segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

História - Fluminense x Times Mato-grossenses



Na segunda fase da Copa do Brasil 2017, o Fluminense enfrentou o Sinop, de Mato Grosso, em jogo único, na casa do adversário. Foi o primeiro duelo entre os clubes na história.

Agora, o Fluminense já enfrentou 5 clubes mato-grossenses: Mixto, Dom Bosco, Operário de Cuiabá, Juventude de Primavera do Leste e Sinop.

Contra o Mixto, foram 2 partidas que terminaram empatadas:
09/06/1957 - Mixto 2 x 2 Fluminense - Eurico Gaspar Dutra (Cuiabá)
18/01/1981 - Mixto 1 x 1 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)

Contra o Dom Bosco, foram 2 partidas, com 1 vitória para cada lado:
13/06/1957 - Dom Bosco 2 x 5 Fluminense - Eurico Gaspar Dutra (Cuiabá)
20/07/1978 - Dom Bosco 2 x 1 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)

Contra o Operário de Cuiabá, foram 3 partidas, com 3 vitórias do Fluminense:
13/08/1995 - Operário de Cuiabá 3 x 4 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)
22/02/2006 - Operário de Cuiabá 2 x 3 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)
09/03/2006 - Fluminense 3 x 1 Operário de Cuiabá - Maracanã (Rio de Janeiro)

Contra o Juventude de Primavera do Leste, foram 2 partidas, com 1 vitória para cada lado (e uma classificação dramática do Fluminense, na Copa do Brasil de 2001):
11/04/2001 - Juventude MT 4 x 1 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)
18/04/2001 - Fluminense 3 x 0 Juventude MT - Maracanã (Rio de Janeiro)

Contra o Sinop, o primeiro duelo foi o da Copa do Brasil de 2017:

O Fluminense também já jogou contra dois combinados de Mato Grosso:
16/06/1957 - Combinado Mixto/Dom Bosco 1 x 4 Fluminense - Eurico Gaspar Dutra (Cuiabá)
12/03/1975 - Seleção de Cuiabá 0 x 2 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)

O Fluminense também já enfrentou 3 equipes de Mato Grosso do Sul (estado que se desmembrou de Mato Grosso em 01/01/1979): Operário de Campo Grande, Comercial e CENE.

Contra o Operário de Campo Grande, foram 6 partidas, com 3 vitórias do Fluminense, 2 empates e 1 vitória do Operário:
17/02/1974 - Operário CG 1 x 1 Fluminense - Morenão (Campo Grande)
04/12/1977 - Operário CG 2 x 1 Fluminense - Morenão (Campo Grande)
16/07/1978 - Fluminense 2 x 1 Operário CG - São Januário (Rio de Janeiro)
11/04/1984 - Operário CG 0 x 0 Fluminense - Morenão (Campo Grande)
18/04/1984 - Fluminense 2 x 0 Operário CG - São Januário (Rio de Janeiro)
03/09/1986 - Fluminense 1 x 0 Operário CG - Maracanã (Rio de Janeiro)

Contra o Comercial, foram 2 jogos, com 1 derrota do Fluminense e 1 empate:
19/02/1974 - Comercial MS 2 x 1 Fluminense - Morenão (Campo Grande)
07/09/1975 - Comercial MS 1 x 1 Fluminense - Morenão (Campo Grande)

Contra o CENE, houve um duelo, com vitória do Fluminense por 5 a 3, pela Copa do Brasil de 2006:
22/03/2006 - CENE 3 x 5 Fluminense - Morenão (Campo Grande)

PCFilho

14 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigado pelo prestígio de sempre, Thiago!

      Excluir
  2. Não sendo clube, o Fluminense enfrentou em 12 de março de 1975 a Seleção de Cuiabá, vencendo por 2 a 0 com dois gols de Gil, com o Fluminense conquistando o Troféu Governador Fragelli no Estádio José Fragelli apinhado de gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela informação preciosa, Alexandre. Mais uma colaboração excelente de sua parte.

      Acrescentarei ao post mais tarde, junto com um jogo contra o Combinado Mixto-Dom Bosco, em 1957, disputado dias após os jogos contra os dois clubes. :)

      Excluir
    2. Essa informação eu nem procurei, pois a tinha de memória. Tem que haver alguma vantagem em se estar ficando "velho", não?
      Viramos testemunhas oculares da História!

      Excluir
    3. Jogo que valeu taça, você sabe tudo, independentemente de ter testemunhado ou não. :)

      Mas sim, há certas vantagens na idade maior. Uma delas é ter visto esses timaços do Fluminense...

      Excluir
  3. Em Cuiabá chegou a dar 42 graus no dia da partida, segundo o JB de 14/03/1975, em sua página 43, onde consta uma informação muito importante, sobre um jogador que a partir desse momento passaria a se qualificar para representar futuramente a Seleção Brasileira:"A atuação de Gil na partida de anteontem contra a Seleção de Cuiabá tirou qualquer dúvida do técnico Paulo Emílio quanto à sua efetivação como titular na ponta direita do Fluminense". E a reportagem segue com o depoimento de Paulo Emílio sobre isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gil fez mesmo uma temporada excepcional em 1975. Em meio a tantos craques na chamada Máquina Tricolor, conseguiu ser o artilheiro máximo do Fluminense naquele ano, com 30 gols marcados (conforme a lista que publiquei aqui essa semana).

      Excluir
    2. Sem dúvidas. Infelizmente não tive o privilégio de vê-lo ao vivo, mas pelos vídeos do YouTube e pelas estatísticas, nota-se que foi um craque.

      Ser o artilheiro de um time que contava com Rivellino, Paulo Cezar Caju, Manfrini, Kléber e Marco Antônio não é pra qualquer um.

      Detalhe: ele já havia sido o artilheiro do Fluminense na temporada de 1974, com 16 gols. E só não foi o artilheiro de 1976, quando marcou mais 29 gols, porque chegou o argentino Narciso Doval e marcou 39.

      Números impressionantes para um jogador que não atuava de centroavante. Gil, autêntico craque tricolor!

      Excluir
    3. (Curioso esse fato: não me engano Gil atuou até 1974 como centroavante, e a partir de 1975 como ponta-direita; aparentemente, passou a marcar mais gols como ponta que como centroavante!!)

      Excluir
    4. Mais passamos a ter um ponta direita que marcava tantos gols quanto um centroavante! Ele e Manfrini, depois Doval, que beleza!

      Excluir
    5. Até porque Cafuringa fez a alegria e a fama de vários centroavantes, mas fazer gols não era com ele!

      Excluir
  4. Acrescentadas 3 partidas:

    O jogo de ontem, válido pela Copa do Brasil de 2017:
    01/03/2017 - Sinop 1 x 3 Fluminense - Gigante do Norte (Sinop)

    E os jogos contra dois combinados de Mato Grosso, um em 1957, outro em 1975:
    16/06/1957 - Combinado Mixto/Dom Bosco 1 x 4 Fluminense - Eurico Gaspar Dutra (Cuiabá)
    12/03/1975 - Seleção de Cuiabá 0 x 2 Fluminense - José Fragelli (Cuiabá)

    Agradecimentos, novamente, ao Alexandre Magno, pela colaboração. :)

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.