sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Resenha: Tricolor 2 x 1 Coritiba


Amigos, o Coritiba atacava e, a cada intervenção monumental de Diego Cavalieri, eu pensava comigo mesmo: o goleiro do Fluminense é o grande craque do Campeonato Brasileiro. O guardião dos arcos tricolores continua fazendo milagres dignos de canonização imediata. O Fluminense ainda não é o campeão brasileiro, mas Supercava já pode ser eleito o grande homem do torneio. O camisa 12 tricolor é o legítimo herdeiro da maior dinastia de goleiros do país, que iniciou-se em Marcos de Mendonça, seguiu com Batatais, depois Castilho, na seqüência Félix, Paulo Victor, e agora Diego Cavalieri.

A partida Fluminense x Coritiba, entretanto, teve um nome ainda mais decisivo que o arqueiro tricolor: o jovem Wellington Nem. Quando, logo no começo, o Coritiba se enrolou na saída de bola, ela se apresentou mansinha para Nem, que arrancou rumo ao gol. E quando o baixinho parte para cima, amigos, fica difícil impedi-lo. Nelson provavelmente diria: "este menino corre feito coelhinho de desenho animado". Ou em outras palavras: "Wellington Nem é como o chinês da anedota: precisa de dez para segurar". O avanço fulminante de Wellington Nem terminou, claro, com a bola na rede: Fluminense 1, Coritiba 0.

Depois disso, foi um sufoco só. O Fluminense recuou, e as trinta e poucas mil almas no Engenhão presenciaram um massacre total. Começou a segunda etapa, e o gol do Coritiba parecia questão de tempo. Diego Cavalieri realizava seus milagres habituais, mas eventualmente até a Muralha acabaria cedendo. Entretanto, quando o empate já estava quase se materializando, Wellington Nem voltou a decidir. O jovem fez grande jogada pela direita da grande área e levantou a bola para o meio, alta o suficiente para encobrir o goleiro coxa-branca. Thiago Neves apenas escorou de cabeça para o gol vazio. Fluminense 2, Coritiba 0.

Os visitantes não desistiram, e finalmente fizeram ruir a fortaleza da cidadela tricolor. Ainda faltando dez minutos para o apito final, o placar voltava a ficar apertado: Fluminense 2, Coritiba 1. Nos dois jogos anteriores, contra Grêmio e Atlético Mineiro, o Fluminense sofrera gols nos minutos derradeiros. O filme não poderia se repetir: afinal, a vitória sobre o Coritiba era necessária não só pelos três pontos da tabela, mas também para evitar um abalo psicológico do onze tricolor.

E os tais dez minutos pareciam não passar. O cronômetro fazia operação tartaruga. A impressão que eu tinha era a de que o Coritiba conseguia chutar 27 vezes ao gol a cada 30 segundos. O drama da torcida pó-de-arroz só terminou aos 48 minutos, quando finalmente o árbitro pediu a bola.

Na distante caverna que habita, observado atentamente por um papagaio, o Profeta coça sua longa barba branca e sorri. Contemplando as três faixas penduradas nas úmidas pedras à sua frente, o sábio homem calmamente repete seu vaticínio: "Fluminense campeão! Fluminense campeão! Fluminense campeão! Fluminense campeão!".

PC

Os gols do jogo:


Entrada do time em campo, filmada da arquibancada pela torcedora Talita Gottardo:


Corredor Tricolor, na chegada do time ao estádio:


10 comentários:

  1. E vence o FlumineNEMse!!!!

    Faltam 3.

    ResponderExcluir
  2. Não acho que tenha sido um martírio após o primeiro gol. Vi o Fluminense atacar incessantemente e criar várias oportunidades. Poderíamos ter matado o jogo no primeiro tempo. O Abel reclamou disso na volta do intervalo.

    O início do segundo tempo foi tenso mesmo, com o Coxa atacando muito. Mas aí o Flu fez o que fez durante todo o campeonato: contra ataque letal.

    Depois o jogo ficou bem franco. Quando o Wagner se machucou e entrou o Bittencourt a coisa ficou russa! Tava vendo a hora em que eu teria um infarto fulminante.

    Que partida do Nem! Liso demais! Fez o que quis. Acordou até o Thiago Neves!

    Nota 10!

    Tô é com medo de jogar sem Deco e Waguinho. As duas ausências dos dois ao mesmo tempo foram tensas!

    ResponderExcluir
  3. Hoje até o Bruno jogou bem! Continua meio temeroso com a linha de fundo, mas jogou bem!

    Que salvada de bicicleta! Se ele furasse, eu esganaria! Mas como acertou eu agradeço!

    ResponderExcluir
  4. É que falaram pro Bruno que se ele for muito ao fundo ele vai acabar no Botafogo...rs.

    --

    Diguiplayson Baronetti parece que esqueceu como faz pra jogar futebol.

    Higor, Abel, Higor!!!

    ResponderExcluir
  5. Ao "inventar" o futebol, os ingleses não tinham imaginado os cartões na regra do jogo. O recurso só foi aplicado a partir de 1970, quando um sábio ficou pregando por 3 dias na frente da sede da FIFA dizendo que em 1983 nasceria Diguinho, o Iluminado.

    ResponderExcluir
  6. O Cavalieri anda tão ilumindo que, quando a bola passar, até o Bruno acerta uma bicicleta genial!

    Mas... precisa dar tanto susto assim?

    ST(etra)

    ResponderExcluir
  7. O que houve com site da Pavilhão?
    Está fora do ar?
    ST

    ResponderExcluir
  8. Alguém filmou as crianças entrando ontem??? a minha filha entrou com os jogadores, mais não pude entrar pra filmar ou tirar fotos, quem tiver por favor me envie, ela é uma loirinha de laço vermelho na cabeça, a única que estava assim! meu e-mail é soudenikiti@hotmail.com
    obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  9. Renan,

    O site do Pavilhão Tricolor está fora do ar desde ontem, mas a coordenação do Grupo já está providenciando a solução do problema.

    ST!
    PC

    ResponderExcluir
  10. Michelle,

    Entrei em contato com o Fluminense, e eles me disseram que você deve entrar em contato com o e-mail mascote@fluminense.com.br

    Espero ter ajudado.

    Abraços!
    PC

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.