flamengo. Em 1984, Maraca cheio, pó de arroz no ar, um empate com gosto de vitória! Flu campeão brasileiro! Flu vencedor, brigador, guerreiro! E que a história se repita em 2010 com o Flu campeão!

    ResponderExcluir
  2. Mônica, deve ter sido demais mesmo. Maracanã com 128.000 pessoas, e Fluminense campeão brasileiro depois de 14 anos...

    Sem contar o timaço em campo, com Paulo Victor, Ricardo, Romerito, Assis...

    ResponderExcluir
  3. Aquele sim era time de guerreiros.

    E como jogava futebol.

    Fui para o 1º jogo muito apreensivo.

    Fui para o 2º jogo tranquilo, sem dúvidas de que seríamos campeões.

    Saudades daquele tempo...

    ResponderExcluir
  4. trio de arbitragem

    http://oglobo.globo.com/rio/mat/2010/11/18/pm-prende-homem-aranha-carioca-923045924.asp

    ResponderExcluir
  5. agora está correto, desculpe-me

    http://www.netflu.com.br/?p=noticia&notid=12371&titulo=CONFIRA+O+TRIO+DE+ARBITRAGEM+PARA+SAO+PAULO+X+FLUMINENSE

    ResponderExcluir
  6. Eu tinha 10 anos, meu pai não quiz ir no jogo devido o tumulto tive que assistir pela tv mesmo. Mas até hoje me recordo dos detalhes desse dia!

    Tenho esse poster até hoje ele saiu no JB.

    ST

    ResponderExcluir
  7. Nossa..,
    este time deixou muita saudade para quem o presenciou no velho Maraca. Eu, por volta dos 17 anos, quicando e escorregando na arquibancada, 83/84/85 foi muita alegria, depois disso foram 10 anos para sentir vibração similar

    ST

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.