segunda-feira, 16 de outubro de 2017

JÁ ROUBEI O FLUMINENSE (Leandro Pedro Vuaden)


Amigos, meu nome é Leandro Pedro Vuaden. Eu nasci no dia 29 de junho de 1975, sou um árbitro de futebol brasileiro, e apito pela Federação do Rio Grande do Sul. Eu confesso que...

JÁ ROUBEI O FLUMINENSE!

No jogo de 19 de outubro de 2008, Vitória 2 x 2 Fluminense, o centroavante tricolor Washington "Coração Valente" estava pronto para emendar um cruzamento da direita, quando foi escandalosamente agarrado pelo zagueiro do Vitória, e eu mandei o jogo seguir. Nos acréscimos do segundo tempo, o mesmo Washington recebeu livre na área, e fuzilou para o gol, longe do alcance do goleiro. A bola só não estufou a rede porque o zagueiro Leonardo Silva espalmou a bola para o escanteio que eu marquei - os tricolores pediram pênalti, não sei por quê...

Na partida de 6 de dezembro de 2009, Coritiba 1 x 1 Fluminense, a famosa Batalha do Couto Pereira, na última rodada do Campeonato Brasileiro, anulei incorretamente o primeiro gol do Fluminense, pois a bola havia entrado.

Na partida de 29 de agosto de 2010, Fluminense 2 x 2 São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, eu fui contra o meu instinto e marquei um pênalti para o Fluminense, quando Richarlyson meteu a mão na bola, dentro da área. Porém, deveria ter marcado mais um, quando o volante Diogo surgiu na cara do gol após linda tabela e foi derrubado.

No jogo de 5 de julho de 2015, São Paulo 0 x 0 Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, deixei de marcar um pênalti escandaloso no meia tricolor Gérson, influindo assim decisivamente no resultado da partida.

No jogo de 9 de setembro de 2015, Coritiba 1 x 1 Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, deixei de marcar mais um pênalti claro para o Fluminense, no primeiro tempo. Também ignorei uma falta cometida em Gum no lance do gol do Coritiba. Na distribuição dos cartões, adotei um peso para o Fluminense e outro para o Coritiba

Na partida de 21 de outubro de 2015, Fluminense 2 x 1 Palmeiras, ida da semifinal da Copa do Brasil, eu tive um desempenho realmente formidável, minha magnum opus. Para começo de conversa, não percebi que os uniformes dos dois times se confundiam - aos oito minutos, tive que interromper o jogo para que os paulistas trocassem suas camisas (!!). Depois que o jogo recomeçou, segui meu critério habitual para jogos do Fluminense: um peso para os tricolores, outro peso para os adversários. Mesmo assim, o Fluminense fazia um grande jogo, vencia por 2 a 0, e praticamente resolvia a semifinal. Senti que precisava fazer mais: então, inventei um pênalti para o Palmeiras, quando Zé Roberto fingiu ser derrubado por Gum dentro da área. Foi um lance ridículo, amigos - confiram no vídeo abaixo. O Palmeiras acabaria se classificando na semana seguinte, graças a outra ajuda, do meu amigo Anderson Daronco. Zé Roberto, o veterano meio-campista e ator palmeirense, elogiou efusivamente as atuações minha e do Daronco nas semifinais: "as assistências que eu recebi dos dois foram sensacionais, me deixaram sozinho, a 11 metros do gol, de frente pro goleiro do Flu".

Abaixo, está a lista de partidas que já apitei do Fluminense (24 jogos, 10 vitórias do Fluminense, 8 empates e 6 vitórias dos adversários):
14/05/2006 - Figueirense 1 x 0 Fluminense - Orlando Scarpelli (Florianópolis)
27/10/2007 - Fluminense 1 x 1 Atlético Mineiro - Maracanã (Rio de Janeiro)
25/05/2008 - Sport Recife 2 x 1 Fluminense - Ilha do Retiro (Recife)
16/07/2008 - Palmeiras 3 x 1 Fluminense - Parque Antártica (São Paulo)
02/07/2016 - Fluminense 0 x 0 Coritiba - Raulino de Oliveira (Volta Redonda)
01/10/2016 - Fluminense 3 x 1 Sport Recife - Giulite Coutinho (Mesquita)
20/07/2017 - Fluminense 1 x 1 Cruzeiro - Giulite Coutinho (Mesquita)
18/10/2017 - Fluminense x São Paulo - Maracanã (Rio de Janeiro)

Nessa semana, a Confederação Brasileira de Futebol me designou para apitar Fluminense x São Paulo, na quarta-feira 18, pelo Campeonato Brasileiro. Será que vou prejudicar novamente o grande Tricolor? A conferir...

Atenciosamente,
Leandro Pedro Vuaden

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Difícil até escolher qual o erro mais ridículo...

      Excluir
  2. Em 2009 , no jogo final em Curitiba , houve também um penalti claro, no início do segundo tempo, que poderia evitar riscos pro fim do jogo , que os jogadores guerreiros não sofreram. Mas a pressão da mídia e da torcida adversária era tanto que ele poderia ter feito o que quase fez em 2008 , qdo tentou nos atrapalhar na fuga do rebaixamento x o Vitória. A camisa tricolor falou alto nesses anos , pois em 2008 o erro dele poderia ter nos rebaixado no lugar do Vasco e em 2009 no lugar do Botafogo , que foi salvo em dois jogos x São Paulo e Palmeiras , por um jogador que poderia estar usando outras armas , alem da sua técnica. Seria deprimente e revoltante.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Felizmente, não prejudicou o espetáculo, como das vezes citadas no post.

      Excluir

Regras para postar comentários:

I. Os comentários devem se ater ao assunto do post, preferencialmente. Pense duas vezes antes de publicar um comentário fora do contexto.

II. Os comentários devem ser relevantes, isto é, devem acrescentar informação útil ao post ou ao debate em questão.

III. Os comentários devem ser sempre respeitosos. É terminantemente proibido debochar, ofender, insultar e/ou caluniar quaisquer pessoas e instituições.

IV. Os nomes dos clubes devem ser escritos sempre da maneira correta. Não serão tolerados apelidos pejorativos para as instituições, sejam quais forem.

V. Não é permitido pedir ou publicar números de telefone/Whatsapp, e-mails, redes sociais, etc.

VI. Respeitem a nossa bela Língua Portuguesa, e evitem escrever em CAIXA ALTA.

Os comentários que não respeitem as regras acima poderão ser excluídos ou não, a critério dos moderadores do blog.