sexta-feira, 30 de junho de 2017

Efemérides tricolores - 30 de junho


1907: o Fluminense venceu o Paulistano por 3 a 0, em partida amistosa no Velódromo, em São Paulo, com gols de Emile Etchegaray (2) e Edwin Cox. O gol de Edwin Cox foi o 44º de sua carreira no Fluminense - era o maior artilheiro do clube até aquela data. Emile Etchegaray alcançou 19 gols com a camisa do Tricolor.

1918: em partida válida pelo Campeonato Carioca, no campo da Estrada Dona Castorina, o Fluminense goleou o Carioca por 6 a 0, gols de Machado, Welfare (2), Zezé e Archibald French (2). O goleiro tricolor Marcos Carneiro de Mendonça defendeu um pênalti. Com oito vitórias em oito jogos, o Fluminense seguia firme rumo ao bicampeonato. Contando os amistosos contra Santos e Paulistano, nos dias 9 e 11 de junho, o Tricolor acumulou 10 vitórias consecutivas.

1929: no Estádio de Laranjeiras, a Seleção Carioca, com cinco titulares do Fluminense, venceu o Chelsea, da Inglaterra, por 2 a 1. Os cariocas atuaram com: Joel (America); Espanhol (Vasco) e Hildegardo (America); Nascimento (Fluminense), Fernando Giudicelli (Fluminense) e Fortes (Fluminense); Ripper (Fluminense), Lagarto (Fluminense), Luiz de Carvalho (Botafogo), Nilo (Botafogo) e Theóphilo (São Cristóvão). Os gols foram de Nilo e Theóphilo para a Seleção Carioca, e Ferguson para o Chelsea. O clube inglês excursionava pela América do Sul, e veio ao Rio de Janeiro a convite do Fluminense.

1948: na terceira partida da decisão do Torneio Municipal, em General Severiano, o Fluminense derrotou o Vasco por 1 a 0, com um gol de bicicleta de Orlando Pingo de Ouro, aos 8 minutos do primeiro tempo, e sagrou-se campeão do Torneio Municipal de 1948! O onze tricolor na gloriosa noite do título foi o seguinte: Castilho; Pé de Valsa e Aroldo; Índio, Mirim e Bigode; Cento e Nove, Simões, Rubinho, Orlando Pingo de Ouro e Rodrigues Tatu. Também participaram da campanha os goleiros Tarzan e José Paulo, o zagueiro Hélvio, os médios Ismael e Berascochea, e os atacantes Emílio Ibrahim, Careca, Juvenal, Pinhegas e Zeca.

1957: no sétimo jogo do giro pela América do Sul, o Fluminense empatou com o Deportivo Pereira em 4 a 4, em Pereira, na Colômbia. Os gols tricolores foram marcados por Waldo, Telê, Alecir e Escurinho. O saldo da excursão do Fluminense pelos países vizinhos passou a ser de 4 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

1962: na partida inaugural do Campeonato Carioca, no Maracanã, o Fluminense venceu o Canto do Rio por 3 a 1. Os gols tricolores foram de Quarentinha, Osvaldo (contra) e Calazans, com Almir descontando para o Cantusca.

1963: em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Madureira por 4 a 0, gols de Edinho (2), Manoel e Joaquinzinho.

1971: em jogo amistoso para entrega das faixas de campeões paulista e carioca, diante de 50.474 pessoas no Morumbi, em São Paulo, o Fluminense venceu o São Paulo por 1 a 0, gol de Ivair, aos 34 minutos do segundo tempo.

1977: com os tricolores Edinho e Rivellino entre os titulares, a Seleção Brasileira empatou com a França em 2 a 2, diante de 83.517 pessoas no Maracanã. O primeiro gol da partida foi de Edinho, aos 28 minutos do primeiro tempo, após tabelinha com Roberto Dinamite.

1999: no Estádio Cuscatlán, em San Salvador, capital de El Salvador, o Fluminense derrotou a Seleção de El Salvador por 3 a 2. Os gols tricolores foram de Roger Flores (de pênalti) e Roni (2).

2007: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, Fluminense e Botafogo inauguraram o Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão. O Botafogo venceu o jogo por 2 a 1, mas o primeiro gol do novo estádio carioca foi de Alex Dias, do Fluminense, aos 27 minutos do primeiro tempo.

2011: em jogo do Campeonato Brasileiro, no Engenhão, o Fluminense venceu o Atlético Paranaense por 3 a 1. Os gols tricolores foram de Mariano e Ciro (2).

2012: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio dos Aflitos, no Recife, o Fluminense venceu o Náutico por 2 a 0, com dois gols de Samuel. O melhor jogador em campo foi o goleiro tricolor Diego Cavalieri, que garantiu a vitória com intervenções sempre precisas. Após 7 rodadas, o Fluminense era o único invicto da competição: somava 15 pontos ganhos na tabela de classificação, com 4 vitórias e 3 empates. Era o início da campanha que culminaria na conquista do quarto Brasileirão da história tricolor.

****

Aniversariantes do dia:

Fernando Antonio Souza Batalha (1964), meio-campista que integrou o plantel tricolor na temporada de 1983.

Júlio César Fernandes Granja, o Julinho (1969), meio-campista com 19 gols em 129 jogos no time profissional do Fluminense, entre as temporadas de 1990 e 1993.


Ramon Menezes Hubner (1972), meio-campista com 20 gols marcados em 49 jogos pelo Fluminense, em duas passagens pelo clube, em 2001 e em 2004. Sua melhor qualidade era a precisão nas cobranças de bola parada: marcou 7 gols de falta e 3 de pênalti com a camisa tricolor.

PCFilho

3 comentários:

  1. Observação:

    algumas fontes - como a Wikipedia - apontam a data de nascimento de Antônio José da Silva Gouvêa, o ponta-esquerda Zezé, como 30/06/1957.

    No entanto, fontes que eu considero mais confiáveis apontam sua data de nascimento como 30/05/1957, e por isso listei seu aniversário nas efemérides de 30 de maio, onde se pode ler a mini-biografia do habilidoso atleta.

    ResponderExcluir
  2. Edinho era um craque, um dos maiores zagueiros da história gloriosa do Fluminense. Não entendo porque ele fala mal do clube em que se projetou. Esse gol dele tabelando com o Roberto Dinamite me fez pensar que esta dupla deveria ser titular no Copa de 82, com todo respeito ao Mestre Telê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um dia quero entender o ódio que Edinho nutre pelo Fluminense. Nunca vi um ídolo de qualquer clube ter tanta mágoa assim com a instituição.

      Excluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.