segunda-feira, 24 de julho de 2017

Efemérides tricolores - 24 de julho



1927: em partida válida pelo returno do Campeonato Carioca, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o São Cristóvão por 3 a 1. Os gols tricolores foram marcados por Fernando Giudicelli e Preguinho (2).

1938: em jogo do Torneio Municipal, em Figueira de Melo, o Fluminense empatou em 1 a 1 com o São Cristóvão. O gol tricolor foi de Brant, cobrando falta, aos 28 do segundo tempo. Apesar do tropeço, o Tricolor terminaria campeão da competição, com três vitórias consecutivas nas rodadas finais.

1940: em jogo válido pela segunda rodada do Torneio Rio-São Paulo, no Estádio de Laranjeiras, o Fluminense venceu o Palestra Itália por 5 a 3. Os gols tricolores foram de Carreiro (3), Milani e Adílson. O Palestra Itália é o atual Palmeiras.

1947: em partida amistosa, no Estádio Governador Bley, em Vitória, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Rio Branco, gols de Simões e Ademir Menezes, ambos no segundo tempo.

1951: no último amistoso antes da estreia no Campeonato Carioca, o Fluminense goleou o América de Pernambuco por 4 a 0, em Laranjeiras, gols de Carlyle, Joel, Orlando Pingo de Ouro e Quincas.

1952: na outra semifinal da Copa Rio, o Campeonato Mundial de Clubes, no Pacaembu, o Corinthians ganhou por 2 a 1, de virada, do Peñarol, do Uruguai, em jogo marcado por muita violência. Nos Jogos Olímpicos de Helsinki, a Seleção Brasileira empatou em 2 a 2 com a Alemanha no tempo regulamentar, mas perdeu por 2 a 0 na prorrogação, sendo assim eliminada da competição. Três jogadores do Fluminense disputaram a partida: Mauro Torres, Milton Bororó e Larry (autor do primeiro gol do jogo, e artilheiro da Seleção no torneio, com 4 gols em 3 jogos). O meio-campista Bené era outro representante do Fluminense no elenco daquela Seleção olímpica (que só contava com atletas amadores).

1960: em jogo do turno do Campeonato Carioca, diante de 51.193 pagantes no Maracanã, o Fluminense ganhou por 1 a 0 do Botafogo, gol de Paulinho Omena, aos 43 minutos do primeiro tempo.

1965: em partida do primeiro turno da Taça Guanabara (competição à parte do Campeonato Carioca), no Maracanã, o Fluminense derrotou o America por 1 a 0, gol de Amoroso, aos 42 minutos do segundo tempo, de cabeça.

1968: em jogo válido pela Taça Guanabara (competição à parte do Campeonato Carioca), no Maracanã, o Fluminense ganhou por 4 a 0 do Bonsucesso, gols de Wilton (2), Samarone e Ademar Pantera.

1976: a Máquina Tricolor voltou a vencer no Campeonato Carioca: 2 a 0 sobre o Americano, no Maracanã, gols de Gil e Doval, ambos no segundo tempo. Naquele ano, o Fluminense conquistaria o bicampeonato estadual, numa dramática decisão contra o Vasco.

1983: na quarta rodada do Campeonato Carioca, o Fluminense venceu o Americano por 1 a 0, no Godofredo Cruz, em Campos, com um gol de Aldo, aos 3 minutos do segundo tempo. Era o início da campanha que terminaria com a conquista do título, em dezembro, no triangular com Bangu e Flamengo.

1991: em amistoso no Stadion Oberwerth, em Koblenz, na Alemanha, o Fluminense goleou o Koblenz por 6 a 1. Os gols tricolores foram assinalados por Renato Carioca (2), Ézio (3) e Denílson.

2002: no amistoso comemorativo do centenário do clube, o Fluminense derrotou o Toluca, do México, por 3 a 1, no Maracanã. Os gols tricolores foram de Roni e Magno Alves (2). Esta foi a única partida em que o Fluminense vestiu os uniformes especiais do centenário: no primeiro tempo, atuou com a camisa cinza e branca; no segundo tempo, com a laranja.


2004: em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense ganhou por 2 a 0 do Corinthians, com gols de Romário (de cabeça, aos 36 do primeiro tempo) e Esquerdinha (aos 47 da etapa complementar).

2011: em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Fluminense venceu o Palmeiras por 1 a 0, gol de Marquinho, aos 29 minutos do segundo tempo, de cabeça.

****

Aniversariantes do dia:

Moysés Alves do Rio (1913), zagueiro que atuou pelo Fluminense de 1937 a 1941, tendo sido campeão carioca em 1937, 1938, 1940 e 1941. Marcou apenas um gol pelo Fluminense, mas foi especial, numa partida contra o Botafogo, pelo Carioca de 1939, em São Januário. Moysés se lesionara no fim do primeiro tempo, e teve que atuar machucado durante todo o segundo tempo, já que substituições não eram permitidas - mas seu sacrifício não foi em vão, pois ele conseguiu marcar o gol de empate, após passe de Hércules. O mesmo Hércules ainda faria mais um gol, e o Fluminense venceria heroicamente por 3 a 2. 

Wilson Machado Coelho, o Carnaval (1922), médio-esquerdo que atuou 14 vezes pelo Fluminense, entre 1942 e 1946.

Paulo Sérgio de Oliveira Lima (1954), goleiro revelado pelo Fluminense, que integrou o plantel profissional entre 1972 e 1975. Foi reserva nas vitoriosas campanhas dos Campeonatos Cariocas de 1973 e 1975. Em 1982, já atuando pelo Botafogo, foi convocado para a Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo. Na década de 1990, defendeu a Seleção Brasileira de Futebol de Areia.

Jason Rodrigues Corrêa (1959), centroavante com 12 gols marcados em 20 partidas pelo Fluminense, na temporada de 1983.

Charles Ortiz Hillersheim (1978), atacante que integrou o elenco do Fluminense em 1998.

Claudio Ezequiel Aquino (1991), meio-campista argentino que integrou o plantel do Fluminense em 2016.

PCFilho

2 comentários:

  1. Então o goleiro Paulo Sérgio do futebol de areia foi revelado pelo Fluminense! Não sabia!

    ResponderExcluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.