terça-feira, 15 de setembro de 2009

Recordar é viver - O Grenal de 1977





Porto Alegre, 25 de setembro de 1977.

Amigos, há campeonatos que começam muito antes da primeira rodada. Para o Grêmio, o certame gaúcho de 1977 começara oito anos antes, no dia 21 de dezembro de 1969, no Beira-Rio. Naquela data, o Internacional sagrava-se campeão gaúcho, sobre o Grêmio, impedindo o octacampeonato do maior rival.

Ali se iniciava uma seqüência inacreditável de Grenais nas finalíssimas dos Campeonatos Gaúchos. Em 70, 71, 72, 73, 74, 75 e 76, o Internacional venceria o Grêmio. Em 69, o Inter impedia o Grêmio de chegar ao octa. E ao mesmo tempo iniciava o seu próprio octacampeonato, conquistado em 76.

Imaginem o drama da torcida gremista. Minha amiga Jenny expressou muito bem: "Oito anos seguidos vendo seu maior rival sapatear em cima de você! Oito anos vendo a festa ser lá, na beira do Guaíba, enquanto a Azenha dormia silenciosa. Oito anos!". Piorando as coisas para os gremistas, o Colorado ainda conquistou o bicampeonato brasileiro, em 75 e 76, vencendo os espetaculares times do Corinthians, do Cruzeiro e do Fluminense.

Hoje, 25 de setembro de 1977, o Grêmio estava pequeno, o Grêmio era pequeno. O Inter era o multi-campeão, e o Grêmio era minúsculo. Mas foi nesse momento, nesse ponto de mínimo em sua história, que o tricolor gaúcho renasceu. Foi ali mesmo, quando menor parecia, que o Grêmio provou ser um gigante.

No comando técnico do Grêmio, está um dos grandes homens da história do futebol brasileiro: o genial Telê Santana da Silva. Um dos maiores jogadores e técnicos da história do Fluminense, o lendário Telê conseguira a proeza de se tornar ídolo também do Atlético Mineiro, já como treinador. Hoje, um terceiro clube passa a idolatrar o Fio de Esperança.

Amigos, foi o grande dia do Grêmio, e a grande tarde do Estádio Olímpico. A multidão se espremia nas arquibancadas do campo gremista. A esperança vestia azul, branco e preto.

Aos 42 minutos do primeiro tempo, Tarciso passa a Iúra, Iúra lança no momento certo, e André Catimba manda a bola para as redes coloradas. Era o gol, era o título!

Vale destacar a comemoração de André Catimba. Na sua euforia incontida, ele tenta dar um salto mortal, e cai estatelado no chão. Ao mesmo tempo sublime e patética, a cena se eternizará na história do Grêmio. Machucado, o herói saiu de campo ovacionado.

No fim, a torcida invadiu o gramado em êxtase, e o árbitro Luiz Torres teve que encerrar a partida. Grêmio de Foot-Ball Porto Alegrense, glorioso campeão gaúcho de 1977!

PC

Vídeo do gol de André Catimba:

Fontes da pesquisa:
[1] Blog da Jenny Taylor, El Bigodon Mardiiito.
[2] Texto de Paulo Sant'Ana, no Zero Hora.
[3] Texto de Victor, no Blablagol.
[5] Texto de Charles Hansen, em Grêmio Copero.

Ficha técnica: Grêmio 1 x 0 Internacional.
Decisão do Campeonato Gaúcho de 1977 - Jogo Extra.
Local: Estádio Olímpico de Porto Alegre.
Data: 25/09/1977.
Grêmio: Corbo; Eurico, Cassiá, Oberdan e Ladinho; Victor Hugo, Tadeu Ricci, Iúra (Vílson) e Tarciso; André Catimba (Alcindo) e Éder. Técnico: Telê Santana.
Internacional: Benitez; Beretta (Jair), Marinho, Gardel e Vacaria; Caçapava, Batista, Escurinho e Valdomiro; Luizinho e Santos (Dario). Técnico: Carlos Gainete.
Árbitro: Luiz Torres.
Gol: André Catimba, aos 42 minutos do primeiro tempo.

Imagens:


A capa do jornal "Zero Hora" do dia seguinte.

A taça do Campeonato Gaúcho, com a faixa de campeão.
(foto tirada pela amiga Jenny Taylor)

Pôster do time campeão.


Mais um pôster do time campeão.

Em pé: Eurico, Victor Hugo, Corbo, Cassiá, Oberdan e Ladinho.
Agachados: Tarciso, Tadeu Ricci, André Catimba, Iúra e Éder.

7 comentários:

PCFilho disse...

Esse texto é uma homenagem ao aniversário de 106 anos do Grêmio!

Afonso Eduardo disse...

PC é triste ver na comu do Fluminense pessoas zuarem este post,futebol hoje virou sinônimo de inimizade, aversão ao outro que torce por outras cores. Rivalidade dentro de campo faz parte, gozar os rivais faz parte, agora precisa de tanta ignorância?

Parabéns pelo post, quem gosta de futebol vai gostar, parabéns ao Grêmio, mas domingo será verde, branco e grená, em POA.

Jenny Taylor disse...

Essa imagem da taça com a faixa foi tirada por minha pessoa in loco no memorial do gremio :P

PCFilho disse...

Comentários no orkut:

Comunidade do Fluminense

Grêmio 1

Grêmio 2

Grêmio 3

Ramón disse...

Muito foda o texto!
Ser octavice do maior rival deve doer...
Que comemoração!!!

Quanto aos comentários no orkut, ridículos...é por isso que não comento nada por lá, o que vejo é meia dúzia de pessoas inteligentes em meio a milhares de boçais!!!
Tem "tricolor" ali que claramente desconhece a história do próprio clube, aquele Vinícius(que tem foto sentado no maraca) por exemplo, diz só querer saber de títulos, o que o Fluminense mais tem é títulos!!! Mas os imbecis acham que o futebol começou na década de 80...
Desses idiotas eu tenho pena...

Renato disse...

quero o gremio se exploda

Sala Escura - Cinema por Chico Izidro disse...

O gol foi marcado no primeiro tempo.