sábado, 27 de maio de 2017

História - Fluminense x Times Europeus

Em 10 de junho de 1975, o Fluminense derrotou o Bayern no Maracanã.

Recentemente, a revista Placar publicou matéria afirmando que o Fluminense tem, dentre os 12 clubes grandes brasileiros, o segundo melhor aproveitamento contra times europeus. De acordo com a publicação, teriam sido 143 partidas até hoje, com 84 vitórias tricolores, 30 empates e 29 derrotas (aproveitamento de 65,7%). O site da Fox Sports repercutiu a matéria da Placar.

Atendendo a pedidos, publico aqui a lista com todas as partidas do Fluminense contra equipes europeias, de acordo com os meus arquivos. São ao todo 168 jogos, incluindo partidas contra seleções e combinados, contabilizando 97 vitórias, 35 empates e 36 derrotas, 385 gols-pró e 214 gols-contra. O aproveitamento é de 64,7% dos pontos disputados (o que mantém o Tricolor na segunda posição na lista da Placar).

Abaixo, a lista com os resultados dessas 168 partidas:
06/12/1908 - Fluminense 0 x 4 Percy Acott/ING - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
24/08/1910 - Fluminense 1 x 10 Corinthian Casuals/ING - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
15/07/1928 - Fluminense 4 x 1 Sporting Lisboa/POR - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
29/07/1928 - Fluminense 3 x 2 Sporting Lisboa/POR - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
14/04/1931 - Fluminense 5 x 2 Eagle/ING - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
21/06/1931 - Fluminense 2 x 3 Ferencváros/HUN - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
12/06/1949 - Fluminense 3 x 2 Rapid Viena/AUT - São Januário (Rio de Janeiro)
14/12/1949 - Fluminense 2 x 1 Malmö/SUE - General Severiano (Rio de Janeiro)
03/06/1951 - Fluminense 2 x 1 Portsmouth/ING - Maracanã (Rio de Janeiro)
25/01/1953 - Fluminense 1 x 1 First Viena/AUT - Centenário (Montevideo, Uruguai)
10/02/1953 - Fluminense 0 x 0 Dinamo Zagreb/IUG - Centenário (Montevideo, Uruguai)
20/06/1953 - Fluminense 3 x 0 Hibernian/ESC - Maracanã (Rio de Janeiro)
02/02/1954 - Fluminense 3 x 1 Rapid Viena/AUT - Centenário (Montevideo, Uruguai)
06/02/1954 - Fluminense 0 x 1 IFK Norrköping/SUE - Centenário (Montevideo, Uruguai)
28/07/1954 - Fluminense 3 x 0 Deportivo La Coruña/ESP - Maracanã (Rio de Janeiro)
22/05/1955 - Besiktas/TUR 2 x 1 Fluminense - Estádio Olímpico (Istambul, Turquia) 
28/05/1955 - Galatasaray/TUR 0 x 2 Fluminense - Estádio Olímpico (Istambul, Turquia)
29/05/1955 - Seleção da Turquia 1 x 4 Fluminense - Estádio Olímpico (Istambul, Turquia)
02/06/1955 - Fiorentina/ITA 1 x 3 Fluminense - Artemio Franchi (Firenze, Itália)
05/06/1955 - Lausanne/SUI 2 x 3 Fluminense - La Pontaise (Lausanne, Suíça)
08/06/1955 - Grasshopper-Club/SUI 1 x 1 Fluminense - Letzigrund (Zurich, Suíça)
12/06/1955 - Valencia/ESP 3 x 3 Fluminense - Bosuilstadion (Antuérpia, Bélgica)
15/06/1955 - Racing Paris/FRA 0 x 2 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
18/06/1955 - Basel/SUI 2 x 4 Fluminense - Stadion Rankhof (Basel, Suíça)
25/06/1955 - Lille/FRA 3 x 3 Fluminense - Félix Bollaert (Lens, França)
29/06/1955 - Porto/POR 3 x 1 Fluminense - Estádio das Antas (Porto, Portugal)
17/06/1956 - Fluminense 3 x 0 Porto/POR - Maracanã (Rio de Janeiro)
27/06/1956 - Fluminense 1 x 0 Espanyol/ESP - Maracanã (Rio de Janeiro)
09/07/1957 - Seleção de Curaçao/HOL 0 x 0 Fluminense - Stadion Ergilio Hato (Willemstad, Curaçao)
11/07/1957 - Aruba Voetbal/HOL 0 x 2 Fluminense - Trinidad Stadion (Oranjestad, Aruba)
21/04/1960 - Sporting Lisboa/POR 3 x 0 Fluminense - José Alvalade (Lisboa, Portugal)
25/04/1960 - West Ham United/ING 5 x 4 Fluminense - Boleyn Ground (London, Inglaterra)
27/04/1960 - Brighton/ING 1 x 2 Fluminense - Withdean Stadium (Brighton, Inglaterra)
19/05/1960 - Combinado de Borlange/SUE 0 x 9 Fluminense - Domnarvsvallen (Borlange, Suécia)
29/05/1960 - Seleção da Suécia 3 x 0 Fluminense - Råsunda (Estocolmo, Suécia)
31/05/1960 - Malmö/SUE 2 x 4 Fluminense - Malmö Stadion (Malmö, Suécia)
02/06/1960 - Combinado Lyn-Skeid/NOR 2 x 8 Fluminense - Bislett Stadion (Oslo, Noruega)
06/06/1960 - AIK/SUE 1 x 4 Fluminense - Råsunda (Estocolmo, Suécia)
10/06/1960 - Istad/SUE 0 x 11 Fluminense - Råsunda (Estocolmo, Suécia)
15/06/1960 - Seleção de Budapeste/HUN 1 x 0 Fluminense - Nepstadion (Budapeste, Hungria)
20/06/1960 - Genoa/ITA 2 x 3 Fluminense - Luigi Ferraris (Genoa, Itália)
28/06/1960 - Elche/ESP 1 x 0 Fluminense - Martinez Valero (Alicante, Espanha)
29/06/1960 - Valencia/ESP 3 x 4 Fluminense - Mestalla (Valencia, Espanha)
24/05/1961 - Sporting Lisboa/POR 2 x 0 Fluminense - José Alvalade (Lisboa, Portugal)
08/06/1961 - Seleção da Bulgária 0 x 1 Fluminense - Vassil Levski (Sofia, Bulgária)
10/06/1961 - Seleção B da Bulgária 1 x 1 Fluminense - Vassil Levski (Sofia, Bulgária)
12/06/1961 - Olympique Nice/FRA 2 x 7 Fluminense - Stade du Ray (Nice, França)
16/06/1961 - Internazionale/ITA 1 x 1 Fluminense - San Siro (Milano, Itália)
17/06/1961 - Espanyol/ESP 1 x 2 Fluminense - Olimpic Lluis Companys (Barcelona, Espanha)
28/06/1961 - Deportivo Málaga/ESP 0 x 6 Fluminense - La Rosaleda (Málaga, Espanha)
01/07/1961 - Valencia/ESP 2 x 3 Fluminense - Mestalla (Valencia, Espanha)
13/12/1962 - Fluminense 0 x 1 Seleção da União Soviética - Maracanã (Rio de Janeiro)
16/05/1963 - Combinado Osk-Degerfors/SUE 2 x 1 Fluminense - Eyravallen (Örebro, Suécia)
19/05/1963 - Combinado Elfsborg-Horrby/SUE 2 x 4 Fluminense - Boras Arena (Boras, Suécia)
21/05/1963 - Atvidabergs/SUE 0 x 3 Fluminense - Kopparvallen (Atvidaberg, Suécia)
23/05/1963 - Salto BK/SUE 1 x 4 Fluminense - (Suécia)
28/05/1963 - Kristianstads/SUE 1 x 4 Fluminense - Kristianstads IP (Kristianstad, Suécia)
30/05/1963 - BK Landora/SUE 0 x 6 Fluminense - Landskrona IP (Landskrona, Suécia)
03/06/1963 - Combinado de Helsinki/FIN 1 x 2 Fluminense - Olímpico (Helsinki, Finlândia)
06/06/1963 - Dínamo de Moscou/URSS 0 x 1 Fluminense - Dinamo Stadium (Moscou, URSS)
09/06/1963 - Lugansk/URSS 1 x 2 Fluminense - Avanhard Stadium (Lugansk, URSS)
12/06/1963 - Seleção da União Soviética 0 x 0 Fluminense - Central Stadium (Volgograd, URSS)
16/06/1963 - Ararat Yerevan/URSS 2 x 5 Fluminense - Hrazdan Stadium (Yerevan, URSS)
01/06/1972 - Burgos/ESP 0 x 2 Fluminense - El Plantio (Burgos, Espanha)
07/06/1972 - Troyes/FRA 1 x 3 Fluminense - Stade L'Aube (Troyes, França)
13/06/1972 - Vojvodina/IUG 4 x 4 Fluminense - Stadion Grbavica (Sarajevo, Iugoslávia)
16/06/1972 - Borovo/IUG 2 x 5 Fluminense - Stadion Maksimir (Zagreb, Iugoslávia)
21/06/1972 - Zeljeznicar/IUG 1 x 1 Fluminense - Stadion Grbavica (Sarajevo, Iugoslávia)
19/08/1972 - Atlético Madrid/ESP 4 x 2 Fluminense - Municipal (Huelva, Espanha)
20/08/1972 - Valencia/ESP 0 x 2 Fluminense - Municipal (Huelva, Espanha)
17/06/1975 - Valencia/ESP 1 x 0 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
19/06/1975 - Fluminense 3 x 0 Sporting Lisboa/POR - Parc des Princes (Paris, França)
11/07/1975 - Fluminense 4 x 1 Eppingen/ALE - Carlos Gline (Petrópolis)
21/07/1975 - Fluminense 2 x 0 Olympique Marseille/FRA - Maracanã (Rio de Janeiro)
22/06/1976 - Paris Saint-Germain/FRA 0 x 2 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
24/06/1976 - Seleção da Europa 1 x 3 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
26/07/1977 - Paris Saint-Germain/FRA 1 x 1 Fluminense - Stade Olympique (Colombes, França)
28/07/1977 - Olympique Nice/FRA 1 x 2 Fluminense - Stade du Ray (Nice, França)
30/07/1977 - Olympique Ajaccio/FRA 2 x 5 Fluminense - Stade Mezzavia (Ajaccio, França)
06/08/1977 - Feyenoord/HOL 0 x 2 Fluminense - Riazor (La Coruña, Espanha)
07/08/1977 - Fluminense 4 x 1 Dukla Praha/TCH - Riazor (La Coruña, Espanha)
13/08/1978 - Deportivo La Coruña/ESP 1 x 2 Fluminense - Riazor (La Coruña, Espanha)
18/08/1978 - Ajax/HOL 2 x 2 Fluminense [PK 5 x 4] - Olímpico (Amsterdam, Holanda)
20/08/1978 - AZ Alkmaar/HOL 2 x 2 Fluminense [PK 5 x 4] - Olímpico (Amsterdam, Holanda)
05/02/1980 - Fluminense 0 x 2 Honvéd/HUN - Chateau Carrera (Córdoba, Argentina)
28/05/1984 - Udinese/ITA 1 x 1 Fluminense [PK 4 x 2] - Giants Stadium (New Jersey, EUA) (*)
10/08/1984 - Ascoli/ITA 0 x 2 Fluminense - Cino e Lillo del Duca (Ascoli Piceno, Itália)
12/08/1984 - Milan/ITA 0 x 1 Fluminense - Friuli (Udine, Itália)
14/08/1984 - Köln/ALE 4 x 1 Fluminense - Friuli (Udine, Itália)
16/08/1984 - SPAL/ITA 2 x 3 Fluminense - Paolo Mazza (Ferrara, Itália)
18/08/1984 - Pisa/ITA 0 x 0 Fluminense - Stadio Comunale (Pistoia, Itália)
10/08/1985 - Porto/POR 1 x 0 Fluminense - Riazor (La Coruña, Espanha)
11/08/1985 - Real Madrid/ESP 0 x 2 Fluminense - Riazor (La Coruña, Espanha)
30/07/1986 - Servette/SUI 1 x 2 Fluminense - Stade des Charmilles (Genebra, Suíça)
02/08/1986 - Sporting Gijón/ESP 1 x 1 Fluminense [PK 3 x 5] - Municipal (La Línea de La Concepción, Espanha)
03/08/1986 - Real Madrid/ESP 2 x 0 Fluminense - Municipal (La Línea de La Concepción, Espanha)
06/08/1986 - Manchester United/ING 0 x 0 Fluminense [PK 4 x 3] - Old Trafford (Manchester, Inglaterra)
15/08/1986 - AD Tarancón/ESP 1 x 12 Fluminense - Campo da AD (Tarancón, Espanha)
16/08/1986 - Deportivo Segóvia/ESP 0 x 8 Fluminense - Municipal (La Albuera, Espanha)
18/08/1986 - Grasshopper-Club/SUI 0 x 0 Fluminense [PK 5 x 3] - Letzigrund (Zurich, Suíça)
20/08/1986 - Bayern München/ALE 1 x 0 Fluminense - Letzigrund (Zurich, Suíça)
21/08/1986 - Brescia/ITA 0 x 1 Fluminense - Mario Rigamonti (Brescia, Itália)
22/08/1986 - Real Valladolid/ESP 0 x 0 Fluminense [PK 5 x 4] - José Zorilla (Vigo, Espanha)
23/08/1986 - Celta de Vigo/ESP 2 x 1 Fluminense - José Zorilla (Vigo, Espanha)
25/08/1986 - Rayo Vallecano/ESP 2 x 2 Fluminense - Teresa Rivero (Madrid, Espanha)
26/05/1987 - Fluminense 1 x 1 Torino/ITA - Kusanagi Stadium (Shizuoka, Japão)
31/05/1987 - Fluminense 2 x 0 Torino/ITA - Estádio Nacional (Tóquio, Japão)
09/07/1987 - Paris Saint-Germain/FRA 0 x 1 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
10/07/1987 - Bordeaux/FRA 0 x 1 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
27/01/1988 - Fluminense 2 x 1 Aarau/SUI - Campo do Várzea Clube (Teresópolis)
14/07/1989 - Young Boys/SUI 3 x 1 Fluminense - Wankdorf (Berna, Suíça)
16/07/1989 - Isny/ALE 2 x 5 Fluminense - Adolf-Wälder-Stadion (Isny, Alemanha Oc.)
19/07/1989 - Markdorf/ALE 0 x 6 Fluminense - Municipal (Markdorf, Alemanha Oc.)
21/07/1989 - Augsburg/ALE 0 x 1 Fluminense - Rosenaustadion (Augsburg, Alemanha Oc.)
23/07/1989 - VfL Bad Ems/ALE 0 x 1 Fluminense - (Bad Ems, Alemanha Oc.)
26/07/1989 - SSV Reutlingen 05/ALE 0 x 2 Fluminense - Kreuzeiche (Reutlingen, Alemanha Oc.)
30/07/1989 - Hünfeld Sport Verein/ALE 1 x 9 Fluminense - (Hünfeld, Alemanha Oc.)
02/08/1989 - Bergisch Gladbach 09/ALE 1 x 4 Fluminense - Waldstadion (Bergisch Gladbach, Alemanha Oc.)
04/08/1989 - Benfica/POR 1 x 1 Fluminense - Stadion Feijenoord (Rotterdam, Holanda)
06/08/1989 - Anderlecht/BEL 1 x 2 Fluminense - Stadion Feijenoord (Rotterdam, Holanda)
13/08/1989 - Fluminense 1 x 0 Roma/ITA - Estádio Olímpico (Kiev, Ucrânia)
17/08/1989 - Livorno/ITA 0 x 3 Fluminense - Armando Picchi (Livorno, Itália)
20/08/1989 - Napoli/ITA 0 x 1 Fluminense - Stadio Partenio (Avellino, Itália)
22/08/1989 - Athletic Bilbao/ESP 0 x 0 Fluminense - San Mamés (Bilbao, Espanha)
17/07/1991 - Olympique Lyon/FRA 0 x 0 Fluminense - Stade Gerland (Lyon, França)
21/07/1991 - Fluminense 2 x 1 Sporting Lisboa/POR - Stade Gerland (Lyon, França)
24/07/1991 - Koblenz/ALE 1 x 6 Fluminense - Oberwerth (Koblenz, Alemanha)
27/07/1991 - Duisburg/ALE 2 x 4 Fluminense - Wedaustadion (Duisburg, Alemanha)
31/07/1991 - Netphen/ALE 0 x 5 Fluminense - Leimbachstadion (Siegen, Alemanha)
03/08/1991 - Standard Liège/BEL 3 x 4 Fluminense - Maurice Dufrasne (Liège, Bélgica)
07/08/1991 - Royal Antwerp/BEL 0 x 0 Fluminense - Bosuilstadion (Antuérpia, Bélgica)
09/08/1991 - Ajax/HOL 3 x 0 Fluminense - Olímpico (Amsterdam, Holanda)
11/08/1991 - PSV Eindhoven/HOL 1 x 1 Fluminense [PK 4 x 5] - Olímpico (Amsterdam, Holanda)
16/07/1993 - Paris Saint-Germain/FRA 3 x 1 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
17/07/1993 - Eintracht Frankfurt/ALE 4 x 1 Fluminense - Parc des Princes (Paris, França)
03/08/1996 - Munayshi Aktau/CAZ 2 x 0 Fluminense - (Cazaquistão)
04/08/1996 - Feyenoord/HOL 3 x 1 Fluminense - (Cazaquistão)
25/07/1998 - Fluminense 1 x 0 Marítimo/POR - Laranjeiras (Rio de Janeiro)
09/08/1999 - Deportivo La Coruña/ESP 4 x 0 Fluminense - Riazor (La Coruña, Espanha)
11/08/1999 - Numancia/ESP 2 x 0 Fluminense - Los Pajaritos (Soria, Espanha)
13/08/1999 - Cádiz/ESP 2 x 0 Fluminense - Ramón de Carranza (Cádiz, Espanha)
15/08/1999 - Las Palmas/ESP 3 x 3 Fluminense - Insular (Las Palmas, Espanha)
06/07/2013 - Áustria Viena/AUT 0 x 1 Fluminense - Pepsi Arena (Varsóvia, Polônia) (**)
07/07/2013 - Legia Varsóvia/POL 2 x 0 Fluminense - Pepsi Arena (Varsóvia, Polônia) (**)
03/06/2014 - Fluminense 2 x 2 Verona/ITA [PK 3 x 4] - Estádio do Junco (Sobral)

Observações:

(*) nos jogos de 28/05 e 03/06/1984, os respectivos empates em 1 a 1 e 2 a 2 foram no tempo regulamentar. Em ambos os jogos, houve empates em 0 a 0 na prorrogação de vinte minutos. A Udinese e o Barcelona venceram nas disputas de pênalti.

(**) as partidas dos dias 6 e 7 de julho de 2013 foram disputadas pelo time sub-23 do Fluminense, válidas pela Deyna Cup. O Áustria Viena e o Legia Varsóvia atuaram com suas equipes principais. O gol do Fluminense na vitória contra o Áustria Viena foi marcado por Peterson, aos 17 minutos do segundo tempo.

(***) no jogo de 20/07/2014, homenagem ao centenário do primeiro jogo da história da Seleção Brasileira, o Fluminense atuou com um time reserva.

- considerei como europeus os times de países que têm território total ou parcialmente na Europa (como a Turquia, o Cazaquistão e a extinta União Soviética). Também listei os jogos contra as equipes de Aruba e Curaçao, porque na época eram oficialmente parte da Holanda.

- não sei quais são as 25 partidas de diferença entre as listas, pois não tive acesso ao levantamento da Placar. Provavelmente, parte da diferença está nos 8 jogos contra seleções nacionais, nos 8 jogos contra combinados locais e no jogo contra a Seleção da Europa em 1976.

PCFilho

45 comentários:

  1. Então o Fluminense já ganhou de Sporting Lisboa, Porto, Arsenal, Middlesbrough, Portsmouth, Deportivo La Coruña, Espanyol, Fenerbahçe, Galatasaray, Dinamo de Moscou, Feyenoord, Malmö, Milan, Fiorentina, Torino, Roma, Genoa, Valencia, Bayern de Munique, Bordeaux, Paris Saint-Germain e Real Madrid!

    Isso só pra citar os mais famosos! Sensacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí. Sorte deles que não disputamos a Champions' League. Hehehe!

      Excluir
    2. A maior vitória, pra mim, é o 1 a 0 contra o Bayern de Munique em 1975.

      Os alemães haviam acabado de conquistar o bicampeonato da Copa dos Campeões Europeus (atual Champions' League). E ainda conquistariam o tri no ano seguinte. Além disso, eram a base da Seleção da Alemanha Ocidental, campeã mundial de 1974.

      Enfim, o Bayern era um timaço absurdo, provavelmente o melhor Bayern da história, e o Fluminense ganhou, e ganhou sobrando, no Maracanã. Pelos relatos, 1 a 0 ficou barato pros gringos, tanto que o goleiro Sepp Maier foi o melhor jogador em campo.

      Aquele Bayern não tinha adversários à sua altura na Europa. Mas aqui no Brasil, tinha pelo menos um... :)

      Excluir
    3. Outra vitória marcante completa 62 anos hoje: 2 a 0 sobre o Galatasaray, então campeão de Istambul. :)

      Excluir
    4. Sem dúvida nenhuma, essa vitória contra o Bayern de Munique foi sensacional. Uma prova do tamanho do Fluminense para o mundo!

      Excluir
    5. Corrigido o placar do jogo abaixo, de 2 x 0 para 2 x 1:
      21/07/1991 - Fluminense 2 x 1 Sporting Lisboa/POR - Stade Gerland (Lyon, França)

      Excluir
    6. Estádio da partida abaixo corrigido:
      30/07/1986 - Servette 1 x 2 Fluminense - Stade des Charmilles (Genebra, Suíça)

      Excluir
    7. Corrigidos os estádios dos três jogos abaixo:
      02/08/1986 - Sporting Gijón/ESP 1 x 1 Fluminense [PK 3 x 5] - Municipal (La Línea de La Concepción, Espanha)
      03/08/1986 - Real Madrid/ESP 2 x 0 Fluminense - Municipal (La Línea de La Concepción, Espanha)
      02/08/1989 - Bergisch Gladbach 09/ALE 1 x 4 Fluminense - Waldstadion (Bergisch Gladbach, Alemanha Oc.)

      Excluir
  2. O meu Grêmio também já venceu o Bayern, e foram duas vezes, em 84 e 85! Talvez não fosse o Bayern mais forte mas era o Bayern e ainda tinha Humennigge!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Bayern mais forte da história certamente foi o de 1974-1976, que ganhou três Copas Europeias seguidas (e perdeu para o Fluminense no Maracanã). Isso é indiscutível.

      Excluir
  3. Aliás, o Grêmio tem o melhor aproveitamento contra europeus,além de ser o terceiro melhor contra os gigantes, já venceu Barcelona,Benfica,Hamburgo,Ajax,Sevilla, Feyenoord, Olympiakos entre outros!líder do ranking nacional, segundo clube com mais taças conquistadas, atrás do Palmeiras,segundo maior quadro social,atrás do Palmeiras,além de ser o maior vencedor de copas do Brasil e maior finalista,e segundo clube brasileiro com mais participações em Libertadores,atrás do São Paulo e sexta maior torcida do Brasil! Eu diria que os maiores clubes do Brasil são São Paulo, Corinthians, Santos, Flamengo, Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro! Concorda,PC?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo dessa sua última afirmativa. Qualquer comparação entre os 12 grandes atuais é muito complicada. Todos têm uma história e uma importância imensas.

      Porém, se for feito um ranking que leve em conta o tempo de domínio e supremacia sobre os adversários, eu não tenho a menor dúvida de afirmar que o Fluminense é o maior clube da história do futebol brasileiro.

      É incontestável entre os historiadores que o Fluminense foi A força hegemônica do futebol brasileiro pelo menos entre 1902 e 1941, com pelo menos três times que obtiveram a supremacia absoluta dos nossos gramados (1906-1909, 1917-1919 e 1936-1941). Tamanho domínio sobre os adversários contemporâneos somente o Santos de Pelé obteve posteriormente.

      E vale ressaltar que a história do Fluminense não parou ali. O Tricolor conquistou a Copa Rio em 1952, o Torneio Rio-São Paulo em 1957 e 1960, o Carioca em diversas ocasiões (por exemplo, levantando 9 dos 17 campeonatos entre 1969 e 1985), e quatro Campeonatos Brasileiros (1970, 1984, 2010 e 2012).

      No quesito da importância para a Seleção Brasileira, então, nem se fala. As contribuições do Fluminense (que inclusive FUNDOU a Seleção, em 1914) superam as dos rivais por tão larga margem que é até covardia.

      Excluir
    2. Sem dúvida, PC! É um gigante clube!Mas faltam algumas coisas como títulos internacionais e torcida, sendo que são entre os 12 a menor torcida e no confronto direto, leva desvantagem para a maioria dos maiores ! É muito fácil eu aqui falar como torcedor! Claro que falaria que o meu Grêmio é o maior, mas se levar todos os aspectos em conta, vamos ver que talvez o São Paulo seja o que mais tenha do que se orgulhar e pode ser dito o maior!

      Excluir
    3. Os times que mais cederam jogadores para a seleção são São Paulo e Botafogo!

      Excluir
    4. Você está equivocado em alguns pontos, Lucas.

      Não, não faltam títulos internacionais ao Fluminense, que conquistou a Copa Rio em 1952, competição com aval da FIFA e relevância histórica incontestável. Além disso, houve as conquistas em Paris, a de 1976 com vitória sobre a SELEÇÃO DA EUROPA na decisão (vide a lista do post, jogo de 24/06/1976). E houve também, mais recentemente, os dois vice-campeonatos sul-americanos (Libertadores 2008 e Sul-Americana 2009). Então, desprezar a história internacional do Fluminense é coisa de torcedor recalcado.

      No quesito "tamanho de torcida", não há a menor evidência CIENTÍFICA de que a torcida do Fluminense é "a menor das 12 grandes". Nem mesmo as pesquisas de torcida (que falham em muitos aspectos) permitem dizer isso. (Você aparentemente desconhece conceitos básicos da ciência estatística, estude sobre "margem de erro" e verá que tenho razão.)

      Quanto ao confronto direto com outros clubes, nenhum dos 12 grandes é hegemônico. Na grande maioria dos 66 confrontos, inclusive os 11 do Fluminense, há claro equilíbrio histórico, com diferenças pequenas de vitórias. Por exemplo, no duelo Fluminense x Cruzeiro, o Fluminense tem 33 vitórias, contra 24 do Cruzeiro. No duelo Fluminense x Santos, o placar de vitórias está 38 x 37 para o Fluminense. No duelo Fluminense x Corinthians, 37 x 36 para o Fluminense. Viu? Três duelos contra os "seus" grandes, com vantagem tricolor... ;)

      Excluir
    5. Quanto à importância histórica para a Seleção Brasileira, isso vai muito além de uma simples contagem de número de atletas cedidos.

      Em 1914, o Fluminense fundou a Seleção Brasileira, no seu campo (e o primeiro gol foi de Oswaldo Gomes, do Fluminense). Em 1919, construiu o primeiro estádio do Brasil, onde a mesma Seleção conquistou sua primeira Copa América. Em 1922, ampliou esse estádio, onde a Seleção conquistou sua segunda Copa América.

      Em 1930, na primeira Copa do Mundo, adivinha qual clube teve o maior número de jogadores, dentre eles o capitão (que viria a marcar o primeiro gol)... sim, o Fluminense...

      Em 1938, na primeira vez que a Seleção chegou entre os 3 primeiros lugares, qual era o clube com 5 atletas titulares? Ah, o Fluminense...

      Qual havia sido a contribuição do Grêmio, por exemplo, a essa altura? Próxima de zero.

      O Fluminense também teve representantes nas quatro primeiras conquistas dos Mundiais (Castilho em 1958 e 1962, Altair em 1962, Félix e Marco Antônio em 1970, Branco em 1994). E nem estou contando os craques que o Fluminense revelou e que por acaso estavam em outros clubes nas conquistas (como um tal de Didi em 1958 e 1962 e outro tal de Carlos Alberto Torres em 1970).

      Enfim... poderia continuar por páginas e páginas... O "número de atletas cedidos" é um dado importante, sem dúvida, mas analisar a história somente por esse prisma não é justo.

      Excluir
    6. * na Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo de 1962, no Chile, havia outro tricolor também, o lateral Jair Marinho. Não poderia esquecer mais esse craque do Fluminense. :)

      Excluir
    7. PC! Não se trata de um doelo de conhecimento!tu certamente és formado em jornalismo e é especialista em números, mas olha pelo lado do futebol não pelo torcedor.

      Como podemos colocar o Fluminense, que é um gigante, como maior se ele perde para 6 dos grandes! Vc citou apenas os que o Fluminense vence, mas deixou de lado Flu e São Paulo,Flu e Grêmio e Flu e Palmeiras por exemplo!

      Em nenhum momento disse que o meu Grêmio é o maior, mas o coloco em terceiro ou quarto, pra mim o maior é o São Paulo!

      Excluir
    8. Sei que o Flu venceu estes torneios importantes mas falta uma​ libertadores e Mundial! Quanto a torcida, sabemos que os momentos não são tão confiáveis, mas o Flu tem uma das menores torcidas junto a do Botafogo! O clube com melhor retrospecto no confronto direto entre os grandes é o São Paulo, que vence 9 deles e empata com o Vasco!

      Excluir
    9. O São Paulo é tri campeão mundial! Como o Fluminense pode ser maior hoje?

      Excluir
    10. Em relação a seleção, sim! Mas os times do centro do país são muito favorecidos historicamente!

      Excluir
    11. Sim, se trata de um duelo de conhecimento, e bom, está claro que você está perdendo esse duelo. :)

      Não, não falta um Mundial ao Fluminense. A Copa Rio tem mais valor como Mundial que a Copa Intercontinental, que era só um simples duelo tratado como amistoso pelos times europeus (isso quando eles iam jogar - de tão desprezada, muitas vezes os campeões nem foram).

      Falta uma Libertadores, é verdade, mas convenhamos, em 2008 o Fluminense só não a conquistou devido a uma série de fatores combinados (altitude, arbitragem criminosa na decisão, azar na disputa de pênaltis, etc). Você realmente acredita que UMA ARBITRAGEM LADRA ou UMA DISPUTA DE PÊNALTIS definem a grandeza de um clube? É óbvio que não definem.

      Quanto à questão dos tamanhos das torcidas, repito: não há a menor evidência científica das suas afirmações. Nem mesmo as pesquisas de torcida (que falham em muitos aspectos) permitem dizer que, por exemplo, a torcida do Fluminense é menor que a do Grêmio (em todas elas, há empate na margem de erro, que deve ser SEMPRE considerada).

      Quanto aos "times do centro do país" serem favorecidos historicamente, concordo: são favorecidos exatamente porque têm (muito) mais história que os demais.

      Vê se enxerga o que vc tá falando: como considerar o Grêmio um "gigante", se este não ganhou NENHUM dos últimos VINTE Campeonatos Brasileiros??? O Fluminense, que vc não considera um "gigante", ganhou dois... ;)

      Excluir
    12. Últimos 20 Campeonatos Brasileiros:
      - Corinthians, 5 (1998, 1999, 2005, 2011 e 2015)
      - São Paulo, 3 (2006, 2007 e 2008)
      - Cruzeiro, 3 (2003, 2013 e 2014)
      - Fluminense, 2 (2010 e 2012)
      - Vasco, 2 (1997 e 2000)
      - Santos, 2 (2002 e 2004)
      - Atlético Paranaense, 1 (2001)
      - Palmeiras, 1 (2016)
      - Flamengo, 1 (2009)

      Na comparação com "os teus 7 gigantes", o Fluminense ganha de 3, empata com 1 e só perde para 3... ;)

      Excluir
    13. E eu fui bonzinho, hein? Se pegar só os últimos 10 Brasileiros, o Fluminense não perde para NINGUÉM, ficando com os mesmos 2 títulos de Corinthians, São Paulo e Cruzeiro.

      Aliás, somente CINCO clubes não foram rebaixados nenhuma vez nos pontos corridos: Fluminense, Flamengo, São Paulo, Santos e Cruzeiro.

      Tem certeza que o Fluminense é que não é gigante?

      Excluir
  4. Campeonato Mundial? Desde quando dois times do mesmo país podem decidir mundial? Fluminense, Corinthians, Palmeiras e Juventus foram campeões continentais, sendo que nem haviam continentais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que dois times do mesmo país podem decidir Mundial. Inclusive, isso aconteceu no I Mundial da FIFA, vencido pelo Corinthians contra o Vasco, em janeiro de 2000. A Liga dos Campeões da Europa também já foi decidida algumas vezes por times do mesmo país (Real Madrid x Valencia, Milan x Juventus, Real Madrid x Atlético Madrid, Bayern München x Borussia Dortmund). A Copa Libertadores também já foi decidida por times brasileiros (São Paulo x Atlético Paranaense em 2005, Internacional x São Paulo em 2006). Não existe regra alguma que impeça que dois times do mesmo país decidam uma competição internacional.

      A Copa Rio foi um Campeonato Mundial, sim, senhor, e foi um Campeonato Mundial mais relevante que a Copa Intercontinental. O fato de não existirem campeonatos continentais na época não diminui o valor da competição, que envolveu campeões nacionais de países muito fortes na época (o campeão austríaco, Áustria Viena, era a base da fortíssima seleção nacional, que viria a ser semifinalista da Copa do Mundo de 1954; o campeão uruguaio, Peñarol, tinha 7 titulares da seleção campeã da Copa do Mundo de 1950; o Fluminense teve que derrotar ambos antes de enfrentar o Corinthians na decisão).

      Excluir
  5. Se eu perguntar para um torcedor do Botafogo ou do náutico qual maior clube, vão dizer que é o deles! O torcedor só leva em conta o que lhe convém! Pelo que vc diz o Santos pode ser octa campeão mundial,que mesmo assim o teu time é o maior! Parece que estamos falando do Real Madrid!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao tentar diminuir meus argumentos simplesmente me acusando de ser "clubista", você somente demonstra que eu tenho mesmo razão.

      (E sim, se existe um "Real Madrid brasileiro", é exatamente o Fluminense, como demonstrei acima. Certamente não é o Grêmio - ou você consegue imaginar o Real Madrid 20 anos sem conquistar o Campeonato Espanhol? rsrsrs)

      Excluir
  6. Só falta dizer que essa vitória do Flu sobre essa seleção do Bayern é mais importante que os 5 a 0 que o Grêmio fez naquele Palmeiras de Cafu,Roberto Carlos, Muller, Amaral, Rivaldo e companhia nas quartas da libertadores de 95,ou do Santos na final do mundial contra o Benfica, ou os 3 a 0 do Flamengo no Liverpool em 81! Muito clubismo aliado a números que convém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vitória do Fluminense sobre o melhor Bayern de Munique da história é apenas isso: uma vitória espetacular sobre um dos melhores times da história do futebol.

      Nem mais, nem menos. :)

      Excluir
  7. O Flu já caiu para a série c e vale lembrar que por um milagre não caiu em 2009! Graças ao Fred, que fede o gol! E caíram em 2013, mas tiveram benefício da irregularidade do jogador da lusa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E daí que o Fluminense já caiu para a Série C? Isso já faz tanto tempo, foi em 1998... E você deve ter percebido que o Fluminense foi até a terceira divisão, voltou de lá, já papou dois Campeonatos Brasileiros e durante todo esse tempo o Grêmio só chupou o dedo... ;)

      Em 2013, o Fluminense não caiu, nem teve "benefício" algum. Portuguesa e Flamengo foram punidos por escalações de atletas suspensos, e o Fluminense não teve nada a ver com isso. Finalizou o Campeonato em 15º lugar, com 46 pontos, todos ganhos dentro do gramado.

      Estranho mesmo é um certo "gigante" que terminou a Série B em 9º lugar e subiu mesmo assim pra Série A...

      Excluir
  8. Se o Fluminense é tão gigante assim, por que o maior campeão carioca é o Flamengo, o maior campeão brasileiro é o Palmeiras e o maior campeão continental é o São Paulo? E por que participa tão pouco da libertadores,ficando atrás de São Paulo, Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, Flamengo, Santos, Corinthians?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O maior campeão carioca é o Flamengo, mas apenas graças aos Campeonatos recentes, que não têm nem 10% do valor do antigo Campeonato Carioca, que parava o país e colocava 200.000 pessoas no Maracanã. Quando o Campeonato Carioca valia DE VERDADE, o Fluminense era, DISPARADO, o maior campeão. Ganhava praticamente ano sim, ano não. Esse campeonatinho mixuruca atual nem se compara ao verdadeiro Campeonato Carioca. Só o nome é o mesmo.

      O maior campeão brasileiro é o Palmeiras, parabéns para eles. Não estou aqui para menosprezar nenhum clube. Admiro e respeito a história de todos os grandes clubes brasileiros. Os 7 Campeonatos Brasileiros do Palmeiras são um feito extraordinário. Espero que o Fluminense em breve iguale essa marca. Faltam 3. (Para o Grêmio, faltam 5.)

      O maior campeão continental é o São Paulo (empatado com o Santos), parabéns pra eles. Espero também que o Fluminense logo iguale esses dois grandes clubes nessas conquistas.

      Sobre o Fluminense "participar pouco da Libertadores", isso tem mudado. Já disputamos 4 edições desde 2008, e espero que dispute muitas mais nos próximos anos. E ganhe algumas, de preferência. :)

      Excluir
  9. Em relação à libertadores 2008 concordo contigo, o Flu merecia sim aquele título!Time guerreiro aquele time do Flu!Lembro daquele jogo fantástico com o São Paulo, acho que foi nas quartas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi nas quartas-de-final. Um jogo espetacular, em que o Fluminense teve uma boa dose de sorte, e conseguiu aquela classificação épica. Eu estava no Maracanã, inclusive. :)

      A média de público do Fluminense na Libertadores de 2008 é a maior da história de um clube brasileiro na competição, sabia? Mais de 52.000 torcedores POR JOGO. Que torcida pequena, hein? rsrsrsrs

      Excluir
  10. A altitude é lamentável,olha o aproveitamento dos clubes com e sem ela, chega a ser ridículo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nisso concordamos totalmente. A altitude é uma arma desleal. Se não fosse por ela, o Fluminense já teria conquistado a Libertadores e a Sul-Americana. Enfim, coisas do bizarro futebol sul-americano...

      Excluir
  11. Em 2009 o Flu iria vencer a LDU também, mas a altitude é sacanagem! Se fossem os dois jogos em condições normais o Fluminense venceria os dois, tinha muito mais time!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Basta olhar as campanhas dos dois times. Em 2008, o Flu teve 9 vitórias, contra só 5 da LDU...

      Se o regulamento fosse como nas Libertadores da década de 80, haveria um terceiro jogo em campo neutro, e o Fluminense provavelmente atropelaria a LDU, tanto em 2008 quanto em 2009.

      Porém, o futebol não é sempre justo. É por essas e outras que, como escrevi acima, um título (ou a falta dele) não determina a grandeza de um clube...

      Excluir
  12. Em relação à Copa intercontinental, problema deles se não davam valor! Até hoje eles não levam tão à sério! Vale o título de melhor time do mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí é que está. Para eles, a Copa Intercontinental NÃO VALIA o título de melhor time do mundo. Nunca valeu. E se não vale para um dos lados, bom, na prática não vale para lado nenhum.

      Agora, com a competição organizada pela FIFA, com times de todos os continentes, isso já mudou um pouco.

      Excluir
  13. Eu não tenho dúvidas!Os títulos que um clube conquista, eleva a sua marca!Se um clube pode ser grande sem grandes títulos, se torna gigante quando conquista o continente e o planeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, o Fluminense é gigante desde 1952, quando, ao conquistar a Copa Rio, se sobrepôs aos melhores times do continente e do planeta. :)

      Excluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.