quarta-feira, 10 de junho de 2009

Recordar é viver - Brasil 1, Paraguai 0

FOTO: o escrete das eliminatórias em 1969. Em pé: Carlos Alberto Torres, Joel Camargo, Felix, Djalma Dias, Wilson Piazza e Rildo. Agachados: Nocaute Jack (massagista), Jairzinho, Gérson, Tostão, Pelé, Edu e Mário Américo (massagista).

--x--

Rio de Janeiro, 31 de agosto de 1969.

Amigos, o Maracanã nunca esteve tão cheio. Diante de impressionantes 183.341 pagantes*, a Seleção Brasileira e o Paraguai entraram em campo hoje pela última rodada do Grupo 2 das eliminatórias da Copa do Mundo. A multidão se espremia nas arquibancadas, gerais e cadeiras, disposta a tudo para ver e apoiar o escrete tupiniquim. Mais do que nunca, escorria gente pelas paredes do Estádio Mário Filho.

Vencemos por 1 a 0, gol do Rei Pelé, aos 23 minutos do segundo tempo. Cabe aqui a descrição detalhada do sagrado lance: o paraguaio Rojas lançou a bola na área brasileira, e Djalma Dias cortou, soberano, de cabeça. A bola sobrou para Gérson, que imediatamente a passou a Rildo. Este arrancou pela esquerda, e lançou a pelota a Edu, que driblou um oponente, invadiu a área e mandou a bomba de canhota. O goleiro paraguaio Oscar Aguilera só conseguiu espalmar, e Pelé chutou furiosamente. E então se ouviu o ensurdecedor urro da platéia colossal: GOL!

Assim encerramos a bela campanha das eliminatórias, com seis vitórias em seis jogos, 23 gols-pró e 2 gols-contra. O escrete de João Saldanha** vai ao México com muita moral, em busca do tricampeonato, que significará a posse definitiva da Taça Jules Rimet.

PC

--x--

*Até hoje, é o maior público da história do futebol mundial.
**O treinador João Saldanha acabaria sendo substituído por Zagallo antes da viagem ao México.

--x--

Vídeo do gol de Pelé:

--x--

Ficha técnica:
Brasil: Félix; Carlos Alberto Torres, Djalma Dias, Joel Camargo e Rildo; Wilson Piazza e Gérson; Jairzinho, Tostão, Pelé e Edu. Técnico: João Saldanha.
Paraguai: Oscar Aguilera; Justiniano Enciso, Vicente Bobadilla, Sergio Rojas e Luis Mendoza; Alcides Sosa e Pablo Rojas; José Luis Ivaldi (Dionisio Valdez), Felipe Ocampo, Benício Ferreira e Lorenzo Jiménez. Técnico: José Maria Rodriguez.
Árbitro: Ramon Barreto Ruiz (Uruguai).
Gol: Pelé (23' do segundo tempo).
Data: 31/08/1969.
Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro, Brasil.
Público: 183.341 pagantes.

--x--

Principais fontes de consulta:

8 comentários:

  1. Uma mariola e uma jujuba para quem conseguir encontrar o nome do treinador paraguaio nesse dia. :D

    ResponderExcluir
  2. http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=28077&tid=5345676464522532054&na=4

    ResponderExcluir
  3. Técnico: José Maria Rodriguez.

    ResponderExcluir
  4. Tá me devendo um pacotinho de jujuba...mariola eu dispenso! Dá pra algum flamenguista! hahahahahaha

    ResponderExcluir
  5. Outros grandes públicos do Maracanã:

    Brasil 1 x 2 Uruguai (final da Copa de 1950)
    Público pagante: 173.850.
    Público presente oficial: 199.854.

    Fluminense 0 x 0 Flamengo (final do Carioca de 1963)
    Público pagante: 177.656.
    Público presente oficial: 194.603.

    Fluminense 3 x 2 Flamengo (final do Carioca de 1969)
    171.599 pagantes.

    Fluminense 0 x 0 Flamengo (1976)
    155.116 pagantes.

    Fluminense 1 x 0 Flamengo (decisão do Carioca de 1984)
    153.520 pagantes.

    ResponderExcluir
  6. Gol a la seleção de 70 mesmo. Lindo!
    Muito bom o blog, PC, tô me perdendo no "Recordar é viver" aqui...
    Valeu pela visita no www.nascicorinthians.com

    Abraço!

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.